NOSSAS REDES

Assis Brasil

Em Assis Brasil, ação conjunta das polícias prende criminosos que aterrorizavam a cidade

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Militar do Estado do Acre através do Grupamento Raio do 10°BPM – CPO III, prosseguiu com o desdobramento da ocorrência do Roubo ao vigilante do Hospital da cidade de Assis Brasil, onde na ocasião 04 Criminosos levaram o Revólver Calibre .38 e o Colete Balístico que o vigilante usava durante o serviço.

As guarnições do Raio 10°BPM foram acionadas e já no mesmo dia do crime prenderam 02 dos envolvidos e uma arma de fogo usada pelos criminosos e recuperaram alguns bens furtados de outras vítimas dos mesmos indivíduos, e continuaram recebendo informações por meio de moradores da cidade que temiam as ações desses Criminosos.

Mesmo depois da prisão, seus comparsas continuavam imprimindo o medo e o terror naquela pequena cidade.

O Comando do 10°BPM diante do clamor da população e das informações fornecidas por populares residentes no local e também de levantamento feito pela Polícia Civil de Assis Brasil, enviou novamente as Equipes do RAIO para o local afim de desencadear nova operação na tentativa de captura dos acusados.

Na noite de ontem lograram êxito e prenderam os 02 criminosos que no ato da prisão usavam tanto o colete balístico como a arma roubada do vigilante e também a arma usada no roubo, na intenção de reagir contra a Polícia.

As Guarnições do Raio e da Policia Civil de Assis Brasil demonstraram frieza e muita técnica pois realizaram essas prisões sem que fosse preciso efetuar disparos contra os criminosos, que devido ao cerco bem montado e a abordagem firme e eficiente se entregaram sem que houvesse o confronto direto.

Assis Brasil

Polícia Militar prende grupo criminoso em Assis Brasil

Luanna, Colaboradora do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Na manhã desta quarta-feira (25), militares da 10º Batalhão – 3ª CIA PMAC em conjunto com a Polícia Civil, e através de denúncias anônimas, lograram êxito em prender cinco indivíduos armados em uma residência.

Durante as buscas foram localizadas um revólver calibre .22 com cinco munições intactas, uma espingarda calibre .28 com 2 cartuchos intactos e um rifle calibre .22.

Os autores foram conduzidos à delegacia de polícia para realização dos procedimentos cabíveis.

Assessoria de Comunicação PMAC

Continue lendo

Assis Brasil

Cerca de 60 produtores de borracha devem receber R$ 1,4 por quilo produzido no interior do Acre

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Cerca de 60 produtores de borracha licenciados da cidade de Assis Brasil, no interior do Acre, vão receber R$ 1,4 por quilo produzido. A lei que dispõe sobre a contribuição econômica para os trabalhadores foi publicada na edição desta segunda-feira (17) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Conforme a publicação, o benefício tem o objetivo de incentivar a comercialização da produção local. A lei determina ainda que a prefeitura tem um prazo de 30 dias para decidir as condições operacionais para o pagamento e controle da subvenção.

O G1 entrou em contato com o prefeito da cidade, Antônio Barbosa de Sousa, para saber o impacto financeiro do benefício ao município, mas não obteve sucesso.

O presidente da Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes em Assis Brasil (Amopreab), José de Araújo, disse que a lei que beneficia os produtores já existia desde 2009, porém destinava o recurso apenas a quem produzia folha defumada líquida.

“Na verdade, essa lei está sendo publicada agora, mas existe desde 2009, em que foi aprovado o pagamento de R$ 0,70 a cada quilo, em 2012 tivemos alteração no valor para R$ 1,4, só que ela era específica para produção de folha defumada líquida, que era um outro produto que a gente trabalhava. Agora, a lei vai beneficiar a produção de quilo de borracha produzida, seja em forma de folha, de bola defumada ou prancha. Em qualquer forma agora vai ser pago”, explicou o presidente da associação.

Araújo afirmou ainda que, mesmo já havendo a lei, os produtores estão sem receber o benefício desde 2014. “O que deixa a gente triste é que é uma lei que existe desde 2009, mas temos pendência da prefeitura de 2014 até ontem”, concluiu.

Continue lendo

Super Promoções

WhatsApp chat