NOSSAS REDES

CRIME

Polícia já tem nomes de suspeitos de assassinar jovem encontrado no cemitério

Juruá em Tempo, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Civil investiga o caso do homicídio de Claudenilson Souza da Conceição, de 21 anos, encontrado morto no cemitério de Cruzeiro do Sul na segunda-feira, 30. O corpo apresentava perfurações de tiros.
Segundo o delegado Lindomar Ventura, a polícia já trabalha com nomes de alguns suspeitos.
“Não dá para adiantar nada em relação a isso. Há alguns nomes que foram citados, inclusive, por pessoas que tiveram com ele pouco tempo antes. Não dá pra apontar quantos suspeitos. A equipe está trabalhando. Temos testemunhas, mas precisamos apurar mais”.
O delegado destaca que a polícia aguarda mais informações do IML para fechar a investigação.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Pingente de prata com símbolo do Espírito Santo salva homem de tiro fatal, no Santa Helena

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um verdadeiro milagre foi vivido por Remilson Queiroz Júnior, de 32 anos, ferido a tiros no início da noite desta segunda-feira (10) na capital e salvo de um tiro fatal no peito por um pingente de prata com símbolo do Espírito Santo. O crime aconteceu na rua Santa Helena, no bairro Santa Helena, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Por volta das 18h a providência divina resolveu agraciar e dar mais uma chance a Remilson Queiroz que foi atingido com quatro tiros enquanto caminhava em via pública na rua Santa Helena. O homem teria sido mais uma vítima fatal dessa guerra desenfreada entre as organizações criminosas, se não fosse por um detalhe, a medalha que ele carregava no peito.

Segundo informações da Polícia repassadas a reportagem do ac24horas, dois homens não identificados, em uma motocicleta, tentaram contra vida de Júnior.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares estiveram no local, colheram as características da dupla na motocicleta e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prender os faccionários, mas ninguém foi encontrado.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continue lendo

CAPA

Suspeito do caso Marielle é morto pela polícia na Bahia

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A driano Magalhães da Nóbrega, ex-policial do Bope e foragido da polícia por ser um dos suspeitos do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, foi morto neste domingo 09 pela polícia baiana. As informações são da Secretaria de Segurança Pública do estado. 

 

Segundo nota divulgada pela SSP, o miliciano carioca, apontado como um dos líderes do “Escritório do Crime” no Rio de Janeiro, localizava-se escondido na cidade de Esplanada e estava sendo monitorado por equipes de inteligência da polícia. No momento da prisão, porém, a SSP alega que houve troca de tiros.

“No momento do cumprimento do mandado de prisão ele resistiu com disparos de arma de fogo e terminou ferido. Ele chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. Com o foragido foi encontrada uma pistola austríaca calibre 9mm. Vasculhando outros cantos da casa os policiais encontraram mais três armas.”, diz a SSP.

De acordo com o divulgado, estavam presentes equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, do Grupamento Aéreo (Graer) e da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública.

Recentemente, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, deixou o nome de Nóbrega de fora da lista de criminosos mais procurados do País. A polícia baiana divulgou que procura sempre “apoiar as polícias dos outros estados”, e que decidiu priorizar o caso por ser de “relevância nacional”. “Buscamos efetuar a prisão, mas o procurado preferiu reagir atirando”, comentou o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa. Por Carta Capital 

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias