NOSSAS REDES

CRIME

Leia a carta deixada por homem que matou esposa e cometeu suicídio

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Carta deixada por homem comprova que assassinato e suicídio foram premeditados.

Uma carta escrita pelo servidor público Jorge Alberto Franco Filho que matou a própria esposa e depois de suicidou na manhã desta segunda-feira, 13, mostra uma pessoa confusa, possessiva, doente de ciúmes e que terceiriza o fracasso de seu casamento e sua atitude criminosa à vítima e seus familiares.

Em diversos trechos, mesmo sem nenhuma comprovação, Jorge deixa a entender que era traído, fazendo relatos de que várias vezes ligava no trabalho para saber se a esposa estava no local.

Jorge diz ainda na carta que por causa do coronavírus quer ser sepultado sem velório, já que a mãe passou por três derrames cerebrais (AVC).

No texto, o homem que matou a mulher e depois se suicidou cita nominalmente diversos parentes da vítima assassinada. Jorge encerra a carta pedindo desculpas aos amigos e as irmãs. Com informação do Ac24horas. 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat