NOSSAS REDES

ACRE

União reconhece situação de emergência por causa da cheia em Cruzeiro do Sul, no Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O decreto que reconhece a situação de emergência em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, por conta da cheia do Rio Juruá, foi publicado na edição desta terça-feira (19) do Diário Oficial da União (DOU).

Com mais de 7 mil famílias afetadas pela enchente, o município aguarda recursos do governo federal para manter a assistência aos moradores das áreas alagadas. Nesta quarta-feira (20), o manancial apresentou a marca de 13,41m, de acordo com a Defesa Civil Municipal.

Em Cruzeiro do Sul, o rio já chegou 13,88m, ultrapassando a cota de transbordo, que é de 13m. A cheia, considerada a segunda maior marca do manancial, afeta diretamente mais de 7 mil famílias, sendo que dessas, quase três mil foram desalojadas e 123 precisaram sair de casa e permanecem há mais de uma semana em abrigos coletivos por conta da prefeitura.

Para receber apoio do governo federal, o município decretou situação de emergência no dia 27 deste mês e aguardava o reconhecimento pela Defesa Civil Nacional. Com a decisão positiva do governo federal, o município, que tem quase 90 mil habitantes, deverá receber um valor de R$ 4 milhões para apoio às famílias que tiveram prejuízos com a enchente.

O prefeito do município, Ilderlei Cordeiro, que esteve em Brasília com o Secretário Nacional da Defesa Civil, disse que, além de donativos, o município deverá receber um projeto para a construção de mais de mil casas populares para atender as famílias que moram nas áreas de risco.

“Em decorrência da crise financeira que afeta o país, tivemos de renegociar e definir prioridades a serem atendidas pelo decreto de situação de emergência. Entretanto, com o ministro, reafirmei a necessidade de construção das unidades habitacionais. A boa notícia é que uma equipe já foi destaca para estudar a obra e priorizar investimento nas áreas de infraestrutura e saneamento”, anunciou Cordeiro.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat