NOSSAS REDES

Sena Madureira

Responsáveis por menino que atirou e matou irmão de 5 anos no AC podem responder por omissão

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os responsáveis pelo menino de 8 anos, que alcançou a arma do avô e disparou acidentalmente contra o irmão de 5 anos, em Sena Madureira, podem ser indiciados por omissão de cautela.
O acidente ocorreu no sábado (29), no Ramal do Pelé e o menino morreu nesta segunda-feira (1), no Hospital da Criança, em Rio Branco.
Conforme o delegado da cidade de Sena Madureira, Marcos Frank, existe a possibilidade do indiciamento por omissão, mas a Polícia Civil ainda vai ao local do crime para iniciar as investigações.
Logo após ser atingida pelo disparo na cabeça, a criança foi transferida do Hospital João Câncio, em Sena Madureira, para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). Em seguida, foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Criança, onde acabou não resistindo.
De acordo com a Polícia Militar, as duas crianças estavam sozinhas em casa, quando o mais velho conseguiu achar a espingarda do avô e disparar acidentalmente. O tiro ultrapassou a parede e atingiu a cabeça da criança de 5 anos.
No transporte até Rio Branco, a criança seguiu sem acompanhante e os médicos acionaram o Conselho Tutelar.
A conselheira tutelar Graziele Morais informou que foram acionados pelo Samu e deu as orientações sobre os procedimentos que deveriam ser adotados. Segundo ela, se tiver que dar algum encaminhamento sobre esse caso, vai ser direcionado para o 2° Conselho Tutelar, responsável pela regional.
“A criança estava sob a responsabilidade do Estado. Então, o hospital poderia destinar alguém para ficar acompanhando essa criança até que surgisse algum parente. Não entraram mais em contato conosco e nesta segunda [1º], entramos em contato com a equipe do serviço social do Huerb e fomos informados que a criança tinha sido transferida para o Hospital da Criança e já estava sendo acompanhada pela mãe”, disse a conselheira.

Mãe diz que estava em casa

Em entrevista ao G1, logo após saber da morte do filho, ainda no hospital, a mãe do menino, de 29 anos, disse que estava em casa com as crianças quando tudo aconteceu e garante que elas não estava sozinhas.
“Eu estava sentada na porta com ele umas 15h, aí o outro [criança de 8 anos] entrou no quarto, pegou a espingarda e chamou ele para olhar na brecha e atirou. Ele pensava que não tinha cartucho, porque meu pai nunca deixava com cartucho. Era a espingarda do meu pai caçar, era guardada na parte de cima, mas ele ficou procurando e pegou. Primeiro levaram ele para o hospital de Sena Madureira e depois pra cá e eu vim. Fiquei com ele aqui no hospital todo tempo”, disse a mãe.

ACRE

Agências promovem curso sobre eleições na pandemia e doam recursos para entidades filantrópicas

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

As agências Arawá e Comuni+Ação promovem nos dias 12, 13 e 14 de agosto o curso “Comunicação para a Eleição 2020”. Voltada para auxiliar os pré-candidatos a elaborar estratégias de vários aspectos da área com foco no processo eleitoral durante a pandemia do novo coronavírus, a atividade será realizada de forma virtual pela plataforma Zoom das 19h às 21h e destinará 30% do valor total arrecadado para uma entidade filantrópica com atuação em Rio Branco.

As inscrições devem ser feitas por meio do endereço eletrônico https://www.eleicao20.com/ e custam R$ 100. O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário, cartão de crédito ou débito e transferência, os dados bancários para a última opção estão disponíveis no site do evento. Os interessados também podem entrar em contato pelo número 68 99913-6763. Temas como dinâmica da mídia, cuidado com a imagem do candidato, gestão de crise de imagem, administração das redes sociais, forma correta de produção de vídeos e artes serão discutidos.

De acordo com Paulo Santiago, jornalista das duas empresas, o conteúdo elaborado foi pensado a partir das limitações que a campanha eleitoral terá de forma presencial devido às medidas de distanciamento social. Ele afirma que as redes sociais terão um papel ainda maior no pleito deste ano, superando o pleito eleitoral de 2018, e que serão um dos principais meios de contato direto com as pessoas. Aspectos técnicos como Calendário Eleitoral também serão tratados.

“Temos uma inesperada pandemia que impôs uma realidade jamais pensada por qualquer pessoa. Com a mudança de data da pré-campanha, campanha e o dia de votação os pré-candidatos precisam se reorganizar, e muitos ainda não trabalham a comunicação com o público-alvo. Durante três dias vamos ensinar os participantes a atuar com as ferramentas disponíveis e fazer uma boa relação com as pessoas que eles pretendem alcançar neste período”, explica o jornalista.

Com mais de 20 anos de atuação no mercado, o também jornalista Freud Antunes, sócio da Comunic+Ação, destaca que uma comunicação eficiente é essencial para que os pretensos candidatos alcancem sucesso. “Comunicar da forma correta é imprescindível para que as ideias que você tem sejam incorporadas por outras pessoas. Nossa proposta é dar o caminho para que as pessoas sejam entendidas de forma clara e objetiva nos grupos que pretendem chegar”.

Continue lendo

CIDADES

Homem assume que matou outro com tiro de espingarda no interior do AC depois de apanhar

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Homem disse que motivação foi que vítima tinha batido nele com pedaço de pau. Crime ocorreu na sexta-feira (10) na zona rural de Sena Madureira.

CAPA: Vítima participava de uma bebedeira com o suspeito quando foi assassinada com um tiro no tórax — Foto: Polícia Civil do Acre.

Um homem se apresentou na delegacia da cidade de Sena Madureira, no interior do Acre, e confessou ter matado Ecivaldo Ferreira da Rocha com um tiro no tórax no último dia 10 de julho.

O crime ocorreu no Ramal Mario Lobão, zona rural da cidade. A vítima e o suspeito participavam de uma bebedeira em uma casa do ramal.

O delegado Marcos Frank disse que o suspeito se apresentou na companhia de um advogado na última quinta-feira (16) e, durante o interrogatório, disse que matou Rocha após ter apanhado dele com um pedaço de pau. Após ser ouvido, o homem foi liberado e deve aguardar julgamento em liberdade.

“Ele disse que já era uma discussão antiga e no dia parece que a vítima acertou ele com um pedaço de madeira e foi quando ele pegou uma espingarda em uma casa e deu um tiro no peito do Ecivaldo. Mas, não tem testemunha ou ninguém que possa confirmar essa informação. Ele foi interrogado e liberado em seguida”, disse o delegado.

Em março do ano passado, Rocha foi preso pela Polícia Militar de Sena Madureira suspeito de matar o irmão dele, Raimundo Nonato, de 42 anos. O crime teve as mesmas características e a vítima morreu após levar um tiro de espingarda, depois de uma discussão durante uma bebedeira.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Obter empréstimos