NOSSAS REDES

ACRE

Paraplégico, homem constrói a própria casa no AC e rebate preconceito: ‘de tudo eu faço’

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

 

Com muita habilidade e rapidez, Regilson Pinheiro, de 46 anos, vai empilhando tijolo por tijolo em cima do colo dele. Depois, pega a enxada para mexer o cimento usado na construção da casa dele na zona rural de Epitaciolândia, no interior do Acre.

Paraplégico desde os 23 anos, o servente de pedreiro não conhece a palavra limitação.

“Sou totalmente independente: trabalho, tomo banho, faço muitas coisas. Não dependo de ninguém para nada. Capino com enxada, estou construindo agora, ajudando o pedreiro, faço massa, carrego tijolo. De tudo eu faço, onde os braços alcançam eu faço”, conta.

Mas ele conta que nem sempre foi assim. Precisou superar anos de tristeza e angústia até aceitar a nova condição e provar para ele mesmo que era capaz de fazer qualquer coisa.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat