NOSSAS REDES

ACRE

Quatro são presos por decapitação divulgada em vídeo; Vítima não era envolvida com facção, diz polícia

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SESP) concedeu uma coletiva à imprensa nesta terça-feira (21), para falar sobre o caso do rapaz que foi morto por decapitação em Rio Branco, cujo vídeo de execução foi exibido em redes sociais no último sábado (18).

Entenda: Vídeo mostra homem anunciando saída de facção criminosa e sendo degolado no Acre

O secretário de Segurança, Paulo Cézar, disse que a vítima não tinha nenhum vínculo com facção criminosa e que a polícia já identificou os quatro envolvidos no crime, além de efetuar as prisões.

Os infratores foram capturados em uma ação conjunta que envolveu o Ministério Público do Acre e o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

“Foi um crime perverso, com requinte de crueldade. Em 24 horas conseguimos identificar o crime e encontrar os envolvidos”, declarou o secretário. Os capturados já foram indiciados por outros crimes bárbaros na Capital e integram facções criminosas.

Um deles é adolescente e foi aplicada medida protetiva. “A vítima foi atraída para o bairro a partir de uma namorada -usada pelos integrantes. Levaram para uma região próximo ao rio,o mantiveram em cárcere, decapitaram e o lançaram no rio. Estamos à procura do corpo”, declarou o secretário.

“O crime também pode ter uma natureza passional, mas isso vai depender do resultado das investigações”, acrescentou.

Na quarta-feira, às 20h, próximo a uma distribuidora, o rapaz foi visto pela última vez por um amigo, quando conversava com a “namorada”. Ele pediu um capacete para sair e, a partir disso, foi levado para o local do crime.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat