NOSSAS REDES

ACRE

Exclusivo: Policial que atropelou casal cumpria medida cautelar por morte de criança no Preventório

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O acidente de trânsito, que matou Silvinha Pereira da Silva de 38 anos,  não é o primeiro caso envolvendo o policial militar Alãn Melo Martins.

Um laudo do Instituto de Criminalística da Polícia Civil, comprovou que era,  o cabo A.Martins, nome de guerra do militar,  que manuseava o fuzil, que partiu  o tiro  que atingiu a estudante Maria Cauane da Silva de 11 anos.

O caso aconteceu no dia 14 de Maio do ano passado, durante uma ação do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar, na região do Preventivo.

O laudo de micro comparação balística, anexado a ação penal, atestou que o  fragmento de projetil,  que matou a Maria Cauana, saiu da arma, que estava cautelada pelo o policial.

A perícia atestou, que a munição após atingir um obstáculo (madeira) espedaçou-se e, um fragmento feriu a menina, que estava na varanda da casa de uma vizinha com colegas.

Maria Cauane, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Um ano e quatro dias depois, o policial voltou a se envolver em outro fato,  que acabou de forma trágica.

O policial Alan Melo Martins, era o condutor do veículo, que atropelou um casal, que trafegava numa motocicleta pela a Estrada Dias Martins.

O acidente aconteceu na tarde do último sábado. As vítimas chegaram a ser socorridas, mas Silvinha Pereira da Silva de 38 anos, que estava na garupa da motocicleta, não resistiu aos ferimentos e, morreu no último domingo, no pronto socorro de Rio Branco.

O marido, Silvinha, José da Silva e Silva de 43 anos, continua internado. De acordo com informações, ele corre o risco de ter umas das pernas amputados. Por conta  do caso do preventório o cabo A.Martins, cumpria medidas cautelares, entre elas, não ingerir bebida alcoólica e  não se envolver em confusão

Ecoacre.net

ACRE

Empresário que perdeu o controle do carro e colidiu em carreta pode ter sido vítima de AVC

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O empresário Amarildo Campos Coelho, de 47 anos, que colidiu com seu carro em uma carreta na última quarta-feira (19) e foi à óbito pode ter sido vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). Essa é uma das hipóteses levantadas por paramédicos que socorreram Campos no local do acidente.

Com o suposto acidente vascular o pé direito do empresário pode ter ficado preso ao acelerador. De acordo com peritos que estiveram no local, o ponteiro de velocidade travou marcando 180 km/h. O carro que Campos conduzia era um Honda Civic, ficou totalmente destruído.

A revelação da suspeita de AVC foi feita por parentes do empresário na manhã de hoje (22), durante reabertura de uma de suas principais lojas de supermercados na Vila Acre. Ainda de acordo parentes, Campos já tinha apresentado um princípio de AVC meses antes do acidente.

Com o impacto da colisão com uma carreta, o corpo da vítima ficou preso às ferragens e foi retirado por homens do Corpo de Bombeiros, em seguida resgatado por peritos do Instituto Médico Legal – IML.

Continue lendo

ACRE

Três corpos foram encontrados após naufrágio de barco no Rio Juruá; duas crianças estão desaparecidas

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os corpos de três passageiros que estavam na embarcação que naufragou no Rio Juruá, no interior do Amazonas, foram resgatados na noite desta sexta-feira (21). Duas crianças, de dois e três anos, seguem desaparecidas. O acidente aconteceu nas proximidades do município de Carauari, a 788 km de distância de Manaus, na noite de quarta-feira (19).

O resgate foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a coorporação, foram encontrados os corpos de uma idosa de 82 anos, um homem de 22, e a mãe das duas crianças que seguem desaparecidas.

Equipes de resgate que atuam na área do naufrágio seguem os trabalhos em busca dos dois irmãos desaparecidos. Eles viajavam com a mãe, morta, e uma irmã, resgatada com vida na quinta-feira. O barco, com 97 pessoas, saiu de Manaus no dia 13 de junho e deveria chegar a Carauari na quinta-feira.

Os três corpos encontrados chegaram à sede da cidade de Carauari na madrugada deste sábado. Todos são velados ao mesmo tempo no Ginásio Vivaldino Cardoso Viana, que fica no centro do município.

Após o velório, familiares da mãe querem transferir o corpo da jovem para ser sepultado em Manaus.

Nesta sexta-feira um passageiro foi resgatado com vida por pescadores da região. O barco saiu de Manaus no dia 13 de junho e deveria chegar a Carauari na quinta-feira (20). Havia 97 passageiros na embarcação, que naufragou nas proximidades da comunidade do Bacaba.

São aproximadamente três horas de distância entre a sede da cidade e o local onde o houve o naufrágio, em região remota do Rio Juruá.

O GLOBO

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco