NOSSAS REDES

ACRE

Contrariando declarações de Gladson, diretor do Depasa descarta “máfia” no órgão

Folha do Acre, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Contrariando as declarações do governador Gladson Cameli (PP) de que haveria fraudes dentro do Departamento Estadual de Saneamento e abastecimento (Depasa), o diretor do orgão, Zenil Chaves, afirmou que não vê motivos para suspeitar de algum servidor e descartou a possibilidade de fraudes.

As declarações de Cameli sobre suspeitas da existência de uma “máfia” no Depasa foram dadas na última segunda-feira (1) durante uma entrevista de rádio quando citou que considera a possibilidade de servidores estarem boicotando o sistema de abastencimento de água para favorecer empresas de carros-pipa.

Zenil Chaves afirmou, em entrevista à TV Gazeta, que o Depasa conta praticamente com mil pessoas trabalhando, que considera ético o trabalho dos profissionais e que trabalha com a possibilidade das falhas no abastecimento terem sido fruto de erros não intencionais.

“Eu ouvi de pessoas de chegar a fazer manobras, ir para casa, na hora de deitar lembrar-se de ter feito errado e voltar para consertar. Às vezes acontecem erros que de qualquer maneira prejudica o bairro, mas o camarada não fez por querer, mas não posso dizer que tem pessoas nos sacaneando, não posso falar isso de maneira nenhuma”, concluiu o diretor-presidente do Depasa, Zenil Chaves.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat