NOSSAS REDES

CRIME

EXCLUSIVO: Execução do crime contra Dr Baba foi encomendada por R$500,00

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Portal Acre.com.br teve acesso à documentos, fotos e vídeos, com exclusividade, e apurou a trama sinistra entre o ´amigo´ do médico, e mais três criminosos.

Foto de capa: O mentor do crime, Lucas Silva de Oliveira, 28 anos.

O alvo do crime seria o roubo de um revolver calibre .38, e o pagamento da quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais), por parte do mentor e mandante do crime, Lucas Silva de Oliveira (foto de capa).

O Ministério Público, após investigações, apurou que os executores do crime foram ANTÔNIO ELINELDO (‘Douglas’) e FELIPE (‘Curica’), tendo este último recebido a promessa de receber a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais) pela execução do crime.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Foto: EXECUTOR DO CRIME, FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES (vulgo ‘Curica’), brasileiro, solteiro, sem ocupação, natural de Feijó/AC, nascido no dia 09/10/1997, atualmente recolhido na Unidade Penitenciária Moacir Prado, em Tarauacá/AC.

Foto: EXECUTOR DO CRIME, ANTONIO ELINELDO VIEIRA DE LIMA (vulgo “Douglas”), brasileiro, solteiro, sem ocupação, natural de Rio Branco/AC, nascido em 26/09/1997, RG n.° 1132938-6, filho de Lucimeudo Braga de Lima e Maria Cleonice Vieira de Lima, residente na Estrada do São Francisco, Quadra E, n.° 15, Bairro Eldorado, no Município de Rio Branco/AC. Atualmente foragido da Justiça.

O mandante do crime foi LUCAS SILVA DE OLIVEIRA, brasileiro, natural de Feijó/AC, solteiro, sem ocupação, nascido no dia 19/06/1990, atualmente recolhido na Unidade Penitenciária Antônio Amaro, em Rio Branco (termos da denúncia nos autos nº. 0000708-43.2019.8.01.0014/0000710-13.2019.8.01.0014, carta precatória criminal).

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Foto: O mentor e mandante do crime, Lucas Silva de Oliveira, 28 anos.

Proibida a reprodução, sem a citação da fonte.

Fonte: Acre.com.br

ACRE

Homem é suspeito de matar ex a facadas no AC por não aceitar fim de relacionamento

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Separado há dois meses da mulher e inconformado com o fim do relacionamento, Valquimar Albino Pinho é suspeito de matar Maria Luzemira Amorim de Araújo, de 32 anos, com ao menos duas facadas na noite desta quinta-feira (18).

O caso aconteceu no bairro Plácido de Castro, em Rio Branco. Após matar a mulher, Pinho tentou se matar e, por isso, foi levado ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco ao ser preso em flagrante.

O G1 entrou em contato com a Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que informou que o caso foi encaminhado para a Delegacia da Mulher em Rio Branco, mas o G1não conseguiu contato com a delegada responsável até esta publicação.

Uma irmã da vítima, que não quis se identificar, contou que o casal tinha dois filhos e que Pinho nunca aceitou a separação. Ela disse ainda que o homem era tranquilo, mas tinha momentos violentos.

“Ele falou que ia matar ela e disse que quando falasse ia fazer. Ele era um cara tranquilo sem a bebida, respeitava todo mundo. Nunca acompanhei se ele chegou a agredir minha irmã, mas ontem [quinta, 18] ele agrediu ela e levou a morte”, disse.

A mulher levou duas facadas, segundo o relato da irmã. Os dois filhos do casal estavam na casa de uma vizinha e não presenciaram o fato.

“A vizinha correu aos gritos me chamando e, quando fui ver o que era, ela já estava caída, já sem vida, tentei colocar ela no meu colo e reanimar, mas ela não voltou”, lamenta.

Continue lendo

ACRE

Casal é preso com quase duas mil pedras preciosas extraídas de reserva indígena

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Rodoviária Federal, em Rondônia, prendeu na manhã desta sexta-feira (19), em Vilhena, distante 700 km de Porto Velho, um casal de brasileiros que transportava 1.930 pedras preciosas.
A prisão aconteceu no posto da PRF na divisa dos estados de Rondônia e Mato Grosso. Os acusados trafegavam em uma caminhonete modelo S10 no sentido Porto Velho/Cuiabá.

Segundo a PRF, durante a abordagem, a mulher, de 41 anos, apresentou muito nervosismo e antes mesmo que fosse iniciada a revista no veículo, ela confessou que transportava sob suas vestes, um carregamento de pedras preciosas.

O homem que dirigia a caminhonete tem 65 anos é pedreiro e reside na capital rondoniense, mesma cidade da mulher, que disse á polícia ser fisioterapeuta.

Eles confessaram ter adquirido as pedras na cidade Ji-Paraná, também em Rondônia, e pagaram R$ 300 mil pelo produto.

Ainda de acordo com a PRF, as pedras foram extraídas da reserva Roosevelt, terra indígena dos índios Cinta Larga. A área é protegida por lei federal e a retirada de diamantes é proibida.

O casal foi levado para a sede da Polícia Federal em Vilhena e vai responder pelo crime de usurpação de matéria prima da União.
Só após a perícia da própria PF é que será possível identificar as espécies das pedras apreendidas.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )