NOSSAS REDES

ACRE

Bocalom: “Quem se identificar com o projeto é bem-vindo, mas não faço acordo espúrio com ninguém. Eu não aceito a política da rapinagem”.

Acjornal, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O acjornal falou há pouco com o professor Tião Bocalom.

Ele reagiu duramente às insinuações de que estaria propenso a negociar cargos, numa eventual vitória, em troca de apoio político no segundo turno das eleições. Leia o que disse Bocalom:

“Eu não sou homem da velha política. Eu não faço acordo espúrio com ninguém. Nunca precisei fazer isso. Isto é a política da rapinagem. Esse tipo de pessoa não ajuda ninguém. Eu não aceito panela. Não aceitarei beneficiar políticos com dinheiro público pra ficar rico. Toda e qualquer conversa que está acontecendo é em favor do projeto. Quem se identificar, que venha. Eu defendo um projeto políitico-partidário novo, com resultado, honesto, sério e transparente”.

Bocalom diz ter conversado sobre o assunto com o senador Petecão (PSD).

E admite ter apoio consolidado da deputada federal Mara Rocha e do senador Márcio Bittar.

“Conversei com eles. Temos o mesmo pensamento. O projeto em primeiro lugar”, declarou o candidato do PP.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat