NOSSAS REDES

ACRE

Deputado denuncia Hospital Regional do Juruá por assédio moral

PUBLICADO

em

O deputado Raimundinho da Saúde (PODE) denunciou na sessão desta quarta-feira (9) que os servidores do Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, estariam sofrendo assédio moral por parte da direção. O parlamentar afirma que recebeu um áudio de uma servidora chorando, denunciando que sofreu constrangimento e humilhação por parte da direção daquela unidade de saúde.

Resultado de imagem para hospital do Juruá

Resultado de imagem para hospital do Juruá

É lamentável que no hospital do Juruá esteja acontecendo esse tipo de coisa. Uma unidade de saúde tão importante, que obteve tantas conquistas, e que hoje é cenário para esse tipo de coisa. Assédio moral? Isso é muito grave. Acho que as freiras deveriam cuidar de outras coisas, porque humilhar trabalhador, constranger funcionário, aí já é demais”, disse o parlamentar.

Ainda de acordo com o deputado, a direção daquela unidade de saúde não faz nenhuma questão de dialogar com os servidores. “Uma funcionária me mandou um áudio chorando, relatando que ela foi constrangida a assinar um documento, e que se ela não assinasse ela seria tirada do trabalho. Isso é um absurdo, não podemos permitir esse tipo de covardia, de humilhação com o trabalhador. Que direção é essa que não faz questão de entrar num acordo com o servidor? Isso é um absurdo”, complementou.

Para Raimundinho da Saúde falta humildade por parte da direção da Associação Nossa Senhora da Saúde (Anssau). “Vou lá na próxima segunda-feira, conversar pessoalmente com os trabalhadores. Caso nada se resolva, nós faremos outra paralisação. Vou levar o Ministério Público lá. A Anssau não tem um pingo de humildade para lidar com o servidor. Por isso nós iremos até lá, não vou permitir que haja trabalho escravo naquele hospital”, concluiu. Por Mircléia Magalhães

Comentários

Comente aqui

Junte-se a 42.938 outros assinantes

MAIS LIDAS