NOSSAS REDES

ACRE

Liderando casos de Covid-19 no AC, Rio Branco tem 10 leitos de UTI e 40% estão ocupados

G1, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais 10 unidades devem ser entregues em Rio Branco nos próximos dias. Há outros leitos para casos não graves da doença.

Capa: Apenas duas cidades do Acre possuem UTIs voltadas para atender pacientes com Covid-19 — Foto: Junior Aguiar/Secom-AC.

Concentrando a maioria dos casos de Covid-19, a capital acreana, Rio Branco, conta apenas com 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTIs) destinados a pacientes com a doença e, destes, 40% estão ocupados, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre). No boletim desta segunda-feira (20), Rio Branco já contabilizava 136 pacientes com a doença.

Além das UTIs, a capital conta com 81 leitos para casos menos graves que precisem de internação. Deste total, 21 estão ocupadas. O Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into) é a terceira unidade de saúde de Rio Branco adaptada para atender pacientes com o novo coronavírus e novos leitos vão ser disponibilizados apenas para o tratamento da doença.

Nos últimos dias, a curva de contágio disparou e já atingiu sete cidades do estado. São 176, ao todo, conforme boletim desta segunda. A maioria são de municípios que não dispõem de leitos de UTI’s para atender os pacientes com o novo coronavírus e dependem do atendimento em Rio Branco

Como é o caso do aposentado João Faustino Gadelha, de 79 anos, que estava internado na UTI do PS desde o dia 6 de abril. Ele era de Plácido de Castor e precisou ser transferido porque não tem unidade referência no município e morreu no dia 15 na capital em decorrência da doença.

UPA do Segundo Distrito foi uma das unidades que registrou suposta intoxicação de funcionários por maionese estragada — Foto: Google Street View/Reprodução

UPA do Segundo Distrito foi uma das unidades que registrou suposta intoxicação de funcionários por maionese estragada — Foto: Google Street View/Reprodução.

Unidades de referência

A Sesacre informou que, além da capital, apenas Cruzeiro do Sul dispõe de UTIs prontas para atender essas emergências. São 8 no total e outras quatro estão sendo instaladas. O município de Brasileia também deve receber oito leitos nos próximos dias.

Em entrevista à CBN Amazônia, na última semana, o secretário Alysson Bestene, disse que está sendo trabalhado dentro da rede hospitalar com unidades referência por regiões.

“Nessas regiões de saúde, nós temos uma unidade de referência para casos mais graves de atendimento da Covid-19. Então, no caso do Juruá, temos o hospital [de mesmo nome] de referência. No Baixo Acre, temos os hospitais de referência dentro da capital, o pronto-socorro, o Into e a UPA [Unidade de Pronto Atendimento do segundo Distrito] e no Alto Acre temos o hospital de Brasileia”, informou.

O secretário disse ainda que todas as unidades de saúde do estado foram capacitadas e que vão ser feitos pontos mistos para o atendimento.

“Nós vamos ter pontos nessas unidades mistas, nestes hospitais do interior, pontos para atender possíveis casos para estabilizar e, se necessitar de tratamento de terapia intensiva, a gente encaminha para essas unidades de referência”, acrescentou.

Covid-19 no Acre

Os casos de Covid-19 no Acre continuam subindo consideravelmente. Já são 176 casos da doença em sete cidades do estado. O boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) aponta que os números saíram de 163 para 176 entre o domingo (19), e a segunda-feira (20. Mais duas pessoas morreram, aumentando para oito o número de mortes pela doença.

Na noite de domingo (19), um idoso de 85 anos faleceu, por volta das 19h50, vítima da doença, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco. A segunda morte é de uma aposentada de 69 anos que faleceu no sábado (18) , mas que os exames foram divulgados somente na noite deste domingo.

Os dados da saúde apontam que 61 pessoas não têm mais o vírus no organismo, sendo consideradas recuperadas. Assim, 115 pessoas seguem em tratamento e a taxa de recuperação é de 35%. Dos casos, 20 são de pacientes que estão hospitalizados.

Número de leitos devem aumentar nos próximos dias, segundo a Saúde — Foto: Junior Aguiar/Secom-AC

Número de leitos devem aumentar nos próximos dias, segundo a Saúde — Foto: Junior Aguiar/Secom-AC

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat