NOSSAS REDES

ACRE

Juntos, assaltantes são condenados a quase 50 anos de prisão por tentativa de latrocínio e corrupção de menores no Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Justiça do Acre condenou dois homens e uma mulher por tentativa de latrocínio e também corrupção de menores no município de Sena Madureira, no interior do Acre. Juntas, as penas dos três somam 49 anos de prisão em regime inicial fechado.

A decisão do juiz Fábio Farias foi divulgada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) na quinta-feira (22). Nenhum dos condenados pode recorrer em liberdade.

Ao G1, o advogado Márcio dos Santos Franca explicou que representou os réus como advogado dativo, quando há deficiência de defensor público e o juiz nomeia um advogado para atuar nas audiências.

Ele explicou que não pode acompanhar tanto a movimentação do processo, pois os réus foram intimados já no presídio e informaram que queriam ingressar com recurso, mas não tinham condições de pagar um advogado particular.

“Agora, provavelmente o juiz pode determinar que eu acompanhe novamente ou um outro defensor dativo para fazer o recurso. Mas é importante destacar que o recurso já foi solicitado pelos réus”, explica.

Conforme o processo, o trio iria pagar R$ 100 a uma adolescente para se encontrar às 23h com a vítima. A menor estava junta da ré que foi condenada e com os outros condenados tentaram roubar a caminhonete da vítima.

Testemunhas disseram à polícia que uma pessoa havia sido baleada e pedia por socorro. Ao chegarem no local, os agentes encontraram o proprietário de uma caminhonete com um tiro na cabeça.

Ao todo, seis pessoas teriam participado da ação. A caminhonete foi interceptada pela polícia logo após o crime. O trio confessou e disse que o objetivo era levar o veículo para o município de Plácido de Castro e vender pelo valor de R$ 1,5 mil.

O juiz que deu a sentença afirmou que a ação criminosa foi calculada pelos réus e que e que escolheram a vítima com o objetivo de roubar a caminhonete dele. Além disso, o homem foi abandonado sem nenhuma ajuda e foi submetido a uma cirurgia emergencial.

Fonte: G1 – ACRE

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat