NOSSAS REDES

ACRE

Dois meses após 1ª morte por Covid-19, Acre contabiliza 201 óbitos e 7.525 casos da doença

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Nas últimas 24 horas, houve um aumento de 241 casos novos da doença. Estado contabiliza ainda 3.616 pessoas curadas.

Em dois meses, as mortes por Covid-19 no Acre saíram de 1 para 201, segundo aponta o boletim da Secretaria de Saúde do estado (Sesacre). De acordo com os dados deste sábado (6), o Acre também registrou 241 casos novos da doença, fazendo o número saltar de 7.284 para 7.525. Nas últimas 24 horas, o estado também atestou a morte de mais onze pessoas.

Há ainda 471 exame, aguardando o resultado no Lacen e Marieux. Já são 3.616 curados da doença em todo o estado. O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril.

A primeira morte pela doença no estado foi confirmada em 6 de abril. Antônia Holanda, de 79 anos, morreu na UPA do Segundo Distrito três dias depois de ter sido internada. No dia da primeira morte, o Acre ainda contabilizava menos de 50 casos da doença.

A taxa de contaminação no estado vem em um ascendente subida com índice de 853,2 casos para cada 100 mil habitantes. O primeiro caso do município de Jordão foi confirmado na quarta-feira (3), assim, todas as 22 cidades do Acre registram casos da doença.

Os leitos de UTI específicos para Covid-19 estão concentrados em Rio Branco e Cruzeiro do Sul. São, ao todo, 48 leitos para atender pacientes graves no estado. Neste sábado (6), 42 deles estavam ocupados, uma taxa de ocupação de 87,5%.

Números

A maioria das mortes ocorre no sexo masculino. Das 201 mortes, 123 (61%) foram de homens e 78 (39%) de mulheres. Além disso, das vítimas, 70% apresentavam algum tipo de comorbidade, segundo a Saúde. Além disso, 135 vítimas, sendo 62% do total, tinham mais de 60 anos.

Até este sábado, o Acre já fez 17.486 exames, sendo que 9.490 foram descartados, 7.525 confirmados e mais 471 seguem em análise.

As cidades com a maior taxa de contaminação são:

  • Cruzeiro do Sul – 1.111,2;
  • Rio Branco – 1.101,3
  • Acrelândia – 1.081,5
  • Plácido de Castro – 1037,4
  • Tarauacá – 866,9

Casos de Covid-19 por cidades

CIDADENº DE CASOS NO TOTALNOVOS CASOS
Acrelândia1650
Assis Brasil593
Brasileia11521
Bujari723
Capixaba643
Cruzeiro do Sul982102
Epitaciolândia900
Feijó352
Jordão43
Mâncio Lima678
Manoel Urbano191
Marechal Thaumaturgo1036
Plácido de Castro2054
Porto Acre1214
Rio Branco4.48638
Rodrigues Alves367
Santa Rosa do Purus461
Sena Madureira2513
Senador Guiomard1501
Porto Walter20
Tarauacá36923
Xapuri848
TOTAL7.525241
 

ACRE

Bicho-preguiça é flagrado por jornalista atravessando rua movimentada de Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Animal atravessava a Rua Paulo Lemos de Moura Leite, no bairro Portal da Amazônia, nesta segunda (13).

Um bicho-preguiça foi flagrado na manhã desta segunda-feira (13), na Rua Paulo Lemos de Moura Leite, bairro Portal da Amazônia, em Rio Branco, que dá acesso à BR-364 e é bastante movimentada. O flagrante foi feito pelo o jornalista Elenilson Oliveira, que retornava de uma pauta na região.

Nas imagens, o animal aparece atravessando a rua lentamente enquanto carros, ciclistas e motociclistas passam na rua. A preguiça conseguiu terminar o trajeto sem se machucar e entrou em uma mata.

Animal foi flagrado atravessando rua de Rio Branco na manhã desta segunda (13) — Foto: Elenilson Oliveira/Arquivo pessoal

Animal foi flagrado atravessando rua de Rio Branco na manhã desta segunda (13) — Foto: Elenilson Oliveira/Arquivo pessoal

“Estava voltando de uma pauta no Batalhão Ambiental quando vi. Já tinha uma caminhonete parada filmando e do outro lado tinha um negócio estranho. Achei que era um bicho morto, mas se mexeu e percebi que era uma preguiça. Parei o carro também e fui filmar. Ela estava do outro lado, atravessou, entrou na mata e foi embora”, relatou ao G1 o jornalista.

Com a rua bastante movimentada, Oliveira disse que o primeiro carro a parar ligou o alerta do veículo para chamar à atenção dos demais motoristas e evitar que o animal fosse atropelado.

“Chama atenção um carro parado com o alerta ligado, eu parei também e ela foi protegida”, concluiu.

Continue lendo

ACRE

Número de mortes por Covid-19 chega a 430 e Acre tem mais 16,2 mil infectados pela doença

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Número de mortes por Covid-19 chega a 430 e Acre tem mais 16,2 mil infectados pela doença — Foto: Dhárcules Pinheiro/Arquivo pessoal

Mais 70 casos foram confirmados nas últimas 24 horas. O estado já tem 9.265 pessoas recuperadas.

capa: Número de mortes por Covid-19 chega a 430 e Acre tem mais 16,2 mil infectados pela doença — Foto: Dhárcules Pinheiro/Arquivo pessoal.

O número de mortos por Covid-19 chegou a 430 nesta segunda-feira (13) no Acre. O boletim da Secretaria Estadual do Acre (Sesacre) contabiliza mais quatro mortes em 24 horas e mais 70 pessoas infectadas pelo coronavírus. Assim os casos confirmados saíram de 16.190 para 16.260.

Das mortes, três foram em Rio Branco e uma em Tarauacá. Das 22 cidades, apenas Porto Walter não registra morte pela doença.

Há ainda 123 exames aguardando o resultado nos laboratórios Lacen e Mérieux. Os dados do boletim mostram ainda que há 9.265 pessoas recuperadas no estado, 57% do total.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, mantendo uma taxa de 1.844 casos para cada 100 mil habitantes e letalidade de 2,6%.

A taxa de ocupação nos leitos de UTI específicos para tratar casos graves de Covid-19 é de 77% neste sábado. Das 56 vagas, 43 estão ocupadas. Dos leitos, 10 vagas são em Cruzeiro do Sul e 46 em Rio Branco.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia30
Assis Brasil50
Brasileia70
Bujari40
Capixaba71
Cruzeiro do Sul390
Epitaciolândia60
Feijó80
Jordão10
Mâncio Lima40
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro60
Porto Acre100
Rio Branco2943
Rodrigues Alves40
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira60
Tarauacá101
Xapuri40
Senador Guiomard70
Manoel Urbano20
Total4304

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias