NOSSAS REDES

Tecnologia

TIM e Vivo assinam acordo para o compartilhamento de infraestrutura de rede

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A TIM (TIM S.A., subsidiária integral da TIM PARTICIPAÇÕES S.A.) e a Vivo (TELEFÔNICA BRASIL S.A.) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para novos acordos de compartilhamento de infraestrutura de rede.
O memorando prevê o compartilhamento da rede 2G em um modelo Single Grid a nível nacional, e a evolução do compartilhamento da infraestrutura de 700MHz em cidades com menos de 30 mil habitantes, que poderá ser expandido no futuro para municípios maiores. Além disso, serão analisadas oportunidades de eficiência e redução de custos em operações e manutenção da infraestrutura, entre outros, energia elétrica e aluguel de sites.
As empresas irão também avaliar as oportunidades de compartilhamento de redes em outras tecnologias. De acordo com Christian Gebara, presidente da Vivo, o principal objetivo da iniciativa é melhorar a experiência do cliente e liberar investimentos para as tecnologias do futuro. “Em um momento em que a demanda por dados cresce exponencialmente, buscamos uma melhora relevante na experiência do cliente, bem como a realocação de recursos para novas tecnologias como o 4G, 4,5G e Fibra”, explica Gebara.
Para Pietro Labriola, presidente da TIM, “o compartilhamento de infraestrutura é a solução industrial crucial para o desenvolvimento das telecomunicações no país, visando a introdução de novas tecnologias”. “Este acordo representa uma iniciativa eficiente, que aumenta a velocidade de implantação de redes, reduzindo o nível de custos e impactos”, ressalta Labriola.
Com isso, as empresas preveem melhorar ainda mais a qualidade dos serviços oferecidos a seus usuários e obter eficiências em alocação de investimentos e custos operacionais.
O documento assinado por TIM e Vivo está alinhado com os desafios relacionados à otimização de uso de energia e de espaços públicos, seguindo as melhores práticas internacionais e impulsionando o processo de digitalização sustentável do Brasil, país de dimensões continentais.
A partir deste memorando, as empresas trabalharão em conjunto para detalhar o plano de compartilhamento ao longo dos próximos 90 dias que, quando concluído, será submetido à aprovação das autoridades. (Assessoria de imprensa TIM Brasil)

Advertisement
Comentários

Comente aqui

CRIME

ATOS DE VANDALISMO PREJUDICAM SERVIÇOS DA OI OFERECIDOS AOS CLIENTES NO ACRE

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Rede de cabos da Operação OI, que liga a cidade de Cruzeiro do Sul à capital Rio Branco sofre constantes atos de vandalismo. Somente nos três primeiros meses do ano os cabos já foram cortados sete vezes – a última neste final de semana – interrompendo os serviços de telefonia móvel e internet de milhares de pessoas, inclusive da população de Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

O vandalismo praticado contra a rede da Oi no Acre, principalmente na rota entre o município de Cruzeiro do Sul e a capital, Rio Branco, tem afetado de maneira significativa os serviços de telefonia móvel e banda larga prestados pela companhia à população do estado. Nos três primeiros meses deste ano já foram registrados nessa rota sete casos. Os atos de vandalismo que ocorrem na rede que liga Cruzeiro do Sul a Rio Branco são especialmente preocupantes porque ela atende um terço do Acre, área onde estão situados os municípios de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, que abrigam 15% da população do estado.

A companhia adota medidas preventivas que visam dificultar a depredação ou o furto de seus equipamentos telefônicos e tem investido na criação de novas equipes de manutenção, que auxiliam no monitoramento e reparo dos danos à sua rede causados por vandalismo. No Acre, o trabalho dessas equipes muitas vezes é dificultado pelo fato dos cortes dos cabos ocorrerem em locais de difícil acesso, como trechos de floresta.

A Oi colabora com os órgãos de segurança pública, fornecendo informações que possam auxiliar as investigações sobre os autores de vandalismo. A população também pode ajudar a reduzir esses atos de vandalismo, informando qualquer ocorrência através do telefone 0800 282 5531. A ligação é gratuita.

Continue lendo

BRASIL

TIM completa cobertura 4G em 100% dos municípios do Paraná e de Santa Catarina

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

  • Líder na cobertura 4G no País, TIM está em 3.490 cidades (90,7% da população urbana do país);
  • Operadora é a primeira a cobrir 100% dos municípios nos dois estados com a tecnologia, assim como já fez no RJ, SP e ES

A TIM conquista mais um marco nos investimentos em infraestrutura. Mesmo num cenário de desafios operacionais, em tempos de combate ao coronavírus, a companhia mantém o foco na entrega do plano de expansão e acaba de completar a cobertura de todos os 399 municípios do estado do Paraná e os 295 de Santa Catarina com a tecnologia de quarta geração – com a implementação da rede nas cidades de Bom Sucesso do Sul (PR) e Monte Castelo (SC). Líder na cobertura 4G no Brasil, a operadora está presente em 3.490 cidades, chegando a mais de 90% da população urbana do País, com destaque para a cobertura total dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

“Como líderes na cobertura do 4G no Brasil somos os primeiros a levar a tecnologia para 100% dos municípios do Paraná e de Santa Catarina, com um trabalho fortemente voltado para a qualidade de rede e para a eficiência operacional na entrega do acesso à internet móvel mais veloz. Isso reforça nosso compromisso, especialmente nesse momento pelo qual o País atravessa, garantindo a expansão da rede e a conectividade entre as pessoas. Somente no ano passado, o tráfego de dados na rede 4G da operadora ultrapassou 85% – alta de nove pontos percentuais em relação a 2018”, comenta Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil.

TIM e o 4G no Brasil

Os investimentos da TIM na rede 4G viabilizaram o lançamento de serviços como o VoLTE (voz sobre a rede LTE), que está disponível em 3.448 cidades do Brasil, permitindo chamadas em alta definição; a ativação da rede de quarta geração na faixa de frequência de 700MHz, que já foi ativada em 2.522 municípios do País oferecendo maior penetração em ambientes indoor; além da cobertura de 3.300 cidades com a plataforma habilitadora de soluções de Internet das Coisas – o NB-IoT (Narrow Band IoT) -, no auxílio ao desenvolvimento de soluções inovadoras para cidades inteligentes. A TIM é a primeira operadora a ter cobertura nacional NB-IoT.

Por ser um padrão adotado mundialmente, o NB-IoT pode ampliar em mais de 40% a cobertura tradicional em relação ao uso de smartphones, além de consumir menos bateria, o que é fundamental para aplicações de IoT (Internet das Coisas). E essa é uma dar vertentes adotadas pela operadora em outro grande passo, o ConectarAGRO, que em 2019 – seu primeiro ano de existência – levou conectividade de banda larga 4G da TIM para 5,1 milhões de hectares de áreas rurais do Brasil, superando e meta inicial de 100 mil ha. A solução promovida pela iniciativa usa a faixa de 700 MHz, padrão global que permite a cobertura com melhor compromisso entre cobertura e capacidade.

Fornecida pela operadora, a plataforma de Internet das Coisas é destinada a conexão de dispositivos que exigem uma capacidade menor de transmissão de dados e com baixo consumo de energia, como sensores de solo ou clima. A tecnologia funciona na rede 4G da empresa, disponível em quase 3.500 municípios brasileiros.

      

Sobre a TIM 

A TIM segue com sua missão de conectar e cuidar de cada um para que todos possam fazer mais. Para isso, atua focada nos pilares estratégicos de oferta, infraestrutura, eficiência e experiência do cliente, com base em uma cultura interna de accountability e na mudança de processos e plataformas que permitam a transformação digital. A empresa é desde 2015 líder em cobertura 4G no País e referência nas tendências do mercado, em linha com a assinatura da marca: “A inovação não para”.

A companhia é a única do setor de telecomunicações a integrar o Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de estar há 12 anos seguidos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE): é a operadora por mais períodos consecutivos nesta carteira. Também é primeira empresa de telefonia reconhecida pela Controladoria-Geral da União (CGU) com o selo Pró-Ética, iniciativa que existe com o objetivo de promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente. Para mais informações, acesse: www.tim.com.br.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias