NOSSAS REDES

ACRE

Consumidores, deputados e até padre fecham entrada da Energisa em protesto contra aumento na conta de luz

PUBLICADO

em

Um grupo formado por consumidores inconformados com o aumento na conta de luz, parlamentares estaduais e até religiosos protestaram na manhã desta quarta-feira (27), em frente à sede da Energisa, no bairro Bosque, em Rio Branco, contra o reajuste de quase 22% na fatura da energia elétrica dos acreanos.

Com cartazes, faixas e gritando frases de efeitos, os manifestantes fecharam a rua que dá acesso ao prédio da Energisa, que recentemente arrematou a Eletroacre em leilão.

Entre os consumidores insatisfeitos estão idosos aposentados e donas de casas que denunciam aumento desproporcional nas contas de luz.

A reportagem da Folha do Acre conversou com o aposentado José Rodrigues Souza, 67 anos, morador do bairro Sobral, que é um dos moradores que está se sentindo prejudicado pelo aumento de mais de 21% na tarifa de energia, aplicado pela Energisa.

De acordo com Souza, a conta de energia aumentou cerca de R$ 40 de um mês para o outro. “Paguei uma conta de R$ 68, no mês seguinte a conta veio com o valor de R$ 104. Recebo um salário mínimo de aposentadoria e não tenho como pagar uma conta desse valor”, protestou o aposentado.

Com uma fatura de mais de R$ 500 nas mãos a dona de casa Sonaylla Flora Nascimento de Lima, 29, moradora do bairro Amapá, ramal Santa Helena, também atendeu o chamamento dos organizadores do manisfeto e foi mostrar toda a sua revolta com o aumento aplicado pela Energisa.

Segundo Sonaylla, no mês passado foi cobrado mais de R$ 300 na conta de energia, o que ela já classifica de absurda, mas neste mês a fatura foi bem mais indigesta, R$ 508 de consumo em uma casa de cinco cômodos.

“Em casa tenho uma geladeira, um ar-condicionado, uma televisão e uma máquina de lavar, como é que estão me cobrando mais de R$500? Isso é roubo”, disse a dona de casa.

Políticos e até padre protestam

O ato teve com um dos apoiadores do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) que tem se tornado um dos líder do movimento contra o aumento da energia no Acre. Jenilson usou as redes sociais durante a semana para convidar os acreanos a participar do movimento.

Além de Jenilson, outros parlamentares participaram da manifestação como a deputada Doutora Juliana, Edvaldo Magalhães e Neném Almeida.

Até religiosos fizeram questão de ir às ruas protestarem contra ao reajuste na tarifa de energia. Entre eles está o padre Mássimo Lombardi.

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS

WhatsApp chat