NOSSAS REDES

ACRE

Índio de 14 anos precisa de atendimento médico e é socorrido por helicóptero em aldeia no AC

Juruá em Tempo, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um adolescente indígena de 14 anos precisou ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) após apresentar dilatação no abdômen, palidez, dificuldade de respirar e outros sintomas. Como o menino vive na Aldeia Nova Floresta, no Alto Rio Envira, no município de Feijó, interior do Acre, a equipe fez o resgate aéreo com o auxílio do helicóptero do governo do Acre.

De barco, a equipe médica levaria cerca de 10 dias para conseguir chegar até a aldeia. O resgate foi feito nesta terça-feira (30) e o indígena deve ser levado para uma unidade de saúde da capital acreana, Rio Branco.

O secretário de Segurança Pública do Acre, Paulo Cézar Santos, informou que a aeronave fez o resgate da criança e parou na cidade de Manoel Urbano para abastecer e também estabilizar o paciente. Em seguida, seguiu para Rio Branco.

“É um indígena de 14 anos, de uma aldeia próximo à Santa Rosa do Purus. Nesse momento, a aeronave se encontra em Manoel Urbano para abastecimento, bem como a equipe médica está fazendo um trabalho de estabilização do paciente. Não se trata de um paciente emergencial, é uma possível infecção e ele estava com o abdômen dilatado”, disse o secretário.

O pedido de resgate foi feito pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Conforme a secretaria, o adolescente, da etnia Kulina, evoluiu há cerca de três dias com um quadro clínico “caracterizado por edema generalizado”. As informações chegaram até a Sesacre por meio de um professor da comunidade.

O G1 entrou em contato com o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Alto Rio Juruá para saber mais detalhes sobre o caso, mas foi informado de que a coordenadora estava em uma área indígena, sem sinal de telefone.

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat