NOSSAS REDES

ACRE

CONFUSÃO: Após Idosa Ser Destratada na Upa da Sobral, Família é Denunciada Por Médico e Técnica de Enfermagem Que Alegaram Agressão Veja o video:

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Médico da UPA da baixada da sobral negligência atendimento à idosa com Alzheimer, e ainda apresenta denúncia contra contra família da paciente.
Uma confusão se deu início após médico e enfermeira da UPA da Sobral prevaricarem no atendimento da Idosa Doralice Rodrigues Barbosa, que  Sofre com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), Alzheimer, Pedras na Vesícula e Hipertensão. Como se não bastasse a pobre senhora encontra-se em estado vegetativo.
O Início
Segundo familiares, após uma crise de saúde muito grave, a família se dirigiu a Unidade de Pronto Atendimento com a idosa, chegando lá em um primeiro atendimento, o médico socorrista encaminhou a dona Doralice para emergência por se tratar de estado delicado. 
A Seleuma
Emergência, segundo os familiares, o Dr. Victor Lucas Correia e a Tec. de enfermagem Susy N. Chalub R. negligenciaram atendimento à idosa, confrontando assim até com o estatuto do idoso. A família descontrolada pelo estado da senhora, foi tomar satisfação com os plantonistas, já que enquanto a senhora estava passando mal, o medico fumava cigarro na entrada da emergência, foi aí que a confusão começou.
  O Desenrolar
Ainda segundo os familiares, os plantonistas não deixaram a família ficar acompanhando a senhora que estava em estado vegetativo, pois, segundo as palavras arrogantes da Tec. Susy Chalub, aquele não era o lugar para o atendimento da senhora. Mediante a tudo isso, os parentes da dona Doralice Rodrigues solicitaram aos plantonistas que a senhorinha fosse encaminhada para um lugar onde a mesma pudesse ser acompanhada pela família, com a ausência de respostas a família pediu auxilio para o médico para empurrar a maca onde estava a senhora e o mesmo respondeu: Não sou maqueiro!
Foi aí que o bate boca começou, e o final da história todos sabem. Delegacia. Só que a vítima não era a senhora idosa com um monte de doenças crônicas, mas o médico que prevaricou no atendimento. Bem vindos ao Acre
Por: Acnewsfronteira

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat