NOSSAS REDES

AMAZÔNIA

Futuro da floresta é debatido no Acre pelo Conselho de Meio Ambiente da CNI

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Dois conselheiros da Fiero participaram do encontro, defendendo a bandeira da sustentabilidade florestal.

Conselheiros de Federações das Indústria de diversos estados debateram ofuturo da floresta, tema da 106ª Reunião Nacional do Conselho Temático de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Coema) da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Sediada pela Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), a reunião contou com a participação do presidente do Conselho de Representantes da Federação das Indústrias de Rondônia (Sistema Fiero), Paulo Jair Kreuz e do vice-presidente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Fiero, Ivandro Justo Behenck, ambos representantes da entidade no Conselho Nacional do Coema.  

Segundo Paulo Kreuz, “na reunião discutimos o Sinaflor e os vários problemas do sistema em sua execução. Inclusive, o Ivandro destacou que em Rondônia a plataforma não está funcionando. Queremos o funcionamento definitivo do Sinaflor até o final de 2018. Falamos sobre as perspectivas da exploração florestal e a base de sustentação da atividade – o plano de manejo florestal. Conforme foi mencionado, deveríamos vender a imagem do manejo como um diferencial e mostrar ao mercado consumidor que a única forma de fazer uma exploração consciente é através desta modalidade”, argumenta.

Kreuz acrescenta que toda a cadeia precisa ser vendida como um produto, agregando, desta forma, mais valor à madeira legal. “Rondônia convive com uma pendência em função da determinação do Ibama de não autorizar planos de manejos em cima de áreas de posse. Este é um assunto latente do nosso setor e é preciso dialogar com a Sedam e o Ibama. Do contrário, existe a possibilidade de um ‘apagão’ de madeira. 80 % da nossa madeira está em cima de áreas de posse. Àquelas áreas com escritura pública não têm mais madeira suficiente para nos dar o estoque que precisamos”, explica o representante da Fiero.

O Coema tem sido um indutor de ideias e debates e têm proporcionado aos participantes a oportunidade de externar os problemas dos estados.

No ponto de vista de Ivandro Justo Behenck, o assunto é relevante para o setor e o mais urgente possível deve ser levado em consideração junto aos órgãos estaduais para que Rondônia consiga fazer o seu estoque e atender a demanda das indústrias de todo o estado. “Reforçando o que o Paulo disse, corremos o risco de um apagão de fornecimento de madeira, com graves prejuízos para o trabalhador, para os empresários do ramo e para a arrecadação de impostos. O setor madeireiro é importante como atividade e gera recursos para o nosso estado”, falou.

Behenckdestaca o lançamento do Boletim Informativo da Produção Florestal Madeireira, uma publicação anual do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre, trazendo dados relevantes sobre a produção madeireira, a fim de nortear a tomada de decisões dos empresários.

Um outro olhar sobre a cadeia produtiva da madeira tropical; perspectivas para a exploração madeireira no Brasil; perspectivas e desafios na promoção do uso das florestas nativas no Brasil; cenário futuro da implementação da política florestal; e atualização do Plano de Implantação do Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor), bem como as dificuldades e os desafios de sua implantação foram alguns dos temas pertinentes debatidos.

Além dos 20 representantes de federações de todo o Brasil, o encontro contou com a participação do secretário-executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CNI, Shelley Carneiro; da presidente em exercício da Fieac, Adelaide de Fátima Oliveira; do senador e engenheiro florestal Jorge Viana, dentre outros convidados. Assessoria/ Newsrondonia. 

Acompanhe em tempo real

Atuação da OAB/AC em entidades públicas fortalece ações sociais no estado

Avatar

PUBLICADO

em

A participação da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) em conselhos, fóruns e câmaras por todo estado é um trabalho pouco notado no dia a dia das pessoas. Com membros da Ordem colaborando ativamente com os trabalhos executados, muitos avanços foram conquistados e ações sociais foram fortalecidas. São nessas instâncias em que há ampla participação da sociedade civil na sugestão de melhorias em diversos setores e camadas.

Algumas das entidades com as quais a OAB/AC colabora são os conselhos Estadual de Entorpecentes (Conen), Penitenciário do Acre (Copac), Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Cedi/AC), Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), Estadual de Trânsito (Cetran), Câmara Técnica da Construção Civil – que integra o Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre – e diversas outras instituições, com o objetivo de contribuir com a construção de ações concretas na vida da população.

O secretário-geral da Ordem, André Marques, faz parte do Conselho Estadual de Trânsito e retoma, desde o primeiro dia de atuação, processos paralisados há muito tempo. A atual composição do organismo foi nomeada em agosto deste ano. “A participação da OAB no Conselho é importante pois ter um representante com formação jurídica na instância, o que assegura a aplicação dos princípios administrativos no julgamento dos recursos”, pontuou Marques.

Gilliard Rocha, secretário-geral adjunto da OAB/AC, é um dos membros da Câmara Técnica da Construção Civil. Integrante ativo do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre, é um dos responsáveis pela elaboração de estratégias para impulsionar o desenvolvimento sustentável. “Um dos trabalhos desenvolvidos atualmente é a proposta de fazer com que o Marco Legal da Construção Civil seja seguido por todos os setores da administração estadual”, disse.

A membra da Comissão do Direito da Pessoa Idosa da Ordem, Bianca Muniz, ocupa um assento no Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa. Entre as diversas pautas e debates produzidos ao longo deste ano, foi definida no dia 23 deste mês a data para a aprovação do colegiado, início do processo de abertura das chapas para a nova Diretoria da entidade e será realizada votação para selecionar uma nova secretaria que terá um assento na entidade participativa estadual.

Rocha e Muniz acrescentam que a instituição da advocacia acreana é responsável pelas questões jurídicas das entidades. Em todas essas instâncias de participação popular, a OAB/AC vem gerando bons resultados que beneficiam diretamente a população de todo o estado. O secretário-geral da instituição ressalta que ela não atua somente da defesa dos direitos e promoção do bem-estar dos advogados, mas também de toda a sociedade acreana.

Continue lendo

Acompanhe em tempo real

Sindmed-AC comemora 30 anos de fundação com dois Bailes dos Médicos

Avatar

PUBLICADO

em

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) comemora 30 anos de fundação em 2019 e, para celebrar, a diretoria planeja, neste ano, dois Bailes dos Médicos. O evento de Rio Branco será realizado no dia 19, e o de Cruzeiro do Sul no dia 26.
Nas duas festas, os ingressos já estão se esgotando, sendo que na maior cidade do Juruá, uma comissão composta por filiados e membros da diretoria já vendeu quase 80% das mesas da festa que será realizada na Chácara Iroti, sendo animada pela banda Garotos do Sótão.
Em Rio Branco, mais de 70% dos ingressos para o Baile dos Médicos já foram vendidos. A festa será animada por Elias Sarkis e banda, além da participação especial de um DJ.
O presidente do Sindmed-AC, Murilo Batista, explicou que o sucesso da festa resultou na ampliação do evento para comemorar a fundação da entidade, buscando atender também os profissionais do Juruá.
“É um desafio, mas é gratificante, pois a festa vai reunir os médicos, os familiares, amigos e as pessoas que gostam de entretenimento. É uma forma de trazer bem-estar aos filiados que vivem a rotina desgastante de plantões de 12 horas, 24 horas, chegando a ficar 72 horas dentro de um hospital por falta de profissionais”, explicou o sindicalista.
As mesas dos Bailes dos Médicos de 2019 podem ser adquiridas na sede do Sindicato que fica na Rua Milton Matos, 225 – Bairro Bosque, ou pelos telefones: 3224-6483, 3224-2390 ou 9 8425-5280 (Whatsapp). O interessado ainda pode parcelar em até duas vezes o valor no cartão de crédito.

Continue lendo

Super Promoções

WhatsApp chat