NOSSAS REDES

ACRE

Instituto Santa Juliana será reconstruído e terá salas de cinema, teatro e outros espaços culturais

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Fundado em 7 de setembro de 1922, por religiosas ligadas à Igreja Católica, o Instituto Santa Juliana, o mais tradicional colégio de Sena Madureira, pelo qual passaram estudantes que iriam se tornar autoridades como a ex-governadora Iolanda Lima, e a atual desembargadora decana do Tribunal de Justiça do Acre, Eva Evangelista de Araújo Souza, vai ser revitalizado.

Castigado pelo tempo e pela incúria de governos passados que não se preocuparam com o patrimônio histórico e educacional, o Instituo se transformou em um prédio tipo aqueles das histórias de terror: abandonado e com aspecto de ‘mal-assombrado’. Por onde você passa no Santa Juliana só ver entulhos e destruição.

O anúncio da revitalização foi feito, nesta quinta-feira (5), em Rio Branco, pelo secretário de Estado de Educação, professor Mauro Sérgio. O secretário estará em Sena Madureira nos próximos dias para analisar a situação do colégio e definir quais as intervenções a serem feitas no local. “Vou lá, acompanhado do secretário da Cultura, Manoel Correia, de nossa equipe e de engenheiros para que possamos conceber o projeto de revitalização”, disse o secretário.

Ainda não há estimativas dos gastos, por falta de um projeto, mas o secretário disse que já sabe o que vai ser feito no local: o Instituto vai ser também um centro cultural com direito a teatro, salas de cinema e outros espaços para a disseminação de saberes.

“Queremos que aquele tradicional colégio seja uma referência para região e para os municípios nos quais pretendemos fazer intervenções semelhantes”, disse o secretário Mauro Sérgio. “A ideia é que o Instituo atenda não só o município de Sena Madureira, mas também a estudantes de Manuel Urbano, Feijó e região”, acrescentou.

YACO NEWS

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat