NOSSAS REDES

ACRE

Marcha para Jesus 2019 será no sábado e deve reunir 50 mil pessoas em Rio Branco

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A onda de violência que assola o Acre e que só em Rio Branco, nos cinco primeiros meses deste ano já matou pelo menos cem pessoas na guerra entre facções que disputam território, principalmente na Capital, será o tema principal da “Marcha para Jesus 2019”, evento que está em sua 23ª edição em Rio Branco e que se repetirá no próximo sábado (11), a partir das 15 horas. A concentração será na Gameleira, orla do rio Acre, no segundo distrito da cidade. A coordenação do evento é do coordenada pelo apóstolo Edgar Silva Araújo, com o apoio da Prefeitura de Rio Branco e do Governo do Estado.
A organização é da Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre) e são esperadas pelo menos 50 mil pessoas no evento, a exemplo do que ocorreu em anos anteriores, destacou o presidente da entidade organizadora, pastor Paulo Machado. “Nosso Estado está mergulhado em uma intensa violência e estaremos orando para que Deus possa restaurar as famílias e também iremos orar pela prosperidade do nosso Estado”, disse Machado.

A “Marcha para jesus” é uma manifestação anual com o propósito de reunir as igrejas evangélicas do Acre para manifestar benção sobre a população. “É uma caminhada de manifestação da fé cristã’, disse o pastor Machado.
Este ano, no entanto, o roteiro da manifestação será diferente. Em anos anteriores, a marcha seguia em direção à Via Chico Mendes e se encerrava nas imediações do estádio Arena da Floresta. O encerramento deste ano será em frente ao Palácio Rio Branco, no centro da Capital, com um roteiro inverno dos anteriores.
A Marcha sairá das imediações da Gameleira, por volta das 16 horas, passará pelo Bairro Seis de Agosto, entra na Rua Marechal Deodoro, Avenida Ceará, Avenida Getúlio Vargas e tem chegada prevista às 17h30 no local de encerramento, onde os marchantes receberão ministrações e louvores. A marcha será acompanhada por bandas formada por membros de igrejas locais e ministros, com o apoio de carros de carros de som durante todo o trajeto.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Vídeo mostra helicóptero do Governo que causa grave acidente em via pública

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O helicóptero Hárpia 1, do Governo do Estado do Acre, popular “Estrelão”, colidiu com uma caminhão em via pública, próximo ao Posto Correntão, no segundo Distrito de Rio Branco, capital, na manhã deste sábado, 18. Segundo testemunhas, as informações indicam que a aeronave tentava decolar quando o motorista do veículo manobrava.

Segundo relatos, a hélice da aeronave e o motor foram danificados, e uma pessoa ficou ferida na perna. A parte traseira do caminhão foi totalmente danificada. 

Tripulantes de helicóptero ficaram feridos após acidente em Rio Branco; aeronave tem seguro.

Duas pessoas ficaram feridas após o acidente entre o helicóptero Harpia 1, do governo do Acre, e um caminhão tipo “baú”, que aconteceu na manhã deste sábado, 18, na frente do Auto Posto Correntão, na BR-364, em Rio Branco.

O coordenador do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Nayck Souza, informou que a aeronave estava auxiliando nas ações de Segurança Pública fazendo patrulhamento aéreo e pousou na rotatória, mas durante a decolagem, o caminhão passou próximo da hélice e ocorreu o acidente.

“Existe uma barreira policial no local, onde havia sido feito um ponto base. Foi feito o pouso nesse local e, após o acionamento para outro patrulhamento, veio um caminhão baú e acertou uma das partes do helicóptero. Dois tripulantes da aeronave tiveram ferimentos leves e foram levados ao pronto-socorro”, disse Souza.

A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) isolaram a área até a chegada de peritos das polícias Civil e Federal, que realizaram os procedimentos de análise do veículo e do helicóptero.

O caminhão envolvido no ocorrido transportava resíduos hospitalares e teve o baú destruído. A hélice e o motor do helicóptero também ficaram danificados. O valor total dos prejuízos ainda não foi divulgado.

Ainda segundo o coordenador do Ciopaer, o helicóptero tem seguro e já foi realizado contato para a manutenção das partes que foram danificadas. O acidente deve ser apurado pelo Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA). Informações de Ithamar Souza.

Vídeo: Com o seguro atrasado, helicóptero do governo pousa no meio da rua, e sem sinalização, caminhão colide contra a aeronave.

O tenente Roger, chefe de manutenção do helicóptero, disse que ainda não tem como detalhar o ocorrido e nem falar em prejuízos.

Um acidente nada comum aconteceu na BR-364, precisamente em frente a rotatória do Correntão, na chegada de Rio Branco, mas não trata-se de transportes pequenos, trata-se do helicóptero João Donato de propriedade do Governo do Estado do Acre que atingiu um caminhão ao tentar decolar na manhã deste sábado (18).

A via estava sem sinalização e ao tentar decolar a aeronave atingiu um caminhão que teve parte do baú arrancado. Já o helicóptero ficou com as hélices quebradas e uma parte da lateral arrancada.

Apesar do susto e do prejuízo ninguém ficou ferido, mas vale destacar que não se sabe até o momento o motivo que teria levado o helicóptero a pousar naquele local e muito menos sem sinalizar o perímetro, tendo em vista que o local é onde se concentra um grande tráfego de caminhões e veículos de grande porte. 

A informação que se tem é de que a aeronave em questão não tinha motivo para está no local, o que se sabe é que não está havendo nenhuma operação policial naquela região.

Para piorar mais ainda a situação, um militar que não quis se identificar, informou que o governador Gladson Cameli não tem mantido em dias o seguro da aeronave que está atrasado por falta de pagamento. Por Alemão Monteiro. 

 

Veja o vídeo:

Continue lendo

ACRE

Homem é achado morto em igarapé no interior do Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

No AC, bombeiros registraram 33 mortes por afogamento em 2019 — Foto: Gledisson Albano/Rede Amazônica Acre

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Advogados Online