NOSSAS REDES

ACRE

URGENTE: Em Tarauacá, polícia prende ladrões ‘especializados’ no crime de abigeato; entenda

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

CRIMINOSOS FURTAVAM GADO DOS PRODUTORES, MATAVAM E COMERCIALIZAVAM NA CIDADE.

A prática criminosa ocorria no município de Tarauacá, interior do Acre.

Policiais Militares receberam um telefona de um pequeno produtor rural do Seringal Estirão da Cruz no Rio Tarauacá, dando conta de que criminosos estavam atirando e abatendo gado de sua propriedade. 
.
Antônio José (46 anos), contou à polícia que ao chegar do trabalho em sua colônia, encontrou sua residência arrombada e que vários bens de sua propriedade haviam sido furtados. Em seguida ouviu tiros e foi se socorrer na casa de um vizinho.
.
Logo observou que se tratava dos “piratas do rio” que estariam aterrorizando os ribeirinhos, matando gado, transportando em barcos e comercializando na cidade. Era por volta das 21 horas desta quinta feira quando Antônio decidiu descer até a cidade para mobilizar ajuda.
.
https://i2.wp.com/4.bp.blogspot.com/-2ZhiRpM7av8/XJ5PUmndgcI/AAAAAAAB2NA/-V85VgAW9xAiSV3sU9CE60kzwQwfQpDDwCEwYBhgL/s1600/piratassss.jpg?resize=740%2C556&ssl=1
.
A policia Militar montou uma campana às margens do Rio Tarauacá, na regão do pontão Petromelo e depois de mais de duas horas de espera, prendeu em flagrante os membros da quadrilha com a mão “na massa”.  
.
https://i1.wp.com/3.bp.blogspot.com/-yfPzlBiTrI4/XJ5PUiwCXHI/AAAAAAAB2NM/lx2ovIb3LBofpeHbgBXdq_qUrxV5RDBrACEwYBhgL/s1600/pitatalalalal.jpg?resize=740%2C556&ssl=1
.
Os “piratas” se deslocavam até a cidade para comercializar a carne, quando foram surpreendidos pela polícia. Alguns quiseram correr, mais, não escaparam do cerco e foram presos. No interior do barco e nas residências dos acusados, os “homens da lei” encontraram o material usado no abate dos animais além de armas de fogo, terçados, motor serra, motores de rabeta, etc.
.
Os “piratas” foram identificados como Uires do Nascimento Gomes, 18 anos, José Carlos Santos, 18 anos, Maikon de Lima, 28 nos e Neirivania de Lima, 22 anos. Um deles contou à polícia que a carne seria vendida para o proprietário de um açougue no Bairro da Praia. Muito produtores, vítimas desse grupo estavam vivendo com muito medo dessa ação criminosa. 
.
https://i0.wp.com/2.bp.blogspot.com/-laXAUStGox0/XJ5Pg8mEL4I/AAAAAAAB2NI/LvZDFbOaksoQjRg5BnJD1dhfNLqZAcugQCLcBGAs/s1600/piratas.jpg?resize=740%2C556&ssl=1
.
Todos foram entregues na Delegacia de Polícia do Município e estão sendo interrogados pela equipe do delegado Valdinei.
.
O QUE É O CRIME DE ABIGEATO
.
Abigeato é uma espécie de crime de furto que envolve a subtração de animais, principalmente domesticados, como animais de carga e animais para abate, no campo e fazendas. A captura de animais selvagens normalmente não é associada com o mesmo tipo penal.
.
Em outras palavras, é crime de furtos envolvendo animais do campo, destacando entre esses o gado. Tem por característica o fato de ser sempre praticado durante o período noturno, haja vista que a escuridão ou a pouca vigilância acaba por facilitar a execução do delito e também tornar difícil a identificação do agente praticante.
.
Por Acre.com.br, com informações do BlogdoAccioly.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Empresário de Tarauacá faz entrega de mascaras para pessoas da zona rural

Radialista José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Na manhã desta segunda-feira (01), O empresário Gilmar Torres que vem desenvolvendo atividades sociais no combate ao COVID-19 — deu continuidade as ações que já havia desenvolvendo durante a pandemia no município de Tarauacá-AC.

Depois de ajudar pessoas carentes com a distribuição de donativos , cestas básicas a pessoas de baixa renda durante o isolamento social e outras atividades, nessa manhã do dia primeiro junho, Gilmar fez uma campanha com distribuição de mascaras voltada as pessoas que residem na zona rural.

 

Segundo o empresário a maioria dos que residem na zona rural vêm nesse período do mês para receber seus benefícios , fazer compras — o que faz muitos deles virem a cidade, aumentando o fluxo de pessoas na rua. A medida de entrega de mascara é uma forma de conscientizar a população que não mora no centro urbano dos cuidados e os perigos do novo COVID-19.

 

Continue lendo

ACRE

Políticos adotam atitudes eleitoreiras durante a Covid-19 e matam a economia

Bakunin Acriano, o Eremita, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Eremita

Eis que saio de minha caverna e descubro que a população precisa seguir meu exemplo e realizar um longo isolamento. O motivo é a pandemia por coronavírus, diferente dos meus motivos que incluem a falta de paciência com político incompetente contando lorota.

Incompetência I

Falando em política incompetente, a prefeita Socorro Neri deu um tiro no próprio pé ao ter decretado rodízio. Críticas silenciosas choveram e a população que realmente move a economia de Rio Branco odiou. Agora, os eleitores precisam lembrar desse abuso de autoridade durante o pleito.

Incompetência II

Por falar em rodízio, você, meu único leitor, notou que houve uma explosão de casos notificados pela Covid-19 durante essa limitação determinada por numeração das placas dos veículos? Será que os casos aumentaram graças as aglomerações em terminais e coletivos?

“Pra-lamentar” I

Vereadores criticaram o presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, por cobrar das “excelências” mais atitudes. Os caras engravatados ficaram de mimimi, mostrando que eles são amadores e incompetentes. Eles, durante esta crise, não fizeram nada mesmo, nem reduziram os próprios gastos e nem cortaram os próprios salários para ajudar na contenção de despesas. Isso é “pra-lamentar”.

“Pra-lamentar” II

O desaforo também vai para os deputados que também não apitam nada. Apenas jogam para o público ideias mirabolantes, principalmente o comunista Edvaldo Magalhães, que na farra defendeu a suspensão do pagamento de empréstimos consignados por servidores. É preciso lembrar que o servidor não teve suspensão e não teve a redução dos salários. O resultado é que ele empurrou uma bomba para o povo, porque a legislação permite que os bancos cobrem juros e multas pela falta do pagamento. É muita atitude eleitoreira e incompetente.

Governador “Magrim”

Nosso governador Gladson Cameli, “o magrim”, está precisando de um bom caldo de feijão, está abatido, mas continua com atitudes eleitoreiras. Ele precisa lembrar que a eleição será realizada apenas em 2022. Assim não pode, magrim.

Reabertura

Essa reabertura dos comércios é necessária e urgente. Pena que falta articulação por parte do governo em garantir a retomada da economia. É sabido que para a retomada da economia é preciso ter vagas nos hospitais, mas a promessa de um hospital de campanha vem desde fevereiro.

Estou voltando a datilografar. Aguarde novos textos e notas semanais para apimentar nossa comuna.

Conheça Bakunin Acreano.

E-mail: bakunin.acreano@protonmail.ch

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias