NOSSAS REDES

ACRE

TV Gazeta demite principal repórter policial e mais três de seus mais antigos profissionais

Acjornal, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A TV Gazeta, afiliada do Grupo record no Acre, demitiu quatro dos seus mais antigos funcionários. Dois deles são motoristas. Um cinegrafista está na lista de demitidos. E o repórter e cinegrafista Cleriston Amorim também. A informação vazou de dentro da emissora, por colegas que foram tomados pela surpresa, no início da tarde desta terça-feira. Cleriston, ao falar com o acjornal, disse que não estava sabendo de nada. “O meu horário começa às 17 horas”, disse o o jornalista, considerado um dos mais bem informados. O repórter fazia parceria com Lenilda Cavalcanti na cobertura do noticiário policial e herdou da companheira todo o conhecimento para coletar, compartilhar e dar publicidade ao noticiários envolvendo ocorrências policiais. Também trabalhou em programas como Acre Rural, Geração gazeta, gazeta Alerta, Gazeta em Manchete, fotografava e escrevia para o agazeta.net, dentre outros. A emissora se desfaz de seu quadro profissional em menos de três anos. O telejornalismo que era referência na região somente tem audiência por causa da marca e promoções apelativas.

A TV Gazeta não deu explicações para o desligamento dos profissionais.

ACRE

Jovem desaparece após ir tomar banho de piscina na casa de amiga na Sobral

Alerta Acre, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A jovem Rauane Dutra Pereira, 15 anos, está desaparecida desde as 10h do domingo (14), após sair de sua residência no conjunto habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco.

Ao Alerta Acre, a mãe da jovem, Lucimar Dutra Pereira, disse que a filha saiu de casa para tomar banho de piscina na residência de uma amiga, que mora no Bairro Sobral e não retornou para casa até o fim da tarde.

Rauane, apesar de sua pouca idade, está em conflito com a lei desde os 13 anos, por este motivo, recebe acompanhamento pelo Conselho Tutelar de Rio Branco. A jovem ainda tem uma filha de 1 ano e 5 meses, que chora muito sentindo falta da mãe após seu desaparecimento. Lucimar já não sabe o que fazer com essa situação.

As poucas informações que chegam à família diz respeito que a adolescente estaria no Bairro Taquari, e foi vista por populares, que ligaram para a mãe, mas infelizmente, não sabem se a informação tem procedência.

Um Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento foi registrado. A família pede ajuda para encontrar Rauane, e caso alguém saiba onde ela possa estar, entre em contato pelo número (68) 99250-1349.

Continue lendo

ACRE

Mais de 40 casos de caxumba são registados no presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Circula nas redes sociais na noite desta terça-feira (16) informações dando conta que mais de 40 presos já foram diagnosticado com caxumba dentro do complexo penitenciário Francisco de Oliveira Conde (Foc), localizado em Rio Branco.

A informação foi confirmada por meio de um dos familiares dos detentos que se encontram enfermo. “Ele está doente e ainda não foi tratado para melhorar da doença To com medo de ir pra visita”, relatou.

No entanto, o que preocupa os familiares é o risco de contaminação, haja vista que a doença é contagiosa e pode ser transmitida. “Já imaginou se nas visitas a gente pega a doença? Vai causar uma epidemia”, explicou.

O diretor da unidade penitenciário, Lucas Gomes, se manifestou sobre o caso por meio das redes sociais no início da noite. Segundo o gestor, mais de um pavilhão já foi vacinado. “Ninguém está tentando esconder. Já vacinamos um pavilhão inteiro e aguardamos, há um tempo a medicação que está em falta, em decorrência do surto que deu no estado inteiro – e não só na FOC”, explicou.

Lucas fez um alerta sobre a doença. “Caxumba é contagiosa em qualquer lugar, não seria diferente na FOC”, argumentou.

O que é Caxumba

Caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas – um dos três pares de glândulas que produzem saliva. As parótidas estão situadas entre suas orelhas e à frente delas. Contudo, a caxumba também pode afetar as glândulas submandibulares e sublinguais, todas próximas dos ouvidos.

A doença era mais comum no Brasil antes da vacina ser inventada. Após as vacinas serem incorporadas ao calendário dos postos de saúde, o número de casos reduziu-se drasticamente

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )