NOSSAS REDES

ACRE

Após suposta ‘carta branca’ de Gladson, PM mata um e deixa dois baleados em menos de 2 dias

Juruá em Tempo, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Ao que tudo indica surgiu efeito a declaração do governador do Acre, Gladson Cameli (PP), na reunião sobre segurança pública realizada no domingo (9), onde ele afirmou que buscaria proteção jurídica para os policiais no enfrentamento aos bandidos e que sempre pensou como o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que entre suas frases polêmicas está a que diz que “bandido bom é bandido morto”.

Dois dias após a reunião sobre segurança pública, já foi registrada uma morte de um bandido em suposto confronto com a polícia e houve mais dois suspeitos baleados por policiais militares.

A declaração de Gladson foi dada aos repórteres antes da reunião, mas logo após a reunião aberta ao público ele se reuniu com a cúpula da segurança para traçar metas de combate à violência praticada por facções criminosas.

 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat