NOSSAS REDES

Brasileia

Equipe de especialistas trabalha na retirada de fóssil

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma equipe de especialistas, liderada pelo paleontólogo Jonas Filho, da Universidade Federal do Acre, está em Brasileia para fazer a retirada do fóssil de um jacaré Purussauro (Purussaurus brasiliensis).

O fóssil foi encontrado na ultima sexta-feira (12) pelo pescador José Militão, 58 anos e o filho do pescador, Robson, 11 anos. “Nós já estávamos finalizando a pescaria, quando eu e meu filho resolvemos cavar o barranco aí vimos a ponta da ossada, foi quando meu menino falou: pai nós achamos um dinossauro”, contou José.

Após acharem o material, uma equipe de especialistas foi acionada para fazer a retirada do fóssil do local. “Estamos numa fase de procedimento de envolver o material com a finalidade de transporte para que ele não se quebre no translado até a universidade. A retirada tem que ser muito cuidadosa”, disse o paleontólogo.

O espécime pré-histórico viveu há mais de 8 milhões de anos nos rios e pântanos da floresta amazônica e podiam chegar até mais de 12 metros. “O jacaré gigantesco, mais de 12 metros, alguns dos espécimes. Esse a gente fez uma medida muito rápida, mas pelo tamanho da mandíbula que foi identificada, ele teria em torno de dez, dez metros e meio”, contou Jonas Filho.

Este não é o primeiro achado de fóssil no Acre, mas segundo o paleontólogo, há um diferencial nessa descoberta. “O que tem de surpreendente nesse achado, é que o que tinha de mais completo do Purussaurus, até hoje, é um crânio com mandíbula associada que está no museu de paleontologia da Ufac e esse material, pelo que vimos, está praticamente completo. Lá também está o crânio, que vai resultar num trabalho de várias semanas para retirar, vimos que tem outras partes do esqueleto, como úmero, fêmur, tinha várias placas dérmicas. É possível que ele esteja na sua maioria, o que significaria dizer, que é o Purussarus mais completo que se coletou até hoje.”

O material após coletado será levado até a Universidade Federal do Acre, mas onde ele ficará de fato (Rio Branco ou Brasiléia) ainda não foi definido.

 BY TAIANE LIMA (FOTO: ALMIR ANDRADE

Advertisement
Comentários

Comente aqui

Brasileia

Ministério Público intima Prefeita Fernanda Hassem à cumprir Decreto Estadual contra Coronavírus

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

MPAC recomendou ao Município de Brasiléia a adoção imediata das medidas contidas no Decreto Estadual n.º 5.496/2020.

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria Cível de Brasiléia, expediu recomendação na quarta-feira, 25, para que o Município de Brasiléia adote imediatamente as providências necessárias ao cumprimento do Decreto Estadual n.º 5. 496/2020, que estabeleceu novas medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do COVID-19.

O governo do Estado o Acre determinou, em todo o Estado, a suspensão, pelo prazo de 15 (quinze) dias, de atividades comerciais, feiras, cinemas, clubes de recreação, academias, entre outros, incluindo agrupamento de pessoas em locais públicos.

A promotora de Justiça Luana Diniz Lírio Maciel destaca que a principal medida preventiva no combate ao contágio do vírus é justamente o isolamento social e quarentena de pessoas e que tal medida já está sendo tomada por vários setores da administração pública em todo País.

O Município de Brasiléia tem o prazo de 72 horas para informar quanto ao atendimento ou não da recomendação, podendo ensejar a adoção de medidas administrativas e judiciais em caso de descumprimento. Com informações da Agência de Notícias do MPAC.

Continue lendo

ACRE

Sicoob Acre continua aberto, mas permite a entrada de dois clientes por vez

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para manter os serviços nas agências e contribuir com a campanha de combate ao coronavírus (Covid-19), a Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) está limitando a entrada a duas pessoas por vez, realizando a orientação de distanciamento de dois metros entre cooperados e colaboradores, evitando a aglomeração de usuários dos serviços.

O trabalho ainda seguiu a implementação de maior rigor na higienização, aumentando a frequência da limpeza, incluindo a desinfecção constante dos PAs para eliminar a propagação do vírus. O objetivo é evitar a paralisação dos serviços financeiros, dando suporte necessário aos associados que buscam recursos para realizar as compras necessárias durante a quarentena.

“Buscamos segurança e conforto dos cooperados, mas aconselhamos a todos que utilizem o aplicativo para realizar as transações financeiras, deixando para vir a agência apenas em caso de urgência”, explicou o presidente do Sicoob Acre, José Generoso.

Por se tratar da necessidade de segurança, nem todos os colaboradores puderam atuar via home office, por isso, o Conselho de Administração vem cobrando de todos a utilização de itens básicos para a higiene pessoal, evitando que sejam contaminados pelo Covid-19.

“Assim, nossas agências continuam abertas das 8 horas às 13 horas, mas seguindo as normas para evitar a propagação desse vírus”, finalizou José Generoso.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias