NOSSAS REDES

ACRE

Folha relata que Fábio Assunção passa Carnaval com índios no Acre, dorme na rede e experimenta o rapé

Folha de São Paulo, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Cacique da aldeia dos Shanenawa relata visita do ator a jornal local.

Durante o Carnaval, o ator Fábio Assunção, 47, fugiu da folia agitada do Rio e de Salvador para conhecer os índios da tribo Shanewnawa, no Acre.

Um cacique da tribo fez um relato sobre a estadia do ator na Aldeia ao jornal local ContilNET.  “Em nenhum momento ele demonstrou tristeza. Era só alegria, principalmente com as crianças. É uma pessoa afável, amiga, humilde e de bom coração”.

Apesar da notícia de que ele teria experimentado o chá ayuasca (também conhecido como Santo Daime), o cacique não confirmou a informação. Há fotos, no entanto, do ator aspirando o rapé, pó alucinógeno composto de ervas, cascas de árvores e outras plantas tradicionalmente usadas por tribos indígenas.

Na região, tanto a ayuasca como o rapé costumam ser utilizados como tratamento a dependentes de drogas e álcool em centros especializados. O ator já afirmou que luta contra essas dependências.

Segundo a publicação, Assunção jantou peixe assado com mandioca na aldeia, sentado no chão, à moda índia e dormiu em uma rede e, em nenhum momento, o ator falou de seus problemas com drogas e alcoolismo.

“Primeiro, ele disse que queria conhecer nossa cultura, a cultura tradicional, a natureza, nossos costumes. Depois, nós preparamos um banho especial para ele, e ele foi dormir”, afirmou o cacique.

O local visitado pelo ator fica às margens do rio Envira, em Feijó, junto ao Povo Shanenawa, na Aldeia Morada Nova, onde vivem 1.200 índios. O lugar fica a 15 minutos de barco do centro urbano de Feijó e a 362 km de Rio Branco.

ACRE

Com ajuda de câmeras, polícia identifica e prende homem que invadiu escola no AC

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Welington Almeida da Silva, de 18 anos, foi preso, na manhã desta sexta-feira (24), durante uma ação da Polícia Civil. Ele é suspeito de ter invadido uma escola de ensino fundamentalna noite desta quinta-feira (23) para roubar equipamentos e materiais da administração da unidade de ensino.

Além de um notebook, o suspeito teria levado monitores, uma caixa de som e outros equipamentos. De acordo com o delegado Lindomar Ventura, o suspeito teria entrado pelo teto. A polícia investiga para saber se houve a participação de outras pessoas no crime.

“Estamos investigando agora para saber se ele teve apoio de um comparsa. Nesses casos de crimes contra o patrimônio, estamos tendo uma ação bem rápida para identificar também os receptadores que são a grande alavanca para o crescimento dos casos de furtos e roubos”, disse Ventura.

De acordo com a polícia, Silva foi identificado por meio de câmeras de monitoramento da escola. Na delegacia, ele confessou que praticou o furto. Até o momento, a polícia só conseguiu recuperar o notebook dos equipamentos que foram levados pelo suspeito.

“Ainda não tivemos uma conversa muito produtiva com ele, porque ainda está sob efeito de droga. A gente vai aguardar um pouco mais para ter uma conversa mais clara, mas o que ele já nos repassou é que cometeu o furto. Ele também já é conhecido da polícia por outras ocorrências de furtos e já é acostumado nessa prática. Ele será flagranteado e conduzido para a justiça”, afirmou o delegado.

Este é o segundo caso de invasão em escolas de Cruzeiro do Sul em uma semana. Na sexta-feira (17), dois homens armados invadiram a escola Madre Anselma, na Avenida 25 de Agosto, e levaram celulares e outros objetos pessoais de servidores. Até o momento os suspeitos desse caso ainda não foram presos.

“Já temos muitas informações sobre esse caso. As investigações já estão bem avançadas, mas ainda não podemos adiantar para não prejudicar o processo de apuração”, diz o delegado.

Continue lendo

ACRE

Assaltante que matou estudante do Ifac para roubar motocicleta é condenado a 27 anos

Acjornal, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Francisco de Assis Menezes Rodrigues, um dos envolvidos na morte da estudante do IFAC Emauela da Souza, foi condenado pela Justiça. A sentença foi proferida pelo Juíz da 4ª Vara Criminal. Na decisão o magistrado, foi julgado procedente a denúncia do Ministério Publico Estadual, que apontou o presidiário Francisco de Assis Menezes Rodrigues como executor do crime. A estudante tinha 33 anos.
Pelo crime de latrocínio – roubo seguido de morte – Francisco de Assis Menezes Rodrigues foi condenado a 27 anos, 2 meses e 2 dias de prisão. O regime da pena é inicial fechado, mas por ser reincidente o réu só terá direito a progressão de regime depois de cumprir 3\5 da pena, ou seja, o criminoso terá direito ao semi- aberto após ficar 16 anos no regime fechado. 
A estudante foi morta no dia 02 de Abril do ano passado, nas proximidades do Horto Florestal, no Conjunto Solar. A vítima trafegava numa motocicleta em direção ao Instituto Federal do Acre. Emanuele foi atingida com um tiro, efetuado segundo a pericia a queima roupa. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu dentro da ambulância do Samu.

Em julho do ano passado Francisco foi preso por Agentes da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões. Ainda na sentença, o Juiz negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco