NOSSAS REDES

Mâncio Lima

Corpo achado por crianças é de jovem de 21 anos que pode ter sido morto a pauladas no interior do Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Caso vai ser repassado para a delegacia de Mâncio Lima. Familiares identificaram a vítima.

O corpo achado por crianças enquanto brincavam, no sábado (4), no terreno de uma emissora de rádio em Mâncio Lima, no interior do Acre, foi identificado como o de Gustavo Silva dos Anjos, de 21 anos.

Preliminarmente acredita-se que o jovem foi morto a pauladas. Ele teve a cabeça destruída e também tinha marcas de perfurações pelo corpo.

O delegado de polícia Lindomar Ventura iniciou a investigação do crime, mas explicou que agora o caso segue para a delegacia de Mâncio Lima.

“Pedaços de madeiras podem ter sido utilizados para matar a vítima. Este caso será investigado pela delegacia de Mâncio Lima. Iniciamos as primeiras investigações, mas ainda não dá para adiantar suspeito ou motivação”, disse.

O delegado disse ainda que a madeira foi encontrada também com restos de material biológico, o que leva a crer que a cabeça da vítima foi destruída a pauladas, mas ele salienta que somente o laudo deve confirmar a causa da morte.

“Não temos o laudo, mas tudo indica que foi morto com pedaços de madeiras que foram encontrados no local com restos de material biológico. O laudo pode esclarecer essa morte e embasar investigação”, destacou.

O corpo da vítima foi entregue aos familiares ainda na tarde de sábado, levado para velório e sepultado no cemitério São Sebastião. G1Ac.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Sobe para três o número de supostas vítimas de coordenador de escola preso por estupro no AC

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Sobe para três número de supostas vítimas de estupro por coordenador de escola no AC — Foto: Mazinho Rogério/G1

Inquérito que investigou primeiro caso foi concluído em novembro do ano passado e encaminhado ao Judiciário. Novo inquérito já tem outras duas supostas vítimas em Mâncio Lima.

Foto de capa: Sobe para três número de supostas vítimas de estupro por coordenador de escola no AC — Foto: Mazinho Rogério/G1.

Mais duas supostas vítimas de estupro foram identificadas pela Polícia Civil em Mâncio Lima, no interior do Acre, durante as investigações contra o coordenador de uma escola da zona rural do município. Com elas, sobe para três o número de alunos que teriam sido abusados pelo coordenador.

Em novembro do ano passado, a polícia tinha concluído o inquérito da primeira suposta vítima, um menino de 12 anos. Segundo o delegado Obetâneo dos Santos, que comanda as investigações, o homem foi indiciado por estupro de vulnerável e segue no presídio de Cruzeiro do Sul.

Com o surgimento de mais uma suposta vítima após o fechamento do primeiro caso, o delegado resolveu abrir um novo inquérito e, durante as investigações, acabou aparecendo um novo caso. As vítimas seriam outros dois meninos com idades entre 15 e 16 anos.

Devido o período de chuvas e as dificuldades de acesso à comunidade rural onde teria ocorrido os abusos, a polícia não conseguiu chegar até o local para ouvir mais pessoas. Até esta quinta-feira (6), as duas novas supostas vítimas e três testemunhas foram ouvidas pela polícia.

“A polícia continua trabalhando com o objetivo de identificar outras supostas vítimas dos crimes de abuso sexual que foram cometidos nessa comunidade. Como é um local distante da cidade e essas pessoas são vistas como bons cidadãos, procuram sempre ali entre eles tentar contornar. Com isso, pessoas terminam escolhendo a omissão como forma de não prejudicar”, disse o delegado.

Tudo começou quando o menino de 12 anos relatou à família que foi vítima de estupro dentro da escola onde estuda na zona rural do município. Após a denúncia, o coordenador da escola municipal foi preso em outubro do ano passado.

O menino de 12 anos foi submetido a exame de conjunção carnal e, segundo o delegado, foi comprovado que havia ruptura no ânus da vítima.

Continue lendo

ACRE

Homem é achado morto em igarapé no interior do Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

No AC, bombeiros registraram 33 mortes por afogamento em 2019 — Foto: Gledisson Albano/Rede Amazônica Acre

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias