NOSSAS REDES

ACRE

Vítimas de acidente com o barco em Cruzeiro do Sul se preparam para voltar pra casa

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

José Francisco do Nascimento, 49 anos; Francisco Rodrigues da Rocha, 49 anos; Francisco Rodrigues de Oliveira, 60 anos; João Oliveira da Silva, 32 anos, foram transferidos para o HRAN cinco dias depois do acidente com o barco no Rio Juruá, ocorrido no dia 7 de junho.

Os pacientes seguem internados em enfermaria, recebendo curativos especiais e já se preparando para a volta ao lar. “Os pacientes estão já com curativos de longa duração, fazendo fisioterapia com a equipe e com previsão de alta para semana que vem”, informou o chefe Unidade de Queimados do HRAN, José Adorno.

Ainda se recuperando pela perda da irmã Simone Souza Rocha, 24 anos, primeira vítima fatal do acidente,   Gleidson Rocha recebeu com alegria a notícia da alta médica do pai dele, Francisco Rodrigues Rocha, também internado no HRAN.  “Lá tenho minha mãe e mais quatro irmãos esperando por nós. Aqui fomos muito bem recebidos e cuidados, só tenho a agradecer “, disse Gleidson.

Vítimas do acidente recebem atendimento no Hospital Regional da Asa Norte. (Foto: cedida)

Distante da capital federal cerca de 200 Km, em Goiânia, outro cruzeirense, Romário Lima, acompanha com atenção a recuperação de Jucicleia Ferreira da Silva, 42 anos, internada no Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

Ainda em estado grave, porém estável, Jucicleia tem reagido bem ao tratamento. “A paciente tem apresentado significativa melhora nos  padrões de respiração. Deve este final de semana se submeter a novo desbridamento cirúrgico (procedimento para retirada dos tecidos queimados), seguindo em tratamento que deve ainda durar de 30 a 60 dias”, informou José Adorno.

Devido à gravidade dos ferimentos que sofreu, Jucicleia foi uma das últimas a ser transferida para tratamento fora de domicílio. “Tivemos que  aguardar que o quadro clínico estabilizasse para que ela pudesse ser transportada”, explicou a coordenadora da Central de Leitos e Cirurgias da Regulação Estadual do Acre, Paula de Faria Mariano.

“Aqui chegando ela recebeu todos os cuidados. Estamos sendo muito bem atendidos, acompanhados por assistente social, psicólogo. Comparado ao estado em que chegou aqui ela já tá bem melhor, sem a necessidade de sedativos para  dormir”, informou o acompanhante de Jucicleia, Romário Lima.

Moradora do seringal Novo Horizonte, em Marechal Thaumaturgo, Jucicleia  tinha ido a Cruzeiro do Sul acompanhar o marido Valdir Torquato para exames clínicos. O casal viajava com o filho P.V. , de 4 anos. A família havia embarcado para retornar para casa, quando sofreu o acidente. Valdir Torquato e o filho, de 4 anos, foram transferidos para o tratamento especializado no Hospital João XXIII, onde continuam internados.

Centro de referência no Acre

A alta dos pacientes do HRAN está prevista para a próxima sexta-feira (28) e será acompanhada pela secretária de Saúde do Acre, Mônica Kanaan Machado. O retorno dos  pacientes ao Acre não é a única boa notícia. Além da visita ao HRAN, em Brasília, a secretária de Saúde cumpre agenda com o presidente da Sociedade Brasileira de Queimados (SBQ), José Adorno.

Durante reunião serão abordados os  procedimentos formais para viabilizar a instalação de uma unidade do centro de queimados em Rio Branco. “Com isso vamos evitar tratamento fora de domicílio, como aconteceu com os queimados da explosão no rio Juruá”, disse a secretária ao agradecer a colaboração da SBQ e unidades de Brasília, Belo Horizonte e Goiânia no atendimento às vítimas do acidente em Cruzeiro do Sul.  A implantação do centro de queimados em Rio Branco contará com o apoio e treinamento da SBQ

ACRE

Tenente da PM do Acre que se trata de câncer escreve livro de alerta para as mulheres

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Transformando a dor em alegria. Este é o título do livro que a tenente da Polícia Militar do Acre, Inês Melo, que se trata de um câncer de mama em São Paulo, escreve, para lançar no próximo ano.

Entre as sessões de quimioterapia, Inês vai escrevendo os capítulos do livro. Trocou a pergunta comum nestes casos: “por quê eu?” para “o que fazer com isso?” Como resposta resolveu esclarecer as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento. Também pretende dar palestrar sobre o tema, alcançando principalmente as mulheres mais simples.

Ela descobriu o câncer no seio no ano passado, tirou a mama e faz quimioterapia no Hospital de Amor, em Barretos, interior de São Paulo. Atualmente a oficial aposentada mora em São José do Rio Preto, para ficar mais próxima do local de tratamento.

A cada ano, cerca de 56 mil mulheres são acometidas pelo câncer de mama no Brasil. Ao se ver como parte da estatística, Inês, tem o objetivo de alertar as mulheres para a importância da prevenção por meio de mamografia.

“Eu sou pedagoga, uma mulher esclarecida. Faço mamografia todo ano e nesse intervalo surgiu esse tumor. Estão quero dizer nesse livro da importância dos exames e que o Hospital do Amor é o local onde há toda a possibilidade de tratamento. No livro conto um pouco do que tenho visto, como mulheres abandonadas pelos maridos nessa hora difícil, conto sobre ficar sem cabelo, sobre a auto estima, importância da prevenção, diagnostico precoce, tratamento, fé, a dor de morrermos e renascermos e a importância de um hospital com referências – hospital de amor”.

Continue lendo

ACRE

Nicolau Júnior recebe medalha Tiradentes, maior comenda da PM

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante visita ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito Alferes Joaquim José da Silva Xavier, chamada de Tiradentes, da Polícia Militar do Estado do Amazonas, a mais alta comenda da corporação que é concedida pelo governo do Estado às autoridades civis que prestam relevantes serviços à Polícia Militar.

O objetivo da medalha é prestar o devido reconhecimento aos policiais militares do Estado do Amazonas que se destacaram no exercício de suas funções.

A honraria também é destinada a condecorar cidadãos que contribuíram de forma relevante com as atividades desempenhadas pela Polícia Militar e, consequentemente, para a segurança pública do AM.

O parlamentar também agraciado com o Diploma Histórico do Clube do Tiradentes. “É uma honra como cidadão e como parlamentar receber este reconhecimento de uma corporação reconhecida como a Polícia Militar do Amazonas, que existe para zelar pelo bem estar da população. Parabéns a todos que fazem parte dessa importante corporação”, disse o deputado.

Agência Aleac

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias