NOSSAS REDES

ACRE

NOTA DE ESCLARECIMENTO: JENILSON PEDE NA JUSTIÇA RETRATAÇÃO E INDENIZAÇÃO DE VEREADORES POR CALÚNIA

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A MENTIRA JAMAIS PREVALECERÁ DIANTE DA VERDADE

 

A CALÚNIA:

Que Jenilson é possível padrinho/ beneficiário de uma empresa que presta serviço para prefeitura de Porto Acre na área de saúde.

A VERDADE DOS FATOS:

Antes mesmo de tomar posse como Deputado Estadual, já realizava trabalhos voluntários , no Haiti, no Município de Tarauacá e Jordão, realizando atendimentos nos seringais, nas comunidades carentes. A solidariedade faz parte de sua vida. Como Deputado Estadual e Médico Infectologista, sendo de conhecimento de todos, que exerce um trabalho social em todos os Municípios do Estado do Acre, realizando trabalhos VOLUNTÁRIOS em Brumadinho e todas as regiões do nosso Estado, que ao longo dos últimos anos foram realizadas mais de 150 ações de saúde.

Ressalta-se que algumas das Ações de Saúde que foram realizadas no Município de Porto Acre, contaram com a PARCERIA da Prefeitura Municipal de Porto Acre, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde do município, na realização de atendimentos médicos voltados a mulheres, em atendimento especializados em ultrassonografia da mama, ultrassonografia Obstétrica, endovaginal e eletrocardiograma com o Autor da Presente ação e Atendimento Ginecológico.

Frisa-se que todos os atendimentos realizados foram de forma gratuita, para ajudar a população carente que não tem acesso à atendimentos de saúde.

Portanto, desconhece as alegações e não tem qualquer VÍNCULO com as Empresas envolvidas no requerimento.
A partir de tais declarações, percebe-se que os vereadores ofenderam a dignidade e o decoro, além de imputar fato ofensivo a sua reputação, honra e imagem. Por essa razão, está tomando as medidas judiciais cabíveis ao caso, para que sejam condenados a se retratarem publicamente e a ressarcirem a título de dano moral o valor que o judiciário achar que é devido.

Janilson Lopes Deputado Estadual

ACRE

Vítima de homicídio no Canaã tinha 19 anos; três mortes ocorreram na Capital nesta quarta

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A vítima de homicídio na tarde desta quarta-feira (17) foi identificada. Trata-se de Railson Mesquita da Silva,de 19 ano. Ele foi morto com 4 tiros na Rua Durval Camilo, no bairro Canaã.
Jovem estava de bicileta quando foi morto
A vitima estava trafegando na sua bicicleta, dois homens numa moto se aproximaram e um dos criminosos puxou uma arma e efetuou vários disparos.
A vitima ainda correu, para tentar fugir dos assassinos mas caiu e foi atingido com tiros na cabeça e no peito.

A dupla na motocicleta fugiu do local, Samu esteve no local e atestou a morte, a Policia Militar isolou a área ate a chegada da perícia criminal. O corpo de Railson foi levado ao Instituto Médico Legal.
Esta é a terceira morte ocorrida nesta quarta, em Rio Branco

Continue lendo

ACRE

Com prisão decretada, falso médico que atendia no AC segue escondido há mais de 4 meses

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Há mais de 4 meses escondido para não se entregar à polícia, Manoel Pereira da Silva Júnior, suspeito de exercer de forma ilegal a medicina, teve o pedido de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Ele teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano por estelionato, em Sena Madureira. Na época, a casa dele foi alvo de busca e apreensão, mas ele conseguiu fugir e se mantém escondido tentando derrubar a decisão da prisão.

De acordo com o processo, o suspeito estava utilizando o nome e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) de outro médico e fazia consultas particulares e também no serviço público. Júnior é formado em medicina na Bolívia, mas não possuía a autorização para atuar como médico.

O advogado Rodrigo de Araújo, que defende o suspeito, diz que ele não tem intenção de se entregar até ter o pedido de liberdade aceito. Araújo destaca ainda que considera a prisão preventiva desnecessária, já que existe a intenção de colaborar.

Um novo pedido de HC, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi protocolado para suspender o mandado de prisão e garantir que ele responda em liberdade.

“A gente nem está entrando no mérito do que aconteceu. Mas, a pena dele vai ser pequena e, provavelmente, ele vai ficar no regime semiaberto. Então não tem necessidade dessa rigidez de colocar ele preso preventivamente. Além da pena ser pequena [de 6 meses a 2 anos], até hoje não foi aberto processo propriamente dito”, disse.

O advogado disse ainda que Júnior pensa em colaborar com a Justiça, desde que não precise ser preso para que faça isso.

“Suspendida a ordem de prisão, ele no outro dia, imediatamente, vai comparecer à delegacia de Sena Madureira e vamos prestar todos os esclarecimentos necessários”, finaliza.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )