NOSSAS REDES

Brasília

Delegado da Polícia Civil do DF chega ao Acre para investigar assassinas de Rhuan

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Amigos e familiares das mulheres Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, assassinas confessas do menino Rhuan Maycon, morto e esquartejado na semana passada, em Samambaia Norte, nos arredores de Brasília, estão sendo ouvidos em Rio Branco (AC) pela Polícia Civil do Distrito Federal.

O delegado-chefe adjunto da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte), Guilherme Sousa Melo, está em Rio Branco desde a noite de quarta-feira (5) e na manhã desta quinta-feira (6) iniciou as investigações locais e as entrevistas com pessoas que conviveram com as assassinas enquanto elas viviam no Acre – as duas eram fugitivas do estado, pelo sequestro das crianças (Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa também é mãe, de uma menina), havia cinco anos

O delegado passou a manhã em diligências em vários bairros da cidade e fixou-se por mais tempo no Loteamento Santo Afonso, bairro do Segundo Distrito da Capital, onde residiriam familiares de uma das assassinas. A imprensa é mantida afastada pelos policiais que acompanham o delegado.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat