NOSSAS REDES

ACRE

Condenado há 50 anos pela morte de bebê pega mais 12 anos por morte de homem no Acre

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Após ser condenado a mais de 50 anos pela morte do pequeno Thayson Júnior de Holanda, de 1 ano e 8 meses, Talisson de Souza Teixeira recebeu mais uma sentença por homicídio na última quinta-feira (11).

Em nova decisão do Tribunal do Júri, Teixeira foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado.

Dessa vez, Teixeira foi condenado pela morte de Deyvide da Silva Cavalcante, de 28 anos. A vítima morreu no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) no dia 13 de fevereiro de 2017, após ser atingida por ao menos três tiros. O crime ocorreu na rua Uirapuru, no bairro Cidade Nova em Rio Branco.

Conforme a Polícia, Cavalcante foi atingido por um disparo de arma de fogo no braço e outros dois tiros na altura do peito.

Ao G1, o advogado do acusado, Otoniel Turi, informou que a defesa não vai recorrer da decisão e que Teixeira confessou o crime.

“Não sei se o Ministério Público vai recorrer, mas nós não vamos. Ele assumiu a autoria do crime espontaneamente. Está preso há quase dois anos. Já tem essa condenação de 50 anos pela morte da criança, foi até recorrido pelo advogado da época, mas o tribunal manteve a decisão e esses anos agora por último são em regime fechado também”, disse o advogado.

Talisson de Souza Teixeira já havia sido condenado a mais de 50 anos por morte de criança — Foto: Aline Nascimento/G1

*⚡Morte da criança*

Teixeira já havia sido condenado a 50 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão, em regime inicial fechado pela morte de Thayson com um tiro na cabeça.

O crime ocorreu na Rua Progresso, bairro Cadeia Velha, no dia 25 de fevereiro de 2017. Além da criança, um rapaz de 19 anos foi baleado e levado para o hospital na época. A criança dormia em uma rede em um da frente da casa onde morava quando foi atingida.

Conforme o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), Teixeira confessou a participação no crime com outras pessoas pertencentes a uma facção criminosa. De acordo com o acusado, eles efetuaram vários disparos de arma de fogo contra uma casa que seria de um integrante de facção rival.

Teixeira foi condenado por porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio contra duas pessoas que estavam no interior da casa, e pelo homicídio da criança. Ele foi absolvido do crime de corrupção de menores e não vai poder recorrer em liberdade

ACRE

Polícia Civil deflagra “Operação Mirante” em Rio Branco

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais de 30 quilos de drogas apreendidos durante a ação
A Polícia Civil deflagrou manhã desta quinta-feira (25) a “Operação Mirante”, implementada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes. Ao todo, foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, com 16 pessoas presas por tráfico e organização criminosa em Rio Branco.
De acordo com a polícia, cerca de 90 agentes trabalharam na operação que culminou na apreensão de 30 quilos de maconha e três quilos de cocaína pura, além de 64 pacotes de uma droga rara: o Skank. Muito consumida no centro-sul e sudeste do país, o Skank possui o princípio ativo da maconha.
Ainda durante a ação, os agentes conseguiram apreender 3 armas de fogo, munição, celulares, mais de 2 mil reais em espécie, balança de precisão e material para embalagem da droga.

INFORMAÇÕES DE Agazeta.net

Continue lendo

ACRE

Com todo efetivo nas ruas, operação da PM prende seis e apreende armas em cidades do AC

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Na Operação Tiradentes, realizada durante 24 horas em cindo cidades do interior do Acre, a PM fez mais de 700 abordagens e 16 ocorrências. Na ação, que encerrou na manhã desta quinta-feira (25), os policiais apreenderam duas armas de fogo e conduziram seis pessoas para a delegacia.

A ação, realizada pelo 6º Batalhão da Polícia Militar (6ºBPM), foi realizada nas cidades de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo. A operação faz parte de uma operação que marca o aniversário da Polícia Militar no Brasil. Nos cinco municípios acreanos, todo o efetivo da PM local foi empregado para combater as ações criminosas.

Foram 24 horas de abordagens em bares, ruas e em locais de alto índice de violência. As ações também se estenderam para comunidades rurais e ribeirinhas. Nas abordagens a motoristas, dois condutores foram levados para a delegacia ao serem flagrados dirigindo sem habilitação.

Por meio de informações anônimas, dois homens foram presos depois de serem encontrados com armas de fogo, uma delas de fabricação caseira. Ainda na operação, os policiais cumpriram um mandado de prisão e outro homem foi preso em flagrante depois de praticar um furto.

Todas as ocorrências foram registradas apenas em Cruzeiro do Sul. Nas outras cidades não houve nenhuma prisão e a operação ocorreu sem o registro de casos de violência.

Além das ações repressivas, os policiais também ministraram palestras nas escolas e promoveram atividades de orientação nas ruas das cinco cidades.

“Nossa avaliação é bem positiva. A operação nos deu a consciência do potencial que o batalhão tem com o emprego de todo seu efetivo e tornou o dia bem mais tranquilo nessas cidades com as ações preventivas e de repressão à criminalidade. Considerando que conseguimos evitar qualquer ocorrência de natureza mais grave nesse período”, avalia o representante do comando do 6º BPM, aspirante Robson Belo.

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco