NOSSAS REDES

ACRE

Em live descontraída, com participação de família e amigos, Renê Fontes lança sua pré-candidatura a vereador da capital

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O policial penal e ativista político Renê Fontes lançou na noite desta quinta-feira (27), sua pré-candidatura a vereador da capital acreana. Em uma live descontraída, com a participação de familiares, amigos e dirigentes partidários, Renê confirmou seu nome na disputa por uma cadeira na Câmara de Vereadores de Rio Branco.

Renê Fontes liderou importantes mobilizações políticas no estado, com destaque para o Movimento Vem pra Rua no Acre, que à época lutava pela moralização da política no Brasil.

Já atuando na articulação do governo Gladson Cameli com a Aleac, Renê teve um papel fundamental para sua categoria, ajudando na construção do novo enquadramento da Polícia Penal no Acre, a primeira do Brasil.

“Tenho muito orgulho de ter feito parte dessa história junto com meus irmãos de farda. Eles sabem da nossa luta, que não nasceu agora, mas que vem de muito tempo. Tenho a honra de ser policial penal e de poder lutar pela nossa categoria”, afirmou Renê.

Renê Fontes vem numa trajetória de ascensão política, desde que foi candidato pela primeira vez em 2014. Segundo o policial penal, isto se deve ao fato de ter um trabalho contínuo, que independente de pleitos eleitorais, continua fazendo.

“Em 2014 tivemos 660 votos, em 2018 crescemos significativamente para 2.123 votos. Esse crescimento é fruto de um trabalho contínuo. O Projeto Fontes de Solidariedade, que na pandemia já distribuiu mais de duas mil refeições para famílias em situação de vulnerabilidade social e que promove ações sociais em comunidades carentes, não existe para servir a política. Essa é a diferença. A Política existe para servir o povo e não o contrário”, disse o pré-candidato.

Em um vídeo transmitido durante a live de lançamento da pré-candidatura, que mostra a origem humilde de Renê Fontes, o pré-candidato deixa uma mensagem à sociedade rio branquense.

“Venho de uma família de catraieiros e essa foi a nossa fonte de renda nos anos 80. Meu avô, meu pai e meus tios, todos remaram catraia, ajudando as pessoas a fazerem essa travessia, conduzindo da Cidade Nova até o bairro da Base. Hoje, eu sou pré-candidato a vereador e quero que você me ajude a também fazer essa travessia, rumo a Câmara Municipal de Rio Branco”.

Via: Correio68

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat