NOSSAS REDES

BOM EXEMPLO

Prefeitura do Rio fecha parceria com a TIM para montar mapa de deslocamento na cidade durante a pandemia do COVID-19

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Informações coletadas vão auxiliar no controle do vírus, já que permitem implantar medidas que facilitem a tomada de decisões

Com o conhecimento adquirido na Itália e na Europa sobre medidas de combate à proliferação do COVID-19 e a experiência dos projetos desenvolvidos no período de Olimpíadas e Copa do Mundo no Rio de Janeiro, a TIM fechou parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro para análise de dados de deslocamento que vão permitir rastrear as concentrações e movimentos de pessoas nos territórios afetados pela pandemia. As informações serão coletadas com o intuito de auxiliar no controle do vírus na cidade, já que permitem que os órgãos governamentais avaliem a eficácia das medidas que já foram implementadas por eles e de facilitar a tomada de novas decisões.

A parceria tem como maior objetivo munir a Prefeitura do Rio com dados em tempo real que podem impactar ativamente a estratégia de contenção do vírus. São informações massivas acessíveis a todas as operadoras que preservam o anonimato dos clientes, mas que se tornam valiosas num momento em que entender o movimento da população significa prever a movimentação do COVID-19. Para TIM é muito importante poder apoiar o País nesta fase desafiadora, fornecendo ferramentas essenciais para o controle da doença“, explica Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil.

A solução consiste em traçar “mapas de calor” com base na concentração de usuários por localidade em determinado momento. Neste primeiro momento já é possível entender a movimentação das massas pela cidade e a adoção de medidas de reclusão “quarentena” em todos os bairros de Rio de Janeiro. A operadora está buscando alternativas para cruzar os focos epidemiológicos do vírus e pontos de alta concentração de pessoas nas ruas a fim de evitar o crescimento acelerado como foi visto em outros países do mundo. Todas as informações coletadas são anônimas, respeitando critérios de confidencialidade e segurança de dados pessoais, segundo prevê à Legislação.

“Nesse momento, é muito importante fazer parcerias para que possamos tomar as melhores decisões para o cidadão. Durante as olimpíadas, o mapa de deslocamento ajudou muito a prefeitura a traçar os planos de mobilidade dos jogos. Estamos passando por um momento de extrema cautela e saber onde há concentração de usuários, vai nos ajudar a orientar a população da melhor maneira”, comenta Alexandre Cardeman, chefe-executivo do Centro de Operações Rio.

A operadora enviará informações online sobre o perfil de deslocamento de pessoas, por toda a cidade do Rio de Janeiro. Isso será possível graças às antenas que a operadora possui espalhadas pela cidade. Assim, os órgãos públicos poderão avaliar a tendência de mobilidade dos bairros antes e depois da pandemia, entender se as pessoas estão respeitando a reclusão, analisar se um bairro ou uma região especifica está sofrendo aumento populacional ou não e com isso subsidiar ações das autoridades competentes no que tange o contingenciamento da propagação do vírus.

A TIM já foi parceira da Prefeitura em um projeto semelhante em 2016, auxiliando nas medidas de segurança e transportes durante os jogos olímpicos do Rio. O modelo poderá ser facilmente replicado em outros estados brasileiros, em parceria com governos locais, auxiliando o País a controlar a epidemia em todo o território nacional.

BOM EXEMPLO

Neste domingo (10), mais 15 milhões de máscaras chegam ao Brasil

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Americanas doou R$ 5,7 milhões para o transporte da carga, feito pela LATAM Airlines Brasil, em apoio ao Ministério da Infraestrutura e ao Ministério da Saúde.

O primeiro voo com equipamentos para combate a Covid-19 fretado pela Americanas, em apoio ao Ministério da Infraestrutura (MInfra) e ao Ministério da Saúde, pousou na manhã deste domingo (10) em São Paulo/Guarulhos. Esta é a primeira de duas operações entre China e Brasil pagas pela Americanas e realizadas pela LATAM Brasil, para transportar 15 milhões de máscaras cirúrgicas de três camadas, pesando 53 toneladas, adquiridas pelo Governo Federal.

O voo JJ9519 decolou no sábado (9) às 16h de Xangai (hora local), com escala em Amsterdã, e aterrissou em São Paulo/Guarulhos às 7h10 deste domingo (10). A carga foi transportada numa aeronave modelo Boeing 777, que percorreu mais de 18 mil quilômetros em cerca de 46 horas, passando por três fusos diferentes. O segundo voo Americanas-LATAM, que trará a outra parte da remessa de máscaras do Governo Federal, deve chegar a Guarulhos nesta segunda-feira (11).

O Ministério da Infraestrutura é responsável pela operação especial para trazer da China 960 toneladas de máscaras cirúrgicas e N95 compradas pelo Ministério da Saúde. Os equipamentos de proteção serão distribuídos aos estados. O MInfra vai fretar mais de 40 voos da LATAM para trazer 240 milhões de máscaras ao país. O ministério também está apoiando estados e prefeituras na logística e distribuição de equipamentos.

voo lan1230 gru airport cabine

A Americanas já doou mais de R$ 45 milhões para auxiliar na saúde e logística de vários estados. A empresa criou ainda a rede de participação voluntária “Juntos Somos Mais Solidários”, por meio da qual os associados, fornecedores e parceiros estão ajudando idosos que vivem em mais de 1,1 mil residências especiais por todo o Brasil com kits de higiene e limpeza durante três meses. A Americanas ainda arrecadou R$ 2 milhões em doações de clientes pela Ame Digital, fintech e plataforma de negócios mobile, e está promovendo a campanha #apoieocomerciolocal, trazendo a oportunidade para que pequenos lojistas possam vender em um dos maiores e-commerces do Brasil.

Já a LATAM Airlines Brasil, além da parceria logística com o Ministério da Infraestrutura e o apoio na distribuição de itens médicos nos estados brasileiros, também está transportando profissionais de saúde envolvidos no combate à pandemia, com isenção total da tarifa aérea. O objetivo da LATAM com esta iniciativa é facilitar o acesso dos profissionais aos locais mais impactados. Dentro do Brasil, a LATAM também segue contribuindo para o abastecimento dos estados com o transporte dos itens de combate ao COVID-19. Desde 15 de março, já foram realizados mais de 130 voos para o transporte de cerca de 600 toneladas de materiais como medicamentos, testes, álcool em gel, máscaras, luvas, termômetros, respiradores e doações de alimentos.  Por Assessoria Especial de Comunicação, Ministério da Infraestrutura.

Continue lendo

ACRE

Combate ao coronavírus: Sicoob Acre patrocina desinfecção da sede do Bope em Rio Branco

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Como forma de atuar efetivamente no combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Cooperativa de Crédito e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) realizou a desinfecção da sede do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Acre (PM-AC), em Rio Branco. A instituição financeira contratou a empresa especializada para deixar o espaço livre da presença do vírus que causa a grande pandemia.
Salas, alojamentos e equipamentos foram totalmente limpos durante o trabalho. Presidente do Sicoob Acre, José Generoso lembrou que a cooperativa nasceu a partir da PM-AC há 21 anos, quando ele e outros militares decidiram fundar a instituição, e que a parceria com a força de segurança e o Bope, que a cada ano fica mais forte. Ele explicou ainda que a ação foi idealizada devido ao registro de casos da doença entre militares.
“O Bope teve pessoas afetadas pela Covid-19 e pensamos neste trabalho para auxiliar a instituição a evitar novos casos. O trabalho deles está entre as atividades essenciais neste momento em que praticamente tudo está parado. É uma forma de retribuir e agradecer pelo esforço e dedicação que os policiais têm neste período. Os militares sempre nos ajudam muito, e tenho muito a agradecer ao Comando-Geral por essa grande parceria cada dia mais estreita”, disse.
Comandante-geral da Polícia Militar do Acre, o coronel Ulysses de Araújo, recordou que fez parte do grupo de policiais que fundou a Cooperativa de Crédito e Investimentos do Acre em 1999. “É uma parceria que existe desde a criação da cooperativa e continuará. Apesar de atualmente já estar aberto a vários setores, o Sicoob tem a essência da Polícia Militar. Agradeço a toda ajuda dada pela cooperativa neste momento e ao longo destes 21 anos. Isso mostra a seriedade da entidade”.
Coronel da PM-AC e comandante do Bope, Edner Franco da Silva, destacou que já foram 12 casos confirmados de coronavírus em agentes do Bope e que a iniciativa dificultará a circulação da doença nas instalações da instituição. “Já fazíamos a limpeza dos equipamentos, viaturas, espaços, uso de máscaras e todas as medidas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde. Mas esse trabalho do Sicoob aumenta ainda mais a segurança de todos nós. Agradeço muito a todos”.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias