NOSSAS REDES

CAPA

Duas tentativas de homicídios neste domingo dão entrada no Hospital Wildy Viana

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mesmo com a intensidade do efetivo policial na fronteira do Acre em combater o crime, dois casos de tentativa de homicídios foram registrados na cidade de Epitaciolândia, durante o dia deste domingo, dia 13. Os trabalhos de socorro foram realizados pelas equipes do Samu e Bombeiros.

O primeiro caso aconteceu por volta das 14 horas, no Bairro da Glória. A vítima identificada como Charles Venâncio Magalhães, 18 anos, foi alvejado por cerca de três tiros. Milagrosamente, o jovem foi atingido na axila, tendo projétil transpassado o músculo; o segundo teria acertado no úmero e o quebrado o osso; o terceiro na região do quadril, e chegou com vida no hospital.

As autoridades estiveram no local, mas, não conseguiu muitas informações, devido o medo dos populares em se envolver com grupos de facções criminosas. Tudo leva a crer que foi uma tentativa de acerto de contas. Charles foi transferido para a Capital, onde passaria por cirurgia no braço e não corre risco de morte.

Por volta das 18 horas, próximo a praça em frente a sede da PF, um homem foi ferido por arma branca (faca), identificado como Carlos A. Roberto Carneiro, de 30 anos, estaria bebendo em um dos bares existente próximo à praça.

Foi quando populares chamaram os socorristas do Bombeiros para resgatar o homem que estava caído com o ferimento na perna direita. Constatado o ferimento, Carlos que apresentava visível estado de embriagues alcoólica, também foi levado para o hospital de Brasiléia, onde recebeu os primeiros socorros e ficaria em observação.

O caso está sendo investigado pelas autoridades e se acredita, que a vítima teria se metido em alguma confusão na bebedeira que terminou na agressão por arma branca. Este também não corrido risco de morte.  oaltoacre

CAPA

Lei da focinheira continua não sendo cumprida em Tarauacá

José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Em todos lugares é normal que as pessoas levem seus bichinhos de estimação para passear, ou até mesmo para fazer-lhes companhia em uma leve caminhada no final de tarde, entretanto, tem que haver algumas precauções, principalmente, em relação a cães de raças considerados imprevisíveis; como Doberman, Pit Bull, Rottweiler entre outros.

No ano de 2014  uma Lei Municipal, de autoria do Ex-Vereador Marlindo Pinheiro foi sancionado pelo então prefeito Rodrigo Damasceno que proíbe esses animais de circularem nas vias públicas do município sem o uso da focinheira. Infelizmente poucas pessoas têm consciência e cumprem a Lei Municipal.

É só ir a Avenida Tancredo Neves por volta das 17h em diante, horário em que os cidadãos saem  para fazerem suas caminhadas que, é possível  ver vários garotos andando livremente com seus cães sem o uso da focinheira, colocando em risco a vida de quem trafega na calçada da referida avenida.   

Até o momento não foi definido pelo o poder público qual órgão é responsável pela fiscalização da lei municipal que é descumprida diariamente.

 

Continue lendo

CAPA

Senador americano comemora cancelamento de Bolsonaro: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O senador democrata americano, Brad Hoylman‏, comemorou, na noite desta sexta-feira (3), através de sua conta do Twitter, a desistência do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em ir à cidade de Nova Iorque receber o prêmio de ‘Personalidade do Ano’: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”, escreveu o senador.

“VITÓRIA: Enfrentamos o presidente homofóbico do Brasil Jair Bolsonaro e vencemos. De acordo com as notícias vindas do Brasil, ele se retirou do evento no Marriott Marquis e cancelou sua viagem aos EUA. O ódio não tem lugar em Nova York.”

Inúmeros protestos

Depois de inúmeras polêmicas, o presidente Jair Bolsonaro decidiu, nesta sexta-feira (3), cancelar sua viagem a Nova Iorque para participar de um evento da Câmara de Comércio Brasil-EUA em que seria homenageado.

O evento está previsto para acontecer no dia 14 de maio.

A decisão de Bolsonaro vem após uma intensa campanha contra sua presença na cidade. Tudo começou quando o Museu Americano de História Natural desistiu de emprestar sua sede para o jantar após receber críticas da comunidade acadêmica.

Na sequência, o prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, do Partido Democrata, disse que Bolsonaro não era bem vindo à cidade e o chamou de racista, homofóbico e destrutivo. A fala do prefeito veio quase que ao mesmo tempo do anuncio do restaurante de luxo Cipriani Hall, sondado pelos organizadores do evento como segunda opção, se recusando a sediar a homenagem.

Nesta semana, o senador democrata Brad Holyman promoveu um abaixo assinado e subiu a tag #CancelBolsonaro no Twitter para buscar adesão ao boicote da homenagem ao “homofóbico notório”.

INFORMAÇÕES REVISTA FORUM

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Fale conosco