NOSSAS REDES

ACRE

Acre é o estado com maior taxa de aprisionamento do país, mostra Monitor da Violência

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com uma população carcerária de 7.915 detentos, segundo os números mais recentes do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), o Acre aparece no Monitor da Violência como o estado que possui a maior taxa de aprisionamento do Brasil: 897 presos por cada 100 mil habitantes, proporcionalmente, o maior número de presos do que qualquer outro estado brasileiro. O número supera todos os 222 países que integram a lista, onde os Estados Unidos, que é o primeiro colocado, aparece com 655 presos a cada 100 mil pessoas.

Os números foram apresentados em recente evento que debateu os problemas do Acre e do Brasil, pela ouvidora da Defensoria Pública do Acre, Solene Oliveira. Ela destacou o trabalho do núcleo criminal do órgão, coordenado pelo defensor público, Cássio Holanda, onde também atua o defensor Luis Gustavo Medeiros.

Segundo ele, são atendidos uma média de 30 assistidos por dia na sede da Defensoria e uma média de 20 por semana na penitenciária Francisco de Oliveira Conde. “Os atendimentos são geralmente relacionados a direitos mínimos dos presos, como atendimento médico , trabalho interno e eventuais benefícios de progressão de regime.”, explicou.

Com uma população de 769.265 pessoas, de acordo com o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e 7.915 presos, o Acre tem pouco mais de 1% de seus habitantes encarcerados, proporcionalmente falando é o estado com a maior população carcerária do Brasil. Cerca de 70% são jovens, de 18 a 29 anos.

A taxa de aprisionamento no Acre, supera em muito o segundo estado colocado, que é o Espírito Santo com 580 presos para cada 100 mil habitantes. A Bahia aparece com a menor taxa do país, 105 presos a cada 100 mil habitantes.

O estudo foi feito Institute for Criminal Policy Research, da Universidade de Londres e a base de dados mais atualizada da “World Prison Brief”, foi divulgada no final do mês de maio.

Os números mostram que o Brasil é um dos países que mais prendem no mundo. São 704.395 presos hoje, o que, de acordo com o estudo, equivale a 335 encarcerados a cada 100 mil habitantes. O índice coloca o país na 26ª colocação na lista geral dos 222 países estudados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ACRE

Terça-Feira Quente E Seca No Acre

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

No Acre, tempo bom, quente e ensolarado, mas ventilado. Pequena probabilidade de ocorrem chuvas rápidas e pontuais em algumas áreas.
A umidade do ar mínima, durante a tarde, varia, entre 40 e 60%, no leste e no sul do estado, e, entre 45 e 65%, nas demais áreas.
Os ventos sopram, entre fracos e moderados, da direção noroeste e eventuais variações do norte.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre,mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil, Xapuri e Capixaba,mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Porto Walter, mínima, entre 20 e 22ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Marechal Thaumaturgo e Jordão, mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Tarauacá, Feijó e Santa Rosa do Purus, mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Acrelândia e Plácido de Castro, mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC

Continue lendo

ACRE

Rio Branco é segunda capital com maior número de condutores que usam celular ao volante

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Ministério da Saúde divulgou um estudo em que aponta que 19,5% da população das capitais do país usam o celular enquanto dirigem. Rio Branco ficou acima da média nacional, aparecendo em segundo lugar, junto com Cuiabá com 24% entre os condutores que mais usam o celular no trânsito, atrás apenas de Belém, com 24,1%.

Pessoas com idade entre 25 e 34 anos representam 25,1% do total de pessoas dirigem e usam celular. Os dados foram divulgados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), foram entrevistadas por telefone 52.395 pessoas, com mais de 18 anos, entre fevereiro e dezembro de 2018.

Estudo foi divulgado nesta segunda/Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As capitais que apresentaram o menor percentual de uso de celular durante no trânsito foram: Salvador com 14,2%, Rio de Janeiro com 17,2%, São Paulo com 17,4% e Manaus com 18,0%. A pesquisa abordou ainda três outros índices: direção e consumo abusivo de álcool; direção e consumo de qualquer dose de álcool e multa por excesso de velocidade.

Distrito Federal, Fortaleza e Porto Alegre foram as capitais em que o maior número de entrevistados afirmou ter recebido multa por excesso de velocidade, com 15,7%, 14,6% e 14,2% respectivamente. Do outro lado da tabela o destaque fica com a Região Norte, das 5 capitais com menores índices de multas, 4 são da região: Manaus (0,9%); Macapá (2,7%); Belém (5,9%); Campo Grande (7,0%) e Porto Velho (7,1%).

Já no quesito álcool e direção, os homens são os campeões em beber e dirigir. Dos 5,3% dos entrevistados que admitiram beber e dirigir, 9,3% são homens e somente 2% mulheres. A capital com maior número de condutores que consumiram bebida alcoolica e dirigiram foi Palmas, com 14,2% e a com menor número foi Recife, com 2,2%.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco