NOSSAS REDES

CAPA

Lei da focinheira continua não sendo cumprida em Tarauacá

Radialista José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Em todos lugares é normal que as pessoas levem seus bichinhos de estimação para passear, ou até mesmo para fazer-lhes companhia em uma leve caminhada no final de tarde, entretanto, tem que haver algumas precauções, principalmente, em relação a cães de raças considerados imprevisíveis; como Doberman, Pit Bull, Rottweiler entre outros.

No ano de 2014  uma Lei Municipal, de autoria do Ex-Vereador Marlindo Pinheiro foi sancionado pelo então prefeito Rodrigo Damasceno que proíbe esses animais de circularem nas vias públicas do município sem o uso da focinheira. Infelizmente poucas pessoas têm consciência e cumprem a Lei Municipal.

É só ir a Avenida Tancredo Neves por volta das 17h em diante, horário em que os cidadãos saem  para fazerem suas caminhadas que, é possível  ver vários garotos andando livremente com seus cães sem o uso da focinheira, colocando em risco a vida de quem trafega na calçada da referida avenida.   

Até o momento não foi definido pelo o poder público qual órgão é responsável pela fiscalização da lei municipal que é descumprida diariamente.

 

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Conscientização e cuidado: OAB/AC promove campanha ‘Assédio não é Folia’

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) atendeu ao pedido das advogadas e desenvolveu a campanha “Assédio não é Folia”, com o objetivo de levar diversas informações e alertar para medidas preventivas contra o assédio sexual durante a celebração do Carnaval, que este ano vai de 21 a 25 de fevereiro nas cidades acreanas.

Além de pedir para que as mulheres tenham cuidado e denunciem esse crime, a ação tem como foco principal os homens. Eles serão inteirados sobre a Lei de Importunação Sexual (nº 13.718/2018), popularmente conhecida como a Lei do Não é Não; as consequências de tomarem atitudes inapropriadas em relação à mulher e motivados a mudar hábitos machistas do dia a dia.

O projeto é desenvolvido pela Diretoria da Seccional acreana em parceria com as comissões da Mulher Advogada (CMA) e da Jovem Advocacia (CJA). Segundo a vice-presidente da OAB/AC, Marina Belandi, entre as ações realizadas estão a entrega de folhetos informativos para a população em geral, e orientações jurídicas aos cidadãos, além de outras ações.

Comissões da Ordem lançam campanha em academia de Rio Branco. Foto: Luan Cesar

“Este projeto é desenvolvido com carinho e cuidado por muitas mãos. Além da Diretoria, da Comissão da Mulher Advogada e da Comissão da Jovem Advocacia, essa atividade conta com a participação de todas as conselheiras seccionais e federais que integram a Ordem. É um esforço conjunto para mostrarmos que esse tipo de comportamento é inadmissível”, diz a vice-presidente.

Para a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Isnailda Gondim, a campanha serve como alerta à sociedade. “No período de Carnaval são intensificadas cenas de beijo roubado ou forçado, passar a mão, encoxar, cantadas invasivas, e tudo isso são exemplos de importunação sexual. São condutas graves que muitas mulheres adquirem estresses pós-traumáticos e doenças como pânico, por isso a importância dessa ação preventiva. A violência contra a mulher é um problema meu, seu e de todos nós”, destacou.

O lançamento oficial da campanha foi realizado nesta terça-feira, 18, na Mais Academia, em Rio Branco. O local foi escolhido devido ao frequente assédio às mulheres em espaços destinados à prática de atividades físicas. Outras ações serão realizadas antes e durante os dias de festa. “O intuito é orientar e conscientizar sobre o respeito que se deve ter com as mulheres. Isso é extremamente importante. Não é não, depois disso tudo é assédio”, finalizou a vice-presidente, Marina Belandi.

Continue lendo

ACRE

Pingente de prata com símbolo do Espírito Santo salva homem de tiro fatal, no Santa Helena

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um verdadeiro milagre foi vivido por Remilson Queiroz Júnior, de 32 anos, ferido a tiros no início da noite desta segunda-feira (10) na capital e salvo de um tiro fatal no peito por um pingente de prata com símbolo do Espírito Santo. O crime aconteceu na rua Santa Helena, no bairro Santa Helena, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Por volta das 18h a providência divina resolveu agraciar e dar mais uma chance a Remilson Queiroz que foi atingido com quatro tiros enquanto caminhava em via pública na rua Santa Helena. O homem teria sido mais uma vítima fatal dessa guerra desenfreada entre as organizações criminosas, se não fosse por um detalhe, a medalha que ele carregava no peito.

Segundo informações da Polícia repassadas a reportagem do ac24horas, dois homens não identificados, em uma motocicleta, tentaram contra vida de Júnior.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram as características da dupla na motocicleta e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prender os faccionários, mas ninguém foi encontrado.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias