NOSSAS REDES

POLÍCIA

Mantida a condenação de assaltante que deixou jovem Tailine paraplégica

Acjornal, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça manteve a condenação do assaltante Henzo Rafael dos Santos pelo crime de latrocínio tentado. A defesa de Henro recorreu da decisão da justiça de 1º grau. Em março deste ano, o criminoso foi sentenciado a 12 anos e 4 meses de prisão pelo juízo d 5º Vara Criminal. Foi denunciado pela tentativa de latrocínio da jovem Maria Tailine Marques. O crime aconteceu em agosto de 2017, na Rua Marechal Deodoro, no centro da cidade.

A vítima estava de motocicleta, foi atingida com um tiro na região da coluna e perdeu os movimentos das pernas. O crime comoveu a sociedade acreana. Na semana passada, uma apelação criminal impetrada pela defesa do réu foi analisada pelos desembargadores da Câmara Criminal.

No recurso, o advogado pediu a absolvição de Henzo Rafael, por insuficiência de provas, além da desclassificação do crime de latrocínio tentado para tentativa de roubo qualificado e lesão corporal grave, o que resultaria em uma pena menor.
Mas ao analisar o processo, os desembargadores entenderam que não há de se falar em desclassificação de crime e principalmente em absolvição, já que o réu foi reconhecido por fotografia e pessoalmente. O recurso foi negado por unanimidade.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat