NOSSAS REDES

ACRE

Pressões e chantagens aumentarão se Gladson fraquejar e perder popularidade, analisa especialista

Acjornal, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O mestre em Ciências Sociais Nilson Euclides da Silva, professor da Ufac, disse não acreditar “que estejamos diante de um rompimento definitivo entre o governador e a sua base”. Segundo avalia, “a infidelidade política e troca de favores não devem estampar as manchetes de jornais e portais da internet, e muito menos ir parar nas páginas no Diário Oficial. A articulação com lideranças falhou ao permitir que a crise se tornasse pública”.

Sobre as exonerações (340 comissionados indicados por deputados da base aliada) “não cabe aqui discutir se é ou não justa a forma de ocupação destes cargos. Os deputados que “traíram o governo” vão continuar empregados. E se a popularidade do governador, que hoje é alta, começar a diminuir, esses deputados irão aumentar a sua capacidade de chantagem do parlamento estadual em relação ao governo”, interpreta o cientista político.

O professor ensina que Cameli precisa refletir muito sobre os impactos políticos que as suas ações vão ter. “Acredito que o governador ainda tem margem para negociar e colocar as relações do seu governo com o parlamento nos trilhos do bom senso. Mas não creio que o governador irá desfazer tudo que fez. Se desfizer estará cometendo outro erro que afeta diretamente a sua imagem de líder político. Acredito que neste caso ele deve usar a máxima de que em “política um governante deve fazer a maldade de uma só vez e a bondade em pequenas doses”, afirmou.

Sobre as contratações futuras e as recontratações (nesta terça voltaram alguns exonerados) devem ser cautelosas e seguir o rito das conversas em gabinetes. cada uma a seu tempo e lugar. Neste momento o governador não pode terceirizar isso, até porque não vejo nenhum articulador próximo a ele que tenha esta capacidade. E se o vice governador mantiver o silêncio e a cautela nos seus pronunciamentos já estará ajudando muito”, concluiu o professor.

Sobre Nilson Euclides

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Acre (1999), mestrado Ciências Sociais – Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e doutorado em Ciências Sociais – Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009). Tem experiência nas área de Ciência Política e Sociologia, com ênfase em partidos políticos e governos, atuando principalmente nos seguintes temas: democracia, poder, sociedade, políticas sociais e segurança pública, comportamento político, espaços decisórios e partidos políticos.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Unidade do IBGE no Acre já se prepara para o Censo 2020; edital sai no começo de março

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com atraso de quase um ano, o edital com mais de 200 mil vagas para o Censo 2020, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), será publicado no início do mês de março, segundo previsão divulgada na semana passada pelo órgão. O processo para contratar trabalhadores temporários para o censo demográfico brasileiro, nas funções de recenseador e agente censitário, foi anunciado em maio do ano passado.

A banca organizadora do concurso, será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Serão 196 mil vagas para recenseador, mais de 23 mil para agente censitário supervisor e pouco mais de 6 mil para agente censitário municipal. Segundo o IBGE, os detalhes adicionais, como o nível de escolaridade exigida, só serão divulgados na publicação do edital.

No Acre, a Secretaria Estadual de Educação do Acre vai ceder espaços em escolas e equipamentos multimídia para o treinamento das equipes que vão trabalhar no Censo Demográfico 2020 no estado. A parceria foi firmada com a Unidade Estadual do IBGE (UE/AC) durante reunião realizada no último dia 4 de fevereiro, na capital, Rio Branco.

No encontro, a equipe da UE/AC também apresentou ao secretário estadual de Educação, Mauro Sérgio Ferreira da Cruz, o projeto IBGEeduca, ferramenta que pode auxiliar os professores na sala de aula. A plataforma online reúne conteúdos didáticos criados a partir das pesquisas do IBGE e disponibilizados gratuitamente na internet.

O encontro aconteceu na sede da secretaria Estadual de Cultura e Esportes e contou também com a participação do professor José Rego, chefe do Departamento de Gestão da pasta. Rego fará as intermediações entre o IBGE e as coordenações dos núcleos de educação do estado para que os espaços sejam cedidos instituto.

A Unidade Estadual do IBGE (UE/AC) também recebeu, no último dia 3 de fevereiro, os novos agentes censitários operacionais (ACOs) e os coordenadores censitários subáreas (CCS) para formalização dos contratos. Eles vão atuar no Censo Demográfico 2020, no Acre.

A recepção dos novos servidores temporários foi feita pelo coordenador operacional, Sebastião Júnior, pela coordenadora de treinamento, Gardênia de Oliveira, e pelo coordenador da área Rio Branco, Gilvan Ferreira. Também participaram da primeira interação o coordenador de informática, Raphael Dias, e o coordenador de área de Brasiléia, Ednaldo da Silva.

Com o objetivo de ambientar os novos colaboradores com as atribuições de seus respectivos cargos, foram citadas algumas das atividades que serão desenvolvidas por eles durante a operação censitária. Foram abordadas também, metodologias de treinamento de pessoal, bem como demais trabalhos de preparação prévia que antecedem o processo de coleta do Censo.

Os ACO’s e os CC’s também estão conhecendo, na prática, os principais conceitos apresentados pelo IBGE como Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos (CNEFE) e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), através do acompanhamento das equipes em campo.

Com informações do Portal do IBGE.Por Raimari Cardoso 

Continue lendo

ACRE

Sine oferece 21 vagas de emprego para Rio Branco nesta segunda-feira; confira

Folha do Acre, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 21 vagas para diversas áreas nesta segunda-feira (17) em Rio Branco. Os candidatos interessados devem ir até a OCA, na rua Quintino Bocaiúva, 299 – Centro.

O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos:

Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.
As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte.

O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 81

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias