NOSSAS REDES

ACRE

Em Tarauacá, sem Samu, idosa é levada em pau-de-arara até UTI aérea, e morre; veja vídeo

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Veja o vídeo:

Sem Samu, idosa é levada em pau-de-arara até UTI aérea e morre dias depois em hospital no AC

Vítima de um infarto, a mulher morreu quando era atendida em Rio Branco. Família vai denunciar o caso.

Foto de capa: Após infarto, mulher é levada até UTI aérea em pau-de-arara e morre dias depois. Mulher foi carregada na carroceria de caminhão até aeroporto da cidade — Foto: Ducivan Bezerra/Arquivo pessoal.

Há 14 dias, a família da idosa Francisca Oliveira, de 76 anos, tenta se conformar com a morte dela. O caso se torna ainda mais grave porque a família acredita que houve negligência no atendimento à idosa que morreu vítima de um infarto.

Veja o vídeo (Chiquinho R7).

Vídeo: https://www.facebook.com/chiquinho.tk

A denúncia é comprovada por um vídeo que mostra Francisca sendo transportada do Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá, no interior do Acre, até o aeroporto da cidade, de onde seria transferida para a capital Rio Branco em um pau-de-arara. Isso porque, segundo a família, não havia ambulância para levar a paciente até a UTI aérea.

A mulher morreu vítima de infarto no dia 5 de fevereiro quando estava já na capital. A família da idosa acredita que o óbito ocorreu por causa do transporte inadequado que teria piorado o quadro da de Francisca que sofreu um infarto.

A família disse que vai denunciar o caso. “Os médicos vieram para levar a mãe e quando chegaram no hospital, estava aquele carro lá. O sol estava muito quente e o estado que ela tava, na carroceria do carro, o trajeto longo e a cidade toda esburacada, o carro balançava de um lado para o outro e meus irmãos e os médicos seguravam para ela não cair”, conta Maria das Dores, filha da paciente.

A prefeita do município, Marilete Vitorino, disse ao G1 que não tinha conhecimento da situação e soube da morte da idosa, ajudou no traslado do corpo de volta para o município, mas não sabia o que tinha acontecido. “Não tinha tido informações da forma como eles tinham ido”, disse.

Sem ambulância

A diretora do hospital, Rosane Maia, informou que durante um período de, pelo menos, cinco meses a unidade não tinha ambulância para transportar os pacientes.

“A nossa unidade aqui de Tarauacá não estava tendo unidade do Samu desde a gestão anterior. Acredito que nós passamos mais de cinco meses sem Samu e o transporte desses pacientes eram feitos no carro de apoio que nós temos ou quando a gente conseguia ajuda do diretor do Hospital geral de Feijó”, conta.

A gestora disse que, após pedido, agora têm uma viatura provisória. Já a família de Francisca Oliveira afirma que o caso será denunciado.

“Nós vamos denunciar para que isso não volte a acontecer. Todas as vezes que a gente vai ao hospital a ambulância não está”, diz Maria das Dores.

 Direção do hospital no interior do Acre diz que passou cinco meses sem ambulância — Foto: Ducivan Bezerra

Direção do hospital no interior do Acre diz que passou cinco meses sem ambulância — Foto: Ducivan Bezerra. Com informações: Alcinete Gadelha e Iryá Rodrigues, G1 AC.

ACRE

Tião Viana diz que 800 novos casos de HIV foram confirmados nos últimos seis anos no Acre

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O ex-governador do estado do Acre e médico Tião Viana (PT), usou a microblog Twitter para declarar que nos últimos seis anos, oitocentos novos casos de HIV, foram confirmados em todo o estado do Acre.
Tião que é especialista em Medicina Tropical, diz que os dados são alarmantes. “É um alerta preocupante para os que vivem em comportamento de risco”, declarou se referindo às pessoas que não usam preservativos em suas relações sexuais.

Em Rio Branco foram registrados 116 novos diagnósticos de HIV somente em 2018. Os dados são do Programa Estadual DST/Aids. O total registrado na capital acreana representa mais de 70% do número geral de diagnósticos confirmados no Acre

Continue lendo

ACRE

No Acre, Detran notifica quase 6 mil condutores por infrações de trânsito

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Quase seis mil condutores foram notificados por infrações de trânsito no Acre. A lista foi divulgada pelo Departamento estadual de Trânsito do Acre (Detran-AC) na edição desta sexta-feira (22) do Diário Oficial do Estado (DOE). As notificações podem ser consultadas a partir da página 45.

A listagem do órgão ocorre após tentativas de entrega das notificações nos endereços postais dos condutores e, segundo o edital, as notificações de autuação seguem as regulamentações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Ao todo, são mais de 1,5 mil notificações por autuação e 4,4 mil por multas que variam de R$ 88 a R$ 2,9 mil. Os motoristas incluídos na lista de autuação têm até 15 dias para recorrer. Sobre as multas, o órgão informou que o pagamento pode ser feito no prazo de até 30 dias, contando da data de publicação da notificação.

*⚡Como recorrer*

Para recorrer, o condutor deve preencher um requerimento de defesa e apresentar cópia do auto de infração, ou da notificação no DOU com a cópia da página que indica a placa do veículo ou outro documento que tenha o número da placa ou o número do auto de infração.

O motorista também deve apresentar cópias da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou outro documento de identificação oficial e do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Em casos de procurador, também é necessário apresentar as cópias que comprovem a identificação.

É necessário apresentar ainda original e/ou cópia de documentos que possam comprovar ou ajudar no esclarecimento das alegações. O formulário e os documentos devem ser entregues, dentro do prazo, na sede do órgão

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR © 2017-2019 - Todos os direitos reservados. Contato: (68) 99988 7585.

Fale Conosco