NOSSAS REDES

MUNDO

Fotos: Saída de time tailandês de caverna por mergulho ‘não é aconselhável’

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Situação de risco preocupa socorristas, principalmente após a morte de um mergulhador tailandês.

Na foto de capa, Soldados tailandeses carregam cordas para ajudar no resgate dos 12 jovens jogadores de futebol e seu treinador, presos dentro de uma caverna inundada no complexo de Tham Luang, província de Chiang Rai, na Tailândia – 05/07/2018 (Krit Phromsakla Na Sakolnakorn/ Thai News Pix/AFP).

A saída por mergulho dos 12 meninos e seu treinador de uma caverna inundada na Tailândia “não é aconselhável”, anunciaram nesta sexta-feira (6) as autoridades após a morte de um ex-membro da Marinha tailandesa que trabalhava na operação de resgate.

“As crianças não podem mergulhar por enquanto”, explicou Narongsak Osottanakorn, governador da província de Chiang Rai e que também atua como chefe da célula de crise.

“O problema agora é quando estarão prontos para mergulhar”, acrescentou.

As autoridades reconhecem que o tempo para o resgate do grupo preso na caverna de Thuam Lang, localizada no norte da Tailândia, na fronteira com Mianmar, é limitado. Além disso, a morte do socorrista mostra a dificuldade de um resgate sem colocar em perigo a vida dos meninos e de seu treinador de futebol, presos há 13 dias na caverna.

“A princípio, pensávamos que as crianças poderiam ficar durante muito tempo. Mas a situação mudou, e agora nos resta um tempo limitado”, declarou o comandante da Marinha, Apakorn Yookongkaew, um dos coordenadores da célula de crise.

Yookongkaew também explicou que cilindros de oxigênio foram espalhados ao longo da caverna para tentar abastecer as crianças e seus acompanhantes, incluindo o treinador do time de futebol. Mas ele não citou uma tentativa de resgate nesta sexta-feira, quando a meteorologia prevê o retorno das chuvas de monção nesta região montanhosa da Tailândia.

A informação foi divulgada poucas horas depois da morte do mergulhador tailandês. “Após ter entregue uma reserva de oxigênio, ficou sem ar em seu retorno”, declarou o vice-governador da província de Chiang Rai, Passakorn Boonyaluck.

“Perdeu a consciência no caminho de volta, seu companheiro de mergulho tentou ajudá-lo e carregá-lo”, revelou o oficial da Marinha Apakorn Yookongkaew.

A tragédia recorda a dificuldade do caminho que precisa ser percorrido, debaixo d’água, para chegar aos 12 meninos e seu treinador, bloqueados na caverna inundada.

As equipes de emergência tentavam avançar o máximo em seus preparativos de resgate, antes do retorno da chuva.

Os socorristas esperam conseguir, com a ajuda de máquinas, reduzir o nível da água de modo suficiente para que os meninos consigam sair da caverna sem a necessidade de mergulhar, ou com mergulhos apenas em pontos específicos.

5 horas de mergulho

No momento, um mergulhador experiente precisa de 11 horas para fazer uma viagem de ida e volta até o local em que estão os jovens: seis de ida e cinco para volta, graças à ajuda da corrente.

O trajeto tem vários quilômetros e inclui passagens estreitas e trechos sob a água. Mas os socorristas evitam se pronunciar a favor de um resgate dos meninos através do mergulho.

“Seguimos considerando várias opções”, declarou o general Chalongchai Caiyakam.

Tempo de percurso com mergulho em caverna na Tailândia onde equipe de futebol está presa.

Tempo de percurso com mergulho em caverna na Tailândia onde equipe de futebol está presa. (Arte/VEJA)

No momento, os socorristas dizem que preferem esperar a água baixar e manter o grupo na caverna até que possa ser retirado caminhando, com uma parte mínima de trechos submersos, que seriam percorridos com máscaras.

Esta é a opção privilegiada pelas autoridades, que instalaram um amplo sistema de bombeamento da água, com a ajuda de engenheiros japoneses, e já retiraram da caverna um volume equivalente a mais de 50 piscinas olímpicas.

As tempestades de monção provocaram o bloqueio dos meninos na caverna no dia 23 de junho, quando o grupo decidiu, por um motivo que ainda não está claro, entrar no local depois do treino de futebol.

Ao mesmo tempo, a equipe de resgate procura uma via de entrada a partir do topo da montanha que esteja conectada, ou que seja fácil de conectar com um trabalho de perfuração à parte da caverna em que estão as crianças.

Corte transversal de cavernas na Tailândia onde um time de futebol está preso. Corte transversal de cavernas na Tailândia onde um time de futebol está preso.

Corte transversal de cavernas na Tailândia onde um time de futebol está preso. (Arte/VEJA)

(Com AFP)

Adolescentes da Tailândia presos em caverna são encontrados vivos

Adolescentes da Tailândia presos em caverna são encontrados vivos (EKATOL/Facebook/Reprodução)

Soldados tailandeses carregam cabos para auxiliar no resgate dos 12 jovens jogadores de futebol e seu treinador, presos dentro de uma caverna inundada no complexo de Tham Luang, província de Chiang Rai, na Tailândia - 05/07/2018

Soldados tailandeses carregam cabos para auxiliar no resgate dos 12 jovens jogadores de futebol e seu treinador, presos dentro de uma caverna inundada no complexo de Tham Luang, província de Chiang Rai, na Tailândia – 05/07/2018 (Athit Perawongmetha/Reuters)

Captura de vídeo mostra as crianças desaparecidas dentro da caverna Tham Luang, na província de Chiang Rai, na Tailândia - 02/07/2018

Captura de vídeo mostra as crianças desaparecidas dentro da caverna Tham Luang, na província de Chiang Rai, na Tailândia – 02/07/2018 (Royal Thai Navy/AFP)

Soldados tailandeses entram na caverna de Tham Luang no parque nacional da floresta de Khun Nam Nang Non em Chiang Rai durante a operação de salvamento da equipa de futebol infantil e seu treinador, presos no local - 26/06/2018

Soldados tailandeses entram na caverna de Tham Luang no parque nacional da floresta de Khun Nam Nang Non em Chiang Rai durante a operação de salvamento da equipa de futebol infantil e seu treinador, presos no local – 26/06/2018 (Lillian Suwanrumpha/AFP)

Paramédicos voluntários usam botas no chão lamacento do posto avançado na entrada da caverna de Tham Luang, durante operação de resgate de um time de futebol infantil e seu treinador presos no local - 27/06/2018

Paramédicos voluntários usam botas no chão lamacento do posto avançado na entrada da caverna de Tham Luang, durante operação de resgate de um time de futebol infantil e seu treinador presos no local – 27/06/2018 (Lillian Suwanrumpha/AFP)

Jornalistas trabalham na cobertura do resgate de um time de futebol sub-16 e seu treinador, desaparecidos em um complexo de cavernas na província de Chiang Rai, na Tailândia - 27/06/2018

Jornalistas trabalham na cobertura do resgate de um time de futebol sub-16 e seu treinador, desaparecidos em um complexo de cavernas na província de Chiang Rai, na Tailândia – 27/06/2018 (Soe Zeya Tun/Reuters)

Soldados tailandeses conduzem o cabo elétrico para o interior da caverna de Tham Luang no parque nacional de Khun Nam Nang Non em Chiang Rai durante operação de salvamento de uma equipe de futebol infantil presa no local - 26/06/2018

Soldados tailandeses conduzem o cabo elétrico para o interior da caverna de Tham Luang no parque nacional de Khun Nam Nang Non em Chiang Rai durante operação de salvamento de uma equipe de futebol infantil presa no local – 26/06/2018 (Lillian Suwanrumpha/AFP)

Socorrista desce por escadas cheias de lama na entrada do complexo de cavernas Tham Luang onde uma equipe de futebol infantil e seu treinador se desapareceram, na província de Chiang Rai, norte da Tailândia - 29/06/2018

Socorrista desce por escadas cheias de lama na entrada do complexo de cavernas Tham Luang onde uma equipe de futebol infantil e seu treinador se desapareceram, na província de Chiang Rai, norte da Tailândia – 29/06/2018 (Sakchai Lalit/AP)

BRASIL

Indonésia renuncia a uma lei que castiga sexo fora do casamento

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, pediu nesta sexta-feira (20) a revisão de um projeto de lei polêmico que prevê sentenças de prisão para quem faz sexo sem se casar, ou com pessoas do mesmo sexo.

A lei seria votada na próxima semana, junto com outras revisões do Código Penal, mas o presidente pediu seu adiamento.

“Tendo ouvido vários grupos que se opunham a vários aspectos da lei, decidi que é necessário deliberar mais e discutir alguns pontos”, justificou o presidente, eleito recentemente para um segundo mandato.

A reforma do Código Penal prevê a proibição de relações sexuais antes do casamento, bem como de relacionamentos adúlteros, ou entre pessoas do mesmo sexo.

As sentenças de prisão podem variar de seis meses a um ano e acrescentam multas.

Oferecer, ou apresentar, tratamentos contraceptivos a menores também seria crime, de acordo com esta reforma do Código Penal, que remonta à era colonial holandesa.

Grupos muçulmanos conservadores querem torná-lo mais severo em tudo relacionado a comportamentos sexuais, o que gerou críticas de grupos defensores dos direitos humanos.

Uma petição contra esse projeto de lei já reuniu mais de meio milhão de assinaturas neste país de 260 milhões de habitantes.

Continue lendo

BRASIL

Bebê nasce com três mãos e quatro pernas após má formação no útero

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um bebê nasceu com três mãos e quatro pernas após uma má formação dentro do útero da mãe unir dois trigêmeos. A grávida, porém, não sabia que estava a espera de múltiplos. Segundo os médicos do hospital em Rajastão, Índia, é provável que o corpo da terceira criança tenha se unido ao da menina, fazendo com que ela nascesse com “membros extras” no peito e abdômem.
“O bebê do sexo masculino nasceu normal, mas a menina é um caso de gêmeos siameses. Ela tem um pequeno problema de respiração. Nós a colocamos em suporte de oxigênio para estabilizar seus sinais vitais. A mãe, Raju, e o menino estão estáveis”, diz o cirurgião responsável pelo parto Rohitesh Meena ao Daily Mail .
A grávida e o marido, Badhulal Gurjar, esperavam o primeiro filho. Porém, eles não sabiam que teriam trigêmeos , considerando que ela não fez nenhum ultrassom durante a gestação.

Agora, o bebê será encaminhado para um hospital em Jaipur, capital do estado do Rajastão, onde os pais poderão solicitar tratamento e uma cirurgia. “O casal está angustiados após o nascimento da menina”, finaliza o médico.

FONTE: IG

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Fale conosco