NOSSAS REDES

CRIME

Polícia investiga caso de 3 corpos achados dentro de carro em fundo de igarapé no interior do AC

PUBLICADO

em

Laudo deve sair ainda esta semana, diz delegado responsável pelo caso. Moradores alegam que motorista entrou no caminho errado.

A morte de três pessoas está intrigado os moradores de Rodrigues Alves, cidade no interior do Acre. O carro com os corpos de José Gomes da Cruz, conhecido como Vitor, e as irmãs Raqueli Oliveira e Railene Oliveira foi encontrado na Vila São Pedro, a 12 km da cidade, na manhã desta segunda-feira (1º).

A Polícia Civil diz que ainda aguarda o laudo da perícia feita nos corpos, mas acredita que os três tenham sido vítima de um acidente. O delegado responsável pelo caso, Lindomar Ventura, acredita que o documento deve sair ainda esta semana.

“As informações até agora ainda são bem superficiais. Temos que aprofundar mais as investigações. A perícia será de fundamental importância para resolução do caso. A princípio, não há elementos que possam levantar suspeitas sobre o ocorrido. Ao que parece, foi um acidente, mas não temos como adiantar nada agora”, informou Ventura.

Para esclarecer o caso e saber como o carro foi parar dentro do igarapé, a polícia vai à comunidade para interrogar moradores e aguada o laudo da perícia feita no local.

“Estamos investigando e serão ouvidas pessoas. A perícia será de fundamental importância para resolução do caso, estamos aguardando o resultado dessa”, disse o delegado.

Caminho errado

Ao G1, uma moradora que não quis ser identificada contou que as vítimas moravam em Rodrigues Alves e teriam chegado à vila ainda durante a tarde para uma festa em um clube.

Segundo a moradora, depois de ingerir bastante bebida alcoólica no clube, os três foram para outro local da comunidade, onde participaram de mais uma bebedeira. No retorno para casa, o motorista teria pegado a estrada errada e acabou esbarrando com o carro dentro do igarapé.

“Acredito que tenha sido um acidente. Eles estavam muito alcoolizados e achavam que iam pela rua principal e erraram o caminho, porque o igarapé fica no final dessa rua. Eles pensavam que iam pela rua da ponte e entraram na que não tinha ponte”, contou a moradora.

Os corpos foram achados por um grupo de adolescentes que tomava banho no igarapé e encontrou o carro submerso nas águas. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros retiraram o carro do manancial e resgataram os corpos.

As vítimas foram levados para o IML, em Cruzeiro do Sul, em seguida entregue para as famílias. O caso abalou a cidade de Rodrigues Alves que tem pouco mais de 18 mil habitantes. Nesta terça-feira (2), centenas de pessoas compareceram o enterro das vítimas que ocorreu no final da manhã.

Junte-se a 42.946 outros assinantes

MAIS LIDAS