NOSSAS REDES

ACRE

Bombeiros atendem mais de 200 ocorrências de queimadas no fim de semana em Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Fim de semana não foi o pior com relação a números de queimadas, mas o pior considerando extensão, diz major. Bombeiros atendem mais de 200 ocorrências de queimadas no fim de semana em Rio Branco Jardy Lopes/Arquivo pessoal O fim de semana em Rio Branco foi marcado por muita fumaça e muito incêndio. Dados do Corpo de Bombeiros apontam que foram registrados, entre sexta-feira (23) e domingo (25), 220 queimadas urbanas somente na capital. Governo pede apoio das Forças Armadas para o controle de queimadas no Acre Bombeiros têm férias e folgas suspensas para atender demanda de queimadas no Acre Governo do Acre decreta estado de emergência devido à estiagem e queimadas O dia com mais registros foi sexta, com 88 ocorrências. Em seguida, sábado aparece com 74 chamados e domingo com 58, totalizando 220 incêndios. Este não foi o pior fim de semana atendido pelo Corpo de Bombeiros se levarmos em consideração os números, mas, a proporção do estrago foi significativa, segundo o major do Corpo de Bombeiros Cláudio Falcão. Fogo na estrada do Amapá, em Rio Branco, no sábado (24) Jardy Lopes/Arquivo pessoal “Ele se torna o fim de semana pior quando a gente fala de extensão. Nós tivemos incêndios extremamente grandes e, pelo menos, quatro deles ultrapassaram 10 hectares cada um, como foi o caso na rodoviária, no loteamento Santa Helena, na Via Verde, próximo ao Florestão, e na Antônio da Rocha Viana”, explica o major. Devido às proporções de cada incêndio, os bombeiros gastaram em torno de 4 a 5 horas para conseguir controlar as chamas, o que daria para atender ao menos 10 ocorrências comuns. Rio Branco conta com cerca de 120 homens nos três batalhões para atender a demanda na capital. Eles são divididos em escalas. O Comando do Corpo de Bombeiros decidiu suspender folgas e férias dos militares durante este período. No sábado (24), o governo federal anunciou que o Acre é um dos estados que vão receber ajuda das Forças Armadas para o combate nos incêndios. O governador do Acre, Gladson Cameli, deve se reunir com o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (27) para definir como serão feitas essas ações, segundo informou a assessoria. Na sexta-feira (23), o governador decretou estado de emergência no estado devido às queimadas e pediu que os órgãos de fiscalização punissem com rigor quem cometer os crimes ambientais. Pelo menos quatro incêndios atingiram mais de 10 hectares.

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat