NOSSAS REDES

CAPA

Após chuvas, igarapé transborda e enxurrada atinge 100 casas de bairro em Rio Branco

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Bombeiros fizeram vistoria em bairro neste domingo (13) para verificar situação das casas e alertar famílias do bairro Hélio Melo.

Cheia súbita de igarapé causou uma enxurrada e atingiu diretamente ao menos 100 casas e 500 pessoas — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre

Os moradores do bairro Hélio Melo, em Rio Branco, viveram momentos de tensão após o Igarapé Batista transbordar devido à forte chuva registrada na capital acreana no sábado (12). Conforme o Corpo de Bombeiros a cheia súbita do manancial causou uma enxurrada e atingiu diretamente ao menos 100 casas e 500 pessoas.

Várias ruas do bairro foram tomadas pelas águas incluindo as ruas Milton Campos, Santa Rosa, Padre Cícero, Botafogo e Feijó.

O coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, coronel George Santos, relatou que teve uma quantidade muito grande de chuva nas últimas 24 horas na capital, o que acabou causando a elevação dos igarapés Batista e São Francisco e por isso houve o transbordamento.

“O Igarapé Batista já estava com uma elevação mais rápida desde a chuva registrada na última quarta (9) quando choveu 89 milímetros. A enxurrada é um processo rápido, pois sobe muito rápido, mas a água desce horas depois, diferente de uma cheia do Rio Acre, pois o igarapé é um curso de menor porte”, explicou.

O coronel falou ainda que há uma ocupação de várias casas às margens do igarapé o que acaba deixando as famílias vulneráveis a esse tipo de ocorrência. As famílias atingidas saíram para casas de parentes.

“Infelizmente as famílias ficam com um risco maior quando ocorrem esses eventos extremos de chuvas, pois a água invade as casas muito mais rapidamente. Como muitas famílias já convivem com esse processo algumas acabam elevando os utensílios domésticos e saem de casa para ficar com parentes”, relata.

Neste domingo (13) uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local para fazer uma vistoria nas residências. O major Cláudio Falcão disse que dos 15 municípios que são monitorados in loco foram registradas chuvas em 12.

“Não monitoramos in loco alguns municípios do interior e fazemos a leitura dos dados por satélite. Assim, com os dados de satélite, podemos concluir que choveu em 18 cidades acreanas, ao todo”, afirma.

G1/Acre

CAPA

Lei da focinheira continua não sendo cumprida em Tarauacá

José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Em todos lugares é normal que as pessoas levem seus bichinhos de estimação para passear, ou até mesmo para fazer-lhes companhia em uma leve caminhada no final de tarde, entretanto, tem que haver algumas precauções, principalmente, em relação a cães de raças considerados imprevisíveis; como Doberman, Pit Bull, Rottweiler entre outros.

No ano de 2014  uma Lei Municipal, de autoria do Ex-Vereador Marlindo Pinheiro foi sancionado pelo então prefeito Rodrigo Damasceno que proíbe esses animais de circularem nas vias públicas do município sem o uso da focinheira. Infelizmente poucas pessoas têm consciência e cumprem a Lei Municipal.

É só ir a Avenida Tancredo Neves por volta das 17h em diante, horário em que os cidadãos saem  para fazerem suas caminhadas que, é possível  ver vários garotos andando livremente com seus cães sem o uso da focinheira, colocando em risco a vida de quem trafega na calçada da referida avenida.   

Até o momento não foi definido pelo o poder público qual órgão é responsável pela fiscalização da lei municipal que é descumprida diariamente.

 

Continue lendo

CAPA

Senador americano comemora cancelamento de Bolsonaro: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O senador democrata americano, Brad Hoylman‏, comemorou, na noite desta sexta-feira (3), através de sua conta do Twitter, a desistência do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em ir à cidade de Nova Iorque receber o prêmio de ‘Personalidade do Ano’: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”, escreveu o senador.

“VITÓRIA: Enfrentamos o presidente homofóbico do Brasil Jair Bolsonaro e vencemos. De acordo com as notícias vindas do Brasil, ele se retirou do evento no Marriott Marquis e cancelou sua viagem aos EUA. O ódio não tem lugar em Nova York.”

Inúmeros protestos

Depois de inúmeras polêmicas, o presidente Jair Bolsonaro decidiu, nesta sexta-feira (3), cancelar sua viagem a Nova Iorque para participar de um evento da Câmara de Comércio Brasil-EUA em que seria homenageado.

O evento está previsto para acontecer no dia 14 de maio.

A decisão de Bolsonaro vem após uma intensa campanha contra sua presença na cidade. Tudo começou quando o Museu Americano de História Natural desistiu de emprestar sua sede para o jantar após receber críticas da comunidade acadêmica.

Na sequência, o prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, do Partido Democrata, disse que Bolsonaro não era bem vindo à cidade e o chamou de racista, homofóbico e destrutivo. A fala do prefeito veio quase que ao mesmo tempo do anuncio do restaurante de luxo Cipriani Hall, sondado pelos organizadores do evento como segunda opção, se recusando a sediar a homenagem.

Nesta semana, o senador democrata Brad Holyman promoveu um abaixo assinado e subiu a tag #CancelBolsonaro no Twitter para buscar adesão ao boicote da homenagem ao “homofóbico notório”.

INFORMAÇÕES REVISTA FORUM

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Fale conosco