NOSSAS REDES

ACRE

Criança vitima de explosão de barco necessita de aspirador para traqueostomia

Juruá Online, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Quase dois meses após a explosão do barco no Rio Juruá, que vitimou 18 pessoas, o pequeno Paulo Vitor Ferreira, de 04 anos, que realiza tratamento no Hospital de Belo Horizonte deverá receber alta nos próximos dias. Atualmente, o menino está realizando sua respiração, através do procedimento de traqueostomia. O aparelho que fica na traqueia necessita ser limpo constantemente com um aspirador apropriado.

Os médicos orientaram a família a necessidade de ter um aspirador cirúrgico de secreção portátil  junto da criança. O aparelho custa aproximadamente R$500.

Os profissionais de BH estão em contato com a saúde do Acre para saber se existe um aparelho deste tipo para disponibilizar para o menino, mas caso não exista será necessário que a família faça a aquisição. De acordo com o primo de Paulo Vitor, Hideilson de Araújo, de 26 anos, que acompanha todo o tratamento, a criança necessita deste aparelho para receber alta, e poder manter os cuidados necessários.

“A saúde dele está bem melhor, em relação ao que já passou. Ele estava muito abalado psicologicamente, mas a irmã dele foi mandada para cá, ele reconheceu ela e o tratamento evoluiu. Como ele passou muito tempo isolado, estava tendo alucinações, batia a cabeça. Depois foi tirado do isolamento, levado para UTI, onde tinha mais pacientes. Será muito bom para ele ter essa alta médica”, contou o primo.

De acordo com o Hideilson, nos últimos exames realizados com Paulo Vitor foi constatado que a via respiratória estava 100% fechada, não tendo possibilidade de retirar o aparelho que possibilita a respiração pela traqueia no momento. A criança já teve a sonda retirada, já está comendo normalmente e as queimaduras apresentam melhoras significativas, após passar por pelo menos seis cirurgias.

Das vítimas da explosão com o barco, quatro delas seguem internadas, sendo o menino de quatro anos, o dono do barco que encontra-se na UTI, e outros dois na enfermaria.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat