NOSSAS REDES

ACRE

Jovem cai de moto e morre no dia em que comemorava aniversário em Rio Branco

PUBLICADO

em

O motociclista Felipe Said de Oliveira, de 20 anos, morreu após cair de uma motocicleta e quebrar o pescoço, na noite deste domingo (19), no km 1 da Rodovia AC-10, mais conhecida como Estrada de Porto Acre, em Rio Branco. No mesmo acidente, o jovem Yan Alves de Araújo, de 19 anos, que estava na garupa da moto, ficou ferido.

Segundo informações das autoridades de trânsito, Felipe havia completado 20 anos e estava comemorando com amigos em uma chácara na Estrada de Porto Acre, quando resolveu sair de moto juntamente com Yan.

Felipe havia consumido bebida alcoólica na festa e trafegava em uma motocicleta modelo Titan, de cor preta e placa MZX 4C37, quando outro homem em outra moto trafegava no mesmo sentido, também alcoolizado e fazendo zigue-zague na pista, acabou fechando a Titan que Felipe trafegava, provocando a queda do jovem e do outro rapaz.

No impacto, tanto Felipe quanto Yan foram arremessados do veículo e acabaram caindo às margens da rodovia. O capacete de Felipe acabou rachando e na mesma ação ainda quebrou o pescoço do Jovem. Já Yan ficou desacordado, voltando a consciência em seguida. O motorista que estava bêbedo fugiu do local.

Leia Também:  Na Hora da Notícia: novo portal de notícias leva informação de qualidade a você

Populares pararam para ajudar os jovens e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do (Samu), mas quando os paramédicos chegaram, só puderam atestar a morte de Felipe. Já Yan foi socorrido pelos socorristas e encaminhado ao pronto-socorro de Rio Branco, sentido dores em várias partes do corpo, porém, estava consciente e o estado de saúde da vítima é estável.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito também estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos do perito em criminalística, em seguida fizeram patrulhamento na região em busca do condutor que fugiu, porém, o motorista não foi encontrado.

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

O caso segue sob investigação dos agentes da Polícia Civil.

Com informações de Hora da notícia

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS