NOSSAS REDES

CRIME

Suspeito do caso Marielle é morto pela polícia na Bahia

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A driano Magalhães da Nóbrega, ex-policial do Bope e foragido da polícia por ser um dos suspeitos do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, foi morto neste domingo 09 pela polícia baiana. As informações são da Secretaria de Segurança Pública do estado. 

 

Segundo nota divulgada pela SSP, o miliciano carioca, apontado como um dos líderes do “Escritório do Crime” no Rio de Janeiro, localizava-se escondido na cidade de Esplanada e estava sendo monitorado por equipes de inteligência da polícia. No momento da prisão, porém, a SSP alega que houve troca de tiros.

“No momento do cumprimento do mandado de prisão ele resistiu com disparos de arma de fogo e terminou ferido. Ele chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. Com o foragido foi encontrada uma pistola austríaca calibre 9mm. Vasculhando outros cantos da casa os policiais encontraram mais três armas.”, diz a SSP.

De acordo com o divulgado, estavam presentes equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, do Grupamento Aéreo (Graer) e da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública.

Recentemente, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, deixou o nome de Nóbrega de fora da lista de criminosos mais procurados do País. A polícia baiana divulgou que procura sempre “apoiar as polícias dos outros estados”, e que decidiu priorizar o caso por ser de “relevância nacional”. “Buscamos efetuar a prisão, mas o procurado preferiu reagir atirando”, comentou o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa. Por Carta Capital 

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat