NOSSAS REDES

ACRE

Exclusivo: Policial que atropelou casal cumpria medida cautelar por morte de criança no Preventório

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O acidente de trânsito, que matou Silvinha Pereira da Silva de 38 anos,  não é o primeiro caso envolvendo o policial militar Alãn Melo Martins.

Um laudo do Instituto de Criminalística da Polícia Civil, comprovou que era,  o cabo A.Martins, nome de guerra do militar,  que manuseava o fuzil, que partiu  o tiro  que atingiu a estudante Maria Cauane da Silva de 11 anos.

O caso aconteceu no dia 14 de Maio do ano passado, durante uma ação do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, na região do Preventivo.

O laudo de micro comparação balística, anexado a ação penal, atestou que o  fragmento de projetil,  que matou a Maria Cauana, saiu da arma, que estava cautelada pelo o policial.

A perícia atestou, que a munição após atingir um obstáculo (madeira) espedaçou-se e, um fragmento feriu a menina, que estava na varanda da casa de uma vizinha com colegas.

Maria Cauane, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Um ano e quatro dias depois, o policial voltou a se envolver em outro fato,  que acabou de forma trágica.

O policial Alan Melo Martins, era o condutor do veículo, que atropelou um casal, que trafegava numa motocicleta pela a Estrada Dias Martins.

O acidente aconteceu na tarde do último sábado. As vítimas chegaram a ser socorridas, mas Silvinha Pereira da Silva de 38 anos, que estava na garupa da motocicleta, não resistiu aos ferimentos e, morreu no último domingo, no pronto socorro de Rio Branco.

O marido, Silvinha, José da Silva e Silva de 43 anos, continua internado. De acordo com informações, ele corre o risco de ter umas das pernas amputados. Por conta  do caso do preventório o cabo A.Martins, cumpria medidas cautelares, entre elas, não ingerir bebida alcoólica e  não se envolver em confusão

Ecoacre.net

ACRE

Tenente da PM do Acre que se trata de câncer escreve livro de alerta para as mulheres

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Transformando a dor em alegria. Este é o título do livro que a tenente da Polícia Militar do Acre, Inês Melo, que se trata de um câncer de mama em São Paulo, escreve, para lançar no próximo ano.

Entre as sessões de quimioterapia, Inês vai escrevendo os capítulos do livro. Trocou a pergunta comum nestes casos: “por quê eu?” para “o que fazer com isso?” Como resposta resolveu esclarecer as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento. Também pretende dar palestrar sobre o tema, alcançando principalmente as mulheres mais simples.

Ela descobriu o câncer no seio no ano passado, tirou a mama e faz quimioterapia no Hospital de Amor, em Barretos, interior de São Paulo. Atualmente a oficial aposentada mora em São José do Rio Preto, para ficar mais próxima do local de tratamento.

A cada ano, cerca de 56 mil mulheres são acometidas pelo câncer de mama no Brasil. Ao se ver como parte da estatística, Inês, tem o objetivo de alertar as mulheres para a importância da prevenção por meio de mamografia.

“Eu sou pedagoga, uma mulher esclarecida. Faço mamografia todo ano e nesse intervalo surgiu esse tumor. Estão quero dizer nesse livro da importância dos exames e que o Hospital do Amor é o local onde há toda a possibilidade de tratamento. No livro conto um pouco do que tenho visto, como mulheres abandonadas pelos maridos nessa hora difícil, conto sobre ficar sem cabelo, sobre a auto estima, importância da prevenção, diagnostico precoce, tratamento, fé, a dor de morrermos e renascermos e a importância de um hospital com referências – hospital de amor”.

Continue lendo

ACRE

Nicolau Júnior recebe medalha Tiradentes, maior comenda da PM

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante visita ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito Alferes Joaquim José da Silva Xavier, chamada de Tiradentes, da Polícia Militar do Estado do Amazonas, a mais alta comenda da corporação que é concedida pelo governo do Estado às autoridades civis que prestam relevantes serviços à Polícia Militar.

O objetivo da medalha é prestar o devido reconhecimento aos policiais militares do Estado do Amazonas que se destacaram no exercício de suas funções.

A honraria também é destinada a condecorar cidadãos que contribuíram de forma relevante com as atividades desempenhadas pela Polícia Militar e, consequentemente, para a segurança pública do AM.

O parlamentar também agraciado com o Diploma Histórico do Clube do Tiradentes. “É uma honra como cidadão e como parlamentar receber este reconhecimento de uma corporação reconhecida como a Polícia Militar do Amazonas, que existe para zelar pelo bem estar da população. Parabéns a todos que fazem parte dessa importante corporação”, disse o deputado.

Agência Aleac

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias