NOSSAS REDES

CIDADES

Jovem é preso após apalpar meninas em festa de aniversário em Mâncio Lima

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Policial civil estava na festa e fez a prisão em flagrante por importunação sexual. Das cinco vítimas, apenas duas adolescentes procuraram a delegacia para prestar queixa.

Foto: Rapaz foi encaminhado ao presídio e vai responder por importunação sexual — Foto: Adelcimar Carvalho/ G1.

Um rapaz de 18 anos acabou sendo preso em uma festa de aniversário na noite de sábado (8) em Mâncio Lima (AC), suspeito de importunação sexual. O rapaz teria assediado 5 mulheres, entre as quais duas garotas de 13 anos. Segundo a polícia, o jovem teria apalpado o bumbum das vítimas.

As adolescentes foram com os pais até a delegacia da cidade denunciar o jovem. Ele foi encaminhado para o presídio Manoel Néri, em Cruzeiro do Sul.

O delegado de Polícia Civil, Lindomar Ventura, disse que os convidados da festa se revoltaram com as atitudes do rapaz.

“Havia um policial civil na festa e ele fez a prisão do rapaz. A população se revoltou no momento e foi preciso muita calma para contornar a situação”, diz o delegado.

Nova lei

O delegado explica que a lei que pune o crime de importunação sexual com prisão é novo. Ela foi sancionada em setembro de 2018.

“Ele foi enquadrado no novo tipo penal, que é a importunação sexual, um crime que não é tão grave para ser considerado estupro, mas também não é tão brando para ser enquadrado como atentado ao pudor. A importunação sexual é quando um indivíduo comete atos libidinosos para satisfazer algum desejo seu”, explica Ventura.

Se condenado, o suspeito pode pegar até 5 anos de reclusão. O crime não cabe fiança na fase policial. Adelcimar Carvalho, G1 AC.

BEM-ESTAR

Equipes da Fiocruz fazem exames em moradores de comunidades de Porto Walter

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) realizam em comunidades rurais e ribeirinhas de Porto Walter, o Inquérito de Prevalência para Eliminação do Tracoma. A Tracoma causa cegueira e atinge principalmente crianças entre 1 e 9 anos. Em 2003 muitos casos foram detectados nas cidades do Vale do Juruá e o objetivo do Ministério da Saúde é erradicar a doença do Brasil até 2020.

A equipe, composta por profissionais da Bahia, Paraná e Acre realiza exames de moradores das Comunidade Besouro, Grajaú, Foz do Natal e Vitória.

O exame tem resultado na hora e de acordo com o tipo de Tracoma, o tratamento é garantido “in loco” em dose única de antibiótico. Em casos graves, o paciente é encaminhado para cirurgia por meio do Ministério da Saúde.

O supervisor das atividades do Ministério da Saúde na região, Nicolau Abdala, cita que em Porto Walter são feitos cerca de mil exames, que também já foram realizados em Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Marechal Thaumaturgo. Até agora nenhum caso positivo foi detectado. “Em Porto Walter contamos com total apoio do secretário municipal de Saúde Sebastião Cezar Andrade”.

Exames também são feitos em comunidades dos Estados do Amazonas, Rondônia, Maranhão, Pernambuco e Alagoas.

Saiba o que é

O Tracoma é uma doença causada pela bactéria Chlamydia Trachomatis. É uma infeção inflamatória ocular crônica. As lesões resultantes do atrito podem levar a alterações na córnea, causando cegueira.

Continue lendo

CRIME

PM apreende menores que estavam aterrorizando moradores na Boca do Caeté

Senaonline.net, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Militar de Sena Madureira conseguiu retirar de circulação, nesta sexta-feira (20), dois menores de idade que estavam causando o terror aos moradores da comunidade Boca do Caeté. Eles são acusados na prática de pelo menos 03 furtos e assaltos naquela região.

O primeiro menor apreendido tem 17 anos. Policiais receberam uma denúncia que o mesmo estaria transportando drogas para a Boca do Caeté. A guarnição deslocou-se até a conhecida estrada do Tião e conseguiu flagrá-lo com 02 tabletes de maconha.

O outro infrator, de 14 anos, estaria escondendo uma caixa de som que, por sinal, foi objeto de furto. Esse menor foi apreendido juntamente com o material.

A Polícia também constatou que eles teriam participado de uma tentativa de homicídio, assalto a um pastor evangélico e furtos, inclusive na Escola Anjo da guarda, de onde foi surrupiada a merenda dos alunos. “Com a retirada dos dois de circulação, a paz vai voltar a reinar na Boca do Caeté”, comentou o Tenente Fábio Diniz.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias