NOSSAS REDES

ACRE

Acre é o estado com maior taxa de aprisionamento do país, mostra Monitor da Violência

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com uma população carcerária de 7.915 detentos, segundo os números mais recentes do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), o Acre aparece no Monitor da Violência como o estado que possui a maior taxa de aprisionamento do Brasil: 897 presos por cada 100 mil habitantes, proporcionalmente, o maior número de presos do que qualquer outro estado brasileiro. O número supera todos os 222 países que integram a lista, onde os Estados Unidos, que é o primeiro colocado, aparece com 655 presos a cada 100 mil pessoas.

Os números foram apresentados em recente evento que debateu os problemas do Acre e do Brasil, pela ouvidora da Defensoria Pública do Acre, Solene Oliveira. Ela destacou o trabalho do núcleo criminal do órgão, coordenado pelo defensor público, Cássio Holanda, onde também atua o defensor Luis Gustavo Medeiros.

Segundo ele, são atendidos uma média de 30 assistidos por dia na sede da Defensoria e uma média de 20 por semana na penitenciária Francisco de Oliveira Conde. “Os atendimentos são geralmente relacionados a direitos mínimos dos presos, como atendimento médico , trabalho interno e eventuais benefícios de progressão de regime.”, explicou.

Com uma população de 769.265 pessoas, de acordo com o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e 7.915 presos, o Acre tem pouco mais de 1% de seus habitantes encarcerados, proporcionalmente falando é o estado com a maior população carcerária do Brasil. Cerca de 70% são jovens, de 18 a 29 anos.

A taxa de aprisionamento no Acre, supera em muito o segundo estado colocado, que é o Espírito Santo com 580 presos para cada 100 mil habitantes. A Bahia aparece com a menor taxa do país, 105 presos a cada 100 mil habitantes.

O estudo foi feito Institute for Criminal Policy Research, da Universidade de Londres e a base de dados mais atualizada da “World Prison Brief”, foi divulgada no final do mês de maio.

Os números mostram que o Brasil é um dos países que mais prendem no mundo. São 704.395 presos hoje, o que, de acordo com o estudo, equivale a 335 encarcerados a cada 100 mil habitantes. O índice coloca o país na 26ª colocação na lista geral dos 222 países estudados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat