NOSSAS REDES

LEI & ORDEM

VÍDEO: EXECUTOR E DEGOLADOR É PRESO, E ENTREVISTADO.

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em entrevista hoje, o suspeito afirmou que “decapitou a mulher em vídeo, porque ela não é santa” e esquartejou irmão dele. O vídeo da decapitação foi divulgado nas redes sociais, clique aqui para assistir o vídeo da decapitação.[não recomendado]

André Martins saiu do presídio há 6 meses, onde cumpriu pena por tráfico e conta como cometeu o crime. André de Souza Martins, 28 anos, essa é a identificação do homem que confessa ter decapitado a golpes de terçado, esquartejado e enterrado o corpo da jovem Débora Bessa, 19 anos. O crime não teve a data confirmada, mas segundo a polícia, pode ter ocorrido entre os dias 9 a 13 de janeiro, período em que Débora estava desaparecida após anunciar desligamento da facção Bonde dos 13. O cadáver da vítima foi encontrado pelos próprios familiares numa cova rasa no bairro Caladinho, na parte alta de Rio Branco.

O criminoso, que tinha saído do presídio há 6 meses, foi preso e apresentado na manhã desta terça-feira (30) na Divisão de Investigações Criminais (DIC), onde contou aos jornalistas detalhes sobre a barbárie. Martins alega ter matado a mulher por vingança, pois, segundo ele, Débora teria tramado e participado da morte de seu irmão. Ele afirma que ela também teria torturado e esquartejado seu irmão, cortando inclusive os dedos dele.

Isso aí foi por vingança, por vingança, jamais eu iria fazer isso a mando de outras pessoas. Porque ela disse que tinha cortado desde o primeiro dedo dos pés do meu irmão e até os braços dele. Ela acabou com minha vida dentro da cadeia, ela acabou com a vida da minha mãe, porque ela viu o filho dela esquartejado. Até hoje ela toma remédio controlado por isso daí. Eu descobri que ela estava em um grupo de família (facção), que até hoje a família dela (parceiros criminosos) participa desse grupo”, disse.

Dois homens suspeitos de participar diretamente do crime brutal em que a jovem Débora Bessa, de 19 anos aparece em vídeo sendo decapitada e esfaqueada, foram apresentados pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (30), em Rio Branco.

A apresentação aconteceu na Delegacia de Investigações Criminais (DIC), na presença do secretário de segurança, Emylson Farias, Secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio e o delegado que preside as investigações, Cristiano Bastos, com o apoio do delegado Remulo Diniz.

No paredão apareceu somente, André de Souza Martins, de 28 anos. O homem foi identificado como sendo o principal executor de Déborah ao aparecer em vídeo com um terçado na mão, efetuando golpes no pescoço da jovem. Ele há tinha passagens pelo crime de tráfico de drogas e a blusa que usava no dia do crime na cor rosa com detalhes pretos foi encontrada junto aos seus pertences.

O outro apresentado como suspeito, porém, não pôde ser apresentado no paredão devido ser menor de idade, tinha 16 anos, e se entregou à polícia no último final de semana, após o vazamento do vídeo nas redes sociais. Este participou do vídeo desferindo golpes de faca em Débora e a camisa utilizada no crime também foi entregue à polícia.

Uma arma de fogo também foi apreendida durante as diligências em Porto Acre durante a prisão de André.

Veja o vídeo da entrevista do acusado, que confessa e narra detalhes da decapitação.

O caso

Deborah Bessa havia desaparecido na terça-feira (09), após sair de casa no bairro Distrito Industrial em um mototaxi em direção ao bairro Caladinho. A família começou a receber ligações dando conta de que ela havia sido morta e teria sido enterrada numa região de mata do bairro. O caso foi registrado na Delegacia da Quarta Regional e buscas foram realizadas durante dois dias consecutivos. No sábado (13), pela manhã, a própria família encontrou o corpo da jovem, enterrado em uma cova rasa, decapitado e cheio de perfurações.

O vídeo

Através de um vídeo divulgado nas redes sociais no início da semana passada, a Polícia conseguiu identificar os suspeitos. Participaram duas mulheres e quatro homens, sendo dois deles menores. Nas imagens, pelo menos três deles aparecem encapuzados e com uma arma branca na mão gritando o nome da facção criminosa “Comando Vermelho”. Enquanto um deles efetua golpes no pescoço de Déborah os demais desferem facadas. A polícia aguardava somente a resposta da justiça para iniciarem as buscar e cumprir os mandados de prisão.

Com informações de Marcos Dione / Lília Camargo.

Comentários

Comente aqui

Acompanhe em tempo real

Diretor da Energisa culpa bandeira tarifária e maior consumo por aumento

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

A Câmara Municipal de Rio Branco promove na manhã sexta-feira (4) uma audiência pública com a presença do representante da Energisa para que a empresa preste esclarecimentos sobre os aumentos na conta de energia em Rio Branco. Na ocasião, o diretor da empresa, Ricardo Xavier, voltou a dizer que não existe aumento de tarifa nas contas de energia elétrica e sim de consumo.

“Vim aqui responder questionamento de qualquer dúvida que tiverem, tentar esclarecer assim como eu fiz na Assembléia, no Ministério Público. Não tem aumento de tarifa, o que você tem é a inserção das bandeiras tarifárias que acontece em alguns meses, dependendo da designação da Aneel, é normal”, explicou Xavier.

O diretor  se defende e diz que não afirmou que os ventiladores consomem mais energia do que os aparelhos de ar condicionado. “Não procede, eu não falei essa frase de forma alguma, eu estava tentando explicar uma situação em que um ar condicionado no período quente, ele consome mais para o mesmo trabalho do que num período frio. Comparei ventilador e ar condicionado porque que o ventilador gasta mais por você utiliza ele mais horas por dia. Se alguém disse isso, ou quem publicou isso, fez de forma errônea”, destacou.

O debate conta com a presença de diversas instituições de fiscalização e representantes da sociedade civil organizada, deputados estaduais, como o presidente da Comissão Parlamentar de inquérito (CPI), Daniel Zen (PT), diretor André Gil do Procon e representantes da defensoria pública do Acre.

 

Continue lendo

Acompanhe em tempo real

Sindmed-AC conquista, por meio de liminar, a retirada da internet de agressões feitas a médica de Feijó

Avatar

PUBLICADO

em

O titular da Vara Cível da Comarca de Feijó, juiz Marcos Rafael Maciel de Souza, determinou que blogueiro retire do ar ofensas contra médica. Ele é acusado de denegrir a profissional de saúde tentando gerar a demissão dela. A medida liminar foi obtida com o auxílio do setor jurídico do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) que buscou defender a filiada de agressões que estariam resultando em ameaças contra.

Para atacar a médica, o autor das publicações teria produzido vídeos e textos que foram publicados em um blogue, sendo compartilhado no Facebook e no YouTube sem direito de defesa da própria trabalhadora. Ele ainda teria feito uma petição pública para tentar provocar a demissão da vítima.

“Notícias como esta, a qual, a princípio, não apresenta qualquer fundamento legal, não tendo sido oportunizado o direito de defesa por parte da ora autora, podem influenciar, sobremaneira, de forma negativa, a opinião popular local. Ressalto, também, que há uma petição pública a qual induz à população a requerer a demissão da médica, diante dos supostos fatos mencionados, sem que haja qualquer investigação prévia por parte das autoridades competentes ou respeitado o devido processo legal”, afirma o juiz da liminar.

Segundo o magistrado, caso o acusado deixe de atender a ordem judicial, ele será obrigado a pagar uma multa de R$ 200 por hora.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Fale conosco