NOSSAS REDES

DESTAQUE

Após pressão, Governo do PT aumenta em duas horas atendimento na OCA

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Após redução no horário, governo do Acre volta atrás e aumenta em duas horas atendimento na OCA.

Central volta a funcionar 8h por dia, das 7h30 às 15h30, a partir do dia 1º de julho. Mudança, segundo o governo, é para atender pedido de comerciantes do Centro de Rio Branco.

Na foto de capa, OCA volta a funcionar em 8h por dia, das 7h30 às15h30, a partir do dia 1º de julho (Foto: Lidson Almeida).

Após reduzir o horário de atendimento da Organização das Centrais de Atendimento (OCA) de Rio Branco e Xapuri, o governo do Acre voltou atrás e aumentou em duas horas o funcionamento do local. A informação foi confirmada, nesta segunda-feira (25), e o novo horário começa a valer a partir do dia 1º de julho.

Com a nova alteração, a OCA volta a funcionar por um período de 8h, ficando aberta ao público das 7h30 às 15h30. Desde o dia 16 de abril, o horário tinha mudado para 7h30 às 13h30. Antes da portaria que reduziu o horário da Central, o atendimento era de 8h às 16h.

Conforme o secretário adjunto da Secretaria de Gestão Administrativa do Acre (SGA), Irailton Lima, a decisão de voltar o atendimento para 8h por dia e não mais 6h diárias foi após vários pedidos de grupos sindicais e da sociedade civil. Além da solicitação dos comerciantes da área central de Rio Branco.

“Quando o governo fez a mudança, foi porque tinha constatado que havia elevada ociosidade em determinados horários. Percebemos que com as 6h, de fato, otimizou o serviço. A razão da ampliação em duas horas, foi porque percebemos que determinados seguimentos ficaram prejudicados em relação à possibilidade de acessar o serviço no horário da tarde e também atendendo a pedidos”, disse Lima.

Aumento de 17% nos atendimentos

Pouco mais de um mês depois da alteração no horário de funcionamento, a Secretaria de Gestão Administrativa do Acre (SGA) afirmou que o número de atendimento na OCA de Rio Branco aumentou em 17% depois que o órgão passou a funcionar em horário reduzido.

Conforme os dados, antes da mudança, a OCA atendia uma média de 5,3 mil pessoas por dia em 8 horas de serviço. Depois, em 6h, cerca de 6,2 mil pessoas passaram a ser atendidas diariamente.

Com isso, por mês, os atendimentos em 8 horas chegavam a 106 mil. Já com a redução no horário, passou para 124 mil pessoas atendidas.

Filas e reclamações de usuários

Assim que o horário da OCA foi reduzido, os usuários formavam filas na entrada do local e eram muitas as reclamações.

Uma enquete feita pelo G1 contou com a participação de mais de 7 mil internautas. O resultado foi que 53,11% não aprovavam a redução do horário de atendimento da OCA e outros 46,89% estavam de acordo. G1Ac.

Comentários

Comente aqui

DESTAQUE

Workshop sobre estratégias de comunicação e mídias sociais terá a participação de jornalistas premiados

Assessoria, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com o objetivo de aperfeiçoar o trabalho de pessoas atuantes na comunicação institucional e política, as agências Arawá e Comunic+Ação realizam o workshop “Estratégias de Comunicação e Mídias Sociais: como Construir a Imagem do Assessorado”. O evento será realizado a partir das 8h do dia 7 de dezembro, sábado, no auditório da sede da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC), localizada na alameda Ministro Miguel Ferrante, nº 450, bairro Portal da Amazônia.

A programação contará com oficinas, bate-papos e palestras sobre assessoria de imprensa, marketing digital, fotografia e produção audiovisual. Experientes profissionais do mercado acreano ensinarão técnicas, macetes e ferramentas para lidar com os meios de comunicação no estado. Entre os palestrantes e oficineiros convidados estão o fotojornalista Diego Gurgel, o videomaker Kennedy Santos e os jornalistas Ayres Rocha (Rede Amazônica) e Freud Antunes (ex-Folha de São Paulo). O fotojornalista Dhárcules Pinheiro também estará presente com a instalação fotográfica “Dias no Aterro”.

Aos estudantes de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e demais áreas que desejam aprofundar-se nesse meio, haverá certificação de seis horas. Os interessados podem realizar as inscrições até o dia 6 de dezembro, véspera do evento, por meio do endereço eletrônico bit.ly/2Oy1JvL Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo número 68 99913-6763 ou pelo e-mail agenciaarawa@gmail.com.

Organizadores

Arawá e Comunic+Ação são agências de comunicação acreanas consolidadas nos mercados de assessoria de imprensa e marketing digital. A equipe mescla a experiência de profissionais com mais de 20 anos na área e a jovialidade de jornalistas recém-formados. Entre os seus principais clientes estão: OAB/AC, Asmac, Sindmed, Sindifisco-AC, Sindicato dos Urbanitários, Sindicato dos Correios, Sicoob Acre, Câmara de Sena Madureira e outros.

Continue lendo

CAPA

Proibição de canudos plásticos e despoluição de mananciais é tema de evento na OAB/AC

Assessoria, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Comissão de Direito Ambiental e Agrário da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC), realiza no dia 3 de dezembro a palestra “Desafios e Perspectivas da Lei nº 3.541/19”, no auditório da Ordem, às 19h. A atividade será gratuita, com certificado de 3h. As inscrições podem ser realizadas no site da instituição: www.oabac.org.br (aba Cursos e Palestras).
O projeto de lei nº 3.451/19 foi apresentado pelo deputado Jenilson Leite (PSB) à Assembleia Legislativa no dia 5 de junho e sancionado pelo governador Gladson Cameli, em vigor desde o dia 7 de novembro. A lei determina a proibição da distribuição e venda de canudos plásticos em estabelecimentos no Acre, com o objetivo de reduzir danos ao meio ambiente.
Esse será o primeiro evento promovido pela comissão. Segundo a presidente do grupo, Ana Caroliny Cabral, a lei precisa ser entendida pela população que será diretamente beneficiada. “Os canudos de plástico são responsáveis por uma grande parte da mortalidade de animais aquáticos, além de poluírem recursos hídricos e florestais”, disse a advogada.
Os palestrantes serão o autor da lei, deputado Jenilson Leite e o geógrafo e professor na Universidade Federal do Acre (Ufac), Claudemir Mesquita. Na ocasião também será assinado o Termo de Cooperação da Agenda Ambiental na Administração Pública, pela Prefeitura Municipal e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia).

Continue lendo

Super Promoções

WhatsApp chat